🔴 ALGORITMO MOSTRA COMO BUSCAR ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
RECOMPRA DE ATIVOS

Ação da Ambipar (AMBP3) está muito barata? Por que a empresa quer tirar até 37% dos papéis de circulação do mercado

Após uma desvalorização de 50% só em 2024, a empresa aprovou um programa de recompra de até 20,8 milhões de ações na B3

Camille Lima
Camille Lima
3 de junho de 2024
9:32 - atualizado às 12:34
Caminhões verde-limão da Ambipar
Grupo Ambipar - Imagem: Divulgação

A Ambipar (AMBP3) está insatisfeita com o preço das suas ações na bolsa brasileira — e após uma desvalorização de cerca de 50% só em 2024, a empresa decidiu retirar milhões de papéis de circulação do mercado.

A companhia anunciou um programa de recompra de até 20,8 milhões de ações na B3, equivalente a mais de um terço dos papéis atualmente negociados — mais especificamente, correspondente a 37,35% dos ativos AMBP3 hoje em circulação.

Já o valor das ações a serem adquiridas pela empresa será de R$ 8,07, considerando o fechamento do pregão de 31 de maio deste ano.

A companhia separou R$ 167,9 milhões em reservas de capital para garantir a aquisição do teto de papéis proposto.

O programa teve início nesta segunda-feira (03) e poderá ser estendido por 18 meses, até 30 de novembro de 2025.

As ações da Ambipar marcam valorização expressiva no pregão de hoje. Por volta das 12h15, os papéis AMBP3 subiam 13,88% na B3, negociados a R$ 9,19.

Por que a Ambipar (AMBP3) vai recomprar ações na B3?

Existem diversos motivos que levam uma empresa como a Ambipar (AMBP3) a aprovar um programa de recompras como esse. Entre eles, estão:

  • A empresa acredita que suas ações estão baratas ou mal avaliadas pelo mercado;
  • A companhia precisa distribuir ações aos executivos como bônus e não quer emitir novos papéis;
  • Ela quer gerar valor ao acionista que continua em sua base, apesar da instabilidade  do mercado.

No caso da Ambipar, o objetivo é justamente maximizar a geração de caixa aos investidores após a forte queda dos papéis AMBP3 na bolsa.

“Na visão da administração da companhia, o valor atual das suas ações no mercado não reflete o valor real dos seus ativos e a perspectiva de rentabilidade e geração de resultados”, disse a empresa, em fato relevante enviado à CVM.

Vale destacar que, quando uma companhia recompra suas ações em programas como esse, os papéis deixam de circular na bolsa de valores e passam a ser mantidos em tesouraria.

Além da manutenção, a Ambipar pode optar por vender os ativos no mercado ou ainda usar em programas de remuneração baseado em ações e ou quitação de parcela de preço em operações societárias.

A recompra é uma das maneiras que uma empresa pode optar para dar retorno para o seu investidor, já que o acionista acaba com uma participação proporcionalmente maior se a companhia opta por cancelar as ações recompradas.

Por outro lado, a aquisição dos papéis faz com que eles percam liquidez na bolsa, uma vez que menos ações são negociadas no mercado.

Um panorama da empresa

É importante lembrar que a Ambipar (AMBP3) encontra-se em uma situação financeira agridoce.

Cerca de sete meses atrás, a companhia teve um resultado frustrado numa oferta subsequente de ações na B3.

Mesmo saindo com um grande desconto em relação ao inicialmente proposto pela empresa, o follow-on não conseguiu conquistar o apetite dos investidores.

Cada ação foi precificada a R$ 13,25 na operação — um desconto de 28% em relação ao previsto pela empresa. 

Com isso, a companhia levantou aproximadamente R$ 716,91 milhões com a oferta. O montante veio bem abaixo do previsto pela companhia, que projetava movimentar até R$ 1,12 bilhão com a oferta, considerando a venda integral do lote extra.

O objetivo da operação da Ambipar (AMBP3) era usar o dinheiro levantado na oferta primária para reforçar o caixa e diminuir sua alavancagem.

Afinal, a empresa de gestão de resíduos conquistou o apelido de “máquina de compras” ao longo dos últimos dois anos devido ao robusto número de aquisições realizadas.

A relação dívida/Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da empresa chegou a 3,39 vezes no fechamento do primeiro trimestre de 2023, mas retornou ao patamar histórico de 2,90 vezes nos três meses que se seguiram.

A companhia anunciou nesta segunda-feira suas projeções (guidance) para 2026. Para a alavancagem, a Ambipar se comprometeu a atingir uma alavancagem de 2,5 vezes até os próximos 12 meses, sem realizar novas aquisições adicionais até que o alvo seja atingido.

Já para a receita líquida, a empresa estipulou como meta um crescimento de 10% até 31 de dezembro de
2024. Por sua vez, a margem Ebitda deve crescer pelo menos 10% nos próximos 12 meses.

Para o Itaú BBA, o "ritmo acelerado" de crescimento inorgânico da Ambipar nos últimos anos impactou as margens, a alavancagem e a geração de caixa da empresa.

"No entanto, elogiamos a empresa pelas suas iniciativas contínuas para reduzir a alavancagem e concentrar-se na melhoria das suas margens comerciais atuais. Acreditamos que os investidores estão ansiosos para ver melhorias nas margens da Ambipar, bem como uma implementação bem sucedida do seu plano de gestão de passivos", escreveram os analistas.

Compartilhe

POSSÍVEL PARCERIA

Apple e Mark Zuckerberg vão unir forças? Fabricante do iPhone e Meta discutem investida conjunta em inteligência artificial, diz agência

23 de junho de 2024 - 15:21

A empresa da maçã tenta acordar a integração da IA generativa utilizada pela Meta Plataforms ao Apple Intelligence, lançado pela empresa neste mês

AUXÍLIO DO GOVERNO

R$ 1.412 por funcionário: empresas do Rio Grande do Sul já podem aderir à programa de apoio financeiro do governo

23 de junho de 2024 - 14:08

Serão duas parcelas por empregado, com o pagamento da primeira marcado para 8 de julho e a segunda programada para 5 de agosto

DINHEIRO NO BOLSO

Dividendos e JCP: Localiza (RENT3) vai pagar mais de R$ 400 milhões aos investidores e anuncia aumento de capital milionário

22 de junho de 2024 - 16:37

Terá direito ao pagamento quem estiver na base acionária da companhia de locação de automóveis na próxima quarta-feira (26)

MAIOR OFERTA DO ANO

Privatização da Sabesp (SBSP3) pode movimentar mais de R$ 15 bilhões e ações terão “desconto”; confira os detalhes da oferta

22 de junho de 2024 - 9:58

Se efetivada nesse patamar, essa será a maior operação da bolsa brasileira nos últimos três anos

CHUVA DE PROVENTOS

BB Seguridade (BBSE3) e Multiplan (MULT3) anunciam quase R$ 3 bilhões em dividendos e JCP aos acionistas; veja as condições

21 de junho de 2024 - 19:54

Seguradora do Banco do Brasil (BBAS3) vai distribuir a maior fatia dos proventos: R$ 2,7 bilhões; já a Multiplan anunciou também um novo programa de recompra de ações

TENTATIVA FRUSTRADA

Nada de IPO? Por que oferta de ações da Shein nos Estados Unidos está cada vez mais longe de acontecer

21 de junho de 2024 - 15:50

Varejista de moda chinesa também entrou com um pedido de listagem em Londres

DESTAQUES DA BOLSA

Movida (MOVI3) está andando bem e ação pode se valorizar mais. Vale a pena pegar essa carona? O Citi responde

21 de junho de 2024 - 13:45

Banco norte-americano voltou a cobrir a companhia, mas ainda vê desafios no futuro; saiba o que fazer com os papéis agora

concessionárias de energia

Limite aos proventos das elétricas? Veja o que diz novo decreto do governo

21 de junho de 2024 - 10:47

Aneel será responsável pela avaliação dos indicadores das concessionárias anualmente

VEIO DO RIVAL

De ex-CEO do McDonald’s a futuro presidente da dona do Burger King: ações da Zamp (ZAMP3) saltam 13% com anúncio de novo CEO

21 de junho de 2024 - 10:06

O executivo tem mais de 30 anos de experiência e já foi CEO de diversos setores, incluindo da divisão brasileira da Arcos Dorados

DECISÃO DO GOVERNO

Escolha de investidor de referência da Sabesp (SBSP3) terá direito a “truco” da concorrência

21 de junho de 2024 - 8:15

Na disputa pelo posto, estão nomes como Aegea, Equatorial e até mesmo o empresário Nelson Tanure como um dos possíveis acionistas de referência

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar