🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Dani Alvarenga
NA MIRA DA IA

Freelancer em extinção? Como o ChatGPT derrubou a demanda por trabalhos ocasionais

A pesquisa revelou que profissionais da área de redação, desenvolvimento de softwares e engenheiros são os mais afetados pelo ChatGPT

Dani Alvarenga
18 de junho de 2024
19:47 - atualizado às 17:45
A referência de inteligência artificial (IA) para a maioria das pessoas é a de um robô
Imagem: Andrea De Santis/Unsplash

A popularização da inteligência artificial (IA) trouxe à tona a preocupação sobre a substituição da mão de obra humana pela tecnologia. Isso porque as novas ferramentas de IA são capazes de realizar diversas tarefas em um ritmo superior ao das pessoas.

Já no início de 2024, o FMI alertou para a possibilidade de o ChatGPT afetar 40% dos empregos atuais. E parece que a profecia está se realizando para os profissionais autônomos.

Um levantamento nos Estados Unidos revelou que a demanda global por freelancers para trabalhos de redação de texto, programação e desenvolvimento de aplicativos caiu 21% desde o lançamento do ChatGPT, em novembro de 2022. 

Os profissionais autônomos das áreas de geração de imagens também não escaparam. Os pedidos de serviços do tipo, como design gráfico e modelagem 3D, caíram em 17%.

O estudo também revelou que a queda está relacionada ao uso da inteligência artificial, uma vez que o impacto é maior nos setores em que o uso de IA já é conhecido e utilizado.

O mercado de trabalho após o ChatGPT 

A pesquisa “Quem está substituindo a IA? O impacto da IA ​​generativa em plataformas de freelancer online” analisou quase dois milhões de propostas de emprego em 61 países, entre julho de 2021 até julho de 2023. 

O documento foi produzido em conjunto pela Harvard Business School, nos Estados Unidos; pelo Instituto Alemão de Pesquisa Econômica, na Alemanha; e pelo Imperial College Business School, no Reino Unido.

Segundo o levantamento, a área de freelance oferece um cenário propício para o estudo dos impactos da inteligência artificial no trabalho, uma vez que são caracterizados por empregos de curto prazo e com tarefas direcionadas, em que as pessoas costumam utilizar a IA.

Entre os profissionais mais afetados pelo ChatGPT, os redatores de textos lideram a pesquisa, seguidos dos desenvolvedores de softwares, aplicativos e de sites e dos profissionais da área de engenharia.

O levantamento também indicou que os freelancers com habilidades específicas podem enfrentar uma maior competição com a criação do ChatGPT

Isso porque já existe uma intensa competição no mercado de trabalho online. Com a possibilidade da substituição por inteligências artificiais, o cenário pode ficar ainda mais concorrido.

“Apesar de estar disponível no mercado há pouco mais de um ano, o ChatGPT já teve um enorme impacto no local de trabalho”, afirmou a Dra. Xinrong Zhu, coautora e professora de Marketing na Imperial College Business School.

  • Você está satisfeito com a sua carreira? Baixe o guia especial gratuito do Money Times, portal parceiro do Seu Dinheiro, para saber como você pode alcançar cargos mais altos e conseguir promoções melhores na sua área de atuação.

O fim do freelancer?

Seria esse o fim dos trabalhadores autônomos? A pesquisadora Zhu acredita que não é para tanto. Para ela, as alterações causadas pela criação do ChatGPT mostram que os profissionais terão que se adaptar, mas continuarão encontrando formas de garantir trabalho no futuro.

"Apesar das conclusões da nossa investigação sugerirem que o mercado de trabalho parece sombrio, sempre que a tecnologia deixa de lado certas profissões, novas surgem”, afirmou Xinrong Zhu.

Além disso, ela ainda destaca que a questão da qualidade das atividades feitas por inteligência artificial também podem exercer impacto no uso das ferramentas no mercado de trabalho online.

“Embora muitas organizações possam estar mudando de freelancers para IA generativa, ainda resta saber se as organizações estão satisfeitas com a qualidade do trabalho que a IA oferece em comparação com os freelancers, e se esta tendência continuará”, explicou Xinrong Zhu.

*Com informações da TechRadar

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar