🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Troca de comando

Mais um capítulo na sucessão da Vale: Após saída de Vera Inkster, consultoria irá escolher dois novos conselheiros

Mineradora escolheu a Korn Ferry para auxiliá-la na contratação de dois novos membros para o conselho

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
2 de julho de 2024
14:07 - atualizado às 16:26
Processo sucessório da companhia está envolto em polêmicas desde o início do ano

A Vale encaminhou comunicado ao mercado nesta terça-feira (2) informando que procederá “de forma célere” a recomposição do seu conselho de administração com a nomeação de dois substitutos.

O conselho da Vale (VALE3) é composto por 13 membros, sendo 7 independentes. Na segunda-feira (1), a companhia comunicou a saída da conselheira Vera Marie Inkster.

Com a saída de Vera, o conselho ficou com seis membros independente, abaixo do mínimo estabelecido pelo estatuto social da mineradora. Em março, o empresário José Luciano Eduardo Penido já havia renunciado ao conselho da Vale, num processo polêmico.

Segundo o comunicado encaminhado pela Vale à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), seleção dos membros substitutos será conduzida com o assessoramento da consultoria Korn Ferry, “considerando as disposições da política de administradores, diretrizes legais e regras de mercado”.

Sucessão polêmica

“Os membros nomeados servirão até a próxima Assembleia Geral Extraordinária, cuja convocação ocorrerá posteriormente”, informa a companhia, no comunicado ao mercado.

A substituições dos dois conselheiros é mais um capítulo no tumultuado processo de sucessão do comando da mineradora.

Penido, quando renunciou, enviou uma carta ao presidente do conselho de administração, Daniel Stiler, e dois diretores executivos, mencionando uma "nefasta influência política" no processo sucessório da empresa.

Penido foi contrário à maioria do colegiado em reunião realizada em 8 de março — justamente a que discutiu a abertura do processo para substituir o atual CEO, Eduardo Bartolomeo.

Recuo

Um mês depois, ele veio a público para esclarecer seu conteúdo. Na ocasião, o empresário alegou que o documento não tinha o objetivo de "apontar irregularidades no processo de definição do presidente da empresa".

O ex-conselheiro afirmou que, ao mencionar a existência de vazamentos, manipulações e influências políticas, referia-se a fatos de que tomou conhecimento via notícias veiculadas na mídia. "Não disponho de elementos comprobatórios do que a imprensa vem publicando".

A sucessão de Bartolomeo no comando da Vale já vem causando ruídos desde o final de 2023. As pressões vieram, de um lado, da japonesa Mitsui — que detém 6,31% do capital da mineradora — e a Cosan. Do outro, da Previ — com 8,71% — e o Bradesco. Sem contar a pressão explícita do governo.

A Previ é o fundo de previdência dos funcionários do Banco do Brasil. É por meio dela que o governo tenta impor um nome se sua confiança na liderança da Vale.

Nomes para a disputa

Nomes de executivos do mercado, como do ex-CEO da Suzano, Walter Schalka; da Cosan, Luís Guimarães e; o ex-presidente do Banco do Brasil e da Cielo, Paulo Caffarelli, chegaram a ser cotados para o lugar de Bartolomeo.

No início do ano, até o nome do ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, apareceu na disputa, colocado como opção do governo, mas a penalização do mercado sobre as ações da companhia acabou inviabilizando a indicação.

Por fim, o conselho da mineradora definiu, no início de março, o processo sucessório do CEO. O mandato de Bartolomeo foi estendido até 31 de dezembro de 2024. E o novo CEO assume no início do ano.

O executivo também deve apoiar a transição para a nova liderança no início de 2025. Bartolomeo atuará como advisor da mineradora até 31 de dezembro de 2025.

Compartilhe

UMA DÉCADA DEPOIS…

Qualicorp (QUAL3) anuncia acordo de leniência de até R$ 43,5 milhões — e pode exonerar culpa do fundador em investigações de caixa 2 em 2014

20 de julho de 2024 - 16:27

O conselho de administração da empresa aprovou um acordo de leniência para colocar fim às investigações nas Operações Paralelo 23 e Triuno

SEGUNDA CHANCE

Agora vai? Após tentativa frustrada pela B3, Kora Saúde (KRSA3) fará nova assembleia para votar saída do Novo Mercado

19 de julho de 2024 - 19:20

A AGE acontecerá no final este mês depois de ter sido adiada por falta de quórum com acionistas barrados pela dona da bolsa brasileira

RESSARCIMENTO PARA A ESTATAL

Por que a Petrobras (PETR4) vai receber um ‘reembolso’ de R$ 2,2 bilhões de outras empresas do setor de petróleo

19 de julho de 2024 - 18:47

O ressarcimento está ligado a um acordo de quase R$ 20 bilhões fechado com a Receita Federal para encerrar pendências com o Carf

SINAL VERDE

Segue o jogo: Presidente do STF nega pedido do PT e mantém processo de privatização da Sabesp (SBSP3); entenda os argumentos dos partidos

19 de julho de 2024 - 17:56

Para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, supostas ilegalidades no processo dependem de provas

APOIO À EXPORTAÇÃO

“Embraer não existiria sem o BNDES”: Fabricante de aeronaves recebe novo financiamento de R$ 4,5 bilhões — veja o que a empresa quer fazer com o dinheiro

19 de julho de 2024 - 15:56

A operação de crédito será realizada por meio do BNDES Exim Pós-embarque, linha de crédito direto do banco para comercialização de bens nacionais destinados à exportação

Apoio federal

CCR faz emissão bilionária para obras na Dutra e na Rio-Santos garantida por banco estatal; veja qual

19 de julho de 2024 - 15:10

Segundo a companhia, investimento em duas rodovias soma R$ 15,5 bilhões; parte será bancada pelos R$ 9,4 bilhões em debêntures

SD ENTREVISTA

CEO da Techfin, parceria entre Totvs (TOTS4) e Itaú (ITUB4), aposta em conta digital B2B para concorrer com bancos no segmento PME

19 de julho de 2024 - 14:01

Para Eduardo Neubern, existe uma demanda não atendida no dia a dia das pequenas e médias empresas: uma conta digital integrada às necessidades de pagamento e recebimento

RELEMBRE O CASO

Fantasma de investigação de cartel volta para assombrar a Tegma (TGMA3) após cinco anos e banco de investimentos rebaixa recomendação das ações; entenda

19 de julho de 2024 - 11:29

O mercado repercute a notícia de que o Cade instaurou um processo administrativo contra a companhia que é fruto de uma investigação de 2019

Oferta de ações

Eletrobras embolsa R$ 2,185 bilhões com oferta de ações da controlada CTEEP

19 de julho de 2024 - 10:38

Somando o lote inicial e parte do suplementar, foram vendidas 93 milhões de ações PN da CTEEP

CÉU DE BRIGADEIRO

Embraer (EMBR3) lidera ganhos do Ibovespa após anunciar mais um recorde na carteira de pedidos do 2T24. O que esperar da ação?

19 de julho de 2024 - 10:01

A fabricante brasileira de aeronaves entregou 47 jatos entre abril e junho de 2024, um aumento de 88% em relação ao trimestre imediatamente anterior

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar