🔴 HERANÇA EM VIDA? NOVO EPISÓDIO DE A DINHEIRISTA! VEJA AQUI

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
FIM DE ÁREA

Nubank demite e encerra área de assessoria de investimentos após janeiro turbulento

A fintech afirmou que realiza “regularmente ajustes” de acordo com as necessidades do negócio; ao menos, 40 pessoas foram afetadas

Liliane de Lima
31 de janeiro de 2023
17:14 - atualizado às 14:21
Nubank
Nubank - Imagem: Divulgação

Depois de um pouco mais de um mês, o Nubank anunciou novas demissões. Nesta terça-feira (31), a fintech encerrou as atividades da área de Assessoria de Investimentos, o que resultou na demissão de pelo menos 40 pessoas.

O movimento acontece em paralelo à “fuga” de investidores do fundo de renda fixa “Nu Reserva Imediata”, que tinha debêntures da Americanas em sua carteira. E, dado o colapso dos ativos ligados à varejista nas últimas semanas, as cotas desse fundo — vendido como ‘conservador’ aos clientes — foram negativamente impactadas.

Em apenas dois dias após a notícia da “incosistência contábil” de R$ 20 bilhões nos balanços da Americanas, o fundo do Nubank sofreu resgates líquidos de mais de R$ 466 milhões. Além disso, mais de 114 mil cotistas deixaram o título. 

Vale mencionar que as debêntures das Americanas eram, até que fossem descobertas as  inconsistências contábeis da companhia, ativos considerados de baixo risco de crédito — como costumam ser os papéis de grandes empresas — embora mais voláteis que os títulos públicos indexados às taxas de juros. 

O Seu Dinheiro procurou a fintech, que confirmou o encerramento da área de assessoria de investimentos, mas não informou o número de profissionais afetados.

VEJA TAMBÉM - O escândalo Americanas acertou o Nubank em cheio; descubra o motivo

Confira a nota sobre as demissões na íntegra:

"O Nubank, como muitas empresas, realiza regularmente ajustes de acordo com as necessidades do negócio e de seus clientes. Depois de uma cuidadosa avaliação, a empresa decidiu encerrar o serviço de Assessoria de Investimentos, que estava disponível para uma pequena parcela de clientes. Na prática, os clientes seguem com seus recursos devidamente aplicados nos investimentos escolhidos, tendo acesso aos apps Nubank e NuInvest, assim como nossas plataformas de conteúdo, onde podem obter extenso material sobre investimentos e educação financeira.

Com isso, os funcionários deste departamento específico foram desligados. O quadro de funcionários do Nubank aumentou de 6 mil para 8 mil funcionários em 2022, e, conforme já anunciado, a empresa segue contratando, no ritmo adequado para seus planos de negócios em 2023."

Nubank demitiu antes da Americanas

Em dezembro do ano passado, a fintech fez ajuste no quadro de funcionários e demitiu cerca de 22 funcionários das áreas de recrutamento e seleção

Contudo, na época, o Nubank afirmou que o ocorrido tratava-se de uma “movimentação normal”. Desde então, a empresa mudou o ritmo de contratações e congelou vagas em algumas posições. 

O Nubank, assim como outras empresas do mercado financeiro, vem sofrendo com a alta dos juros e alta volatilidade dos ativos, que afastam investimentos. 

E, como medida de contenção de gastos, a reestruturação com o enxugamento do quadro de funcionários é uma saída. A exemplo disso, na última semana, Me Poupe! e Grupo Rico demitiram juntos mais de 160 pessoas. 

Compartilhe

ATRAVESSOU O ENREDO

Goldman eleva recomendação para 3R Petroleum (RRRP3) e fusão com Enauta (ENAT3) é só um dos motivos

18 de abril de 2024 - 12:02

O que mais chamou a atenção dos analistas é a melhora da relação entre o risco e o retorno da empresa, em um cenário de alta do petróleo e depreciação do real frente ao dólar

NOVOS INVESTIMENTOS

Petrobras (PETR4) anuncia parceria com empresa chinesa para projetos de energias renováveis e transição energética

18 de abril de 2024 - 11:17

Apesar do destaque para energias renováveis, parceria da Petrobras com a China National Chemical Energy Company também inclui acordos comerciais para exploração de petróleo

FABRICANTE DE CHIPS

Mesmo com lucro quase 10% maior, por que investidores penalizam as ações da “rival” da Nvidia, a TSMC?

18 de abril de 2024 - 10:29

Os lucros da TSMC são vistos como um indicador para a demanda global por chips, devido ao seu papel fundamental na indústria de fabricação e à importância de seus clientes

OFERTA DE AÇÕES

Sabesp (SBSP3): governo Tarcísio define modelo de privatização e autoriza aumento de capital de até R$ 22 bilhões; saiba como vai funcionar

18 de abril de 2024 - 10:21

Venda do controle da Sabesp ocorrerá via oferta de ações, com seleção de acionista de referência pelo mercado a partir das duas melhores propostas

O TAL DO MULTIFAMILY

Dona de 5 mil apartamentos, Brookfield aposta no mercado residencial para a renda e diz o que falta para o segmento decolar no Brasil

18 de abril de 2024 - 6:05

Demanda não falta, mas o vice-presidente sênior da gestora lista duas grandes dificuldades que o multifamily enfrenta no país

AS ÁGUAS VÃO ROLAR

A privatização da Sabesp vem aí: cidade de São Paulo dá um passo fundamental para a desestatização da companhia

17 de abril de 2024 - 20:18

Entre os cerca de 370 municípios atendidos pela Sabesp, São Paulo representa entre 45% e 50% da receita total da empresa de saneamento

MERCADO LOGÍSTICO

Muito além de Cajamar: Log (LOGG3) prevê maior demanda por galpões fora do Sudeste, mas ainda nos grandes centros

17 de abril de 2024 - 16:31

No quarto trimestre, por exemplo, a companhia entregou 131 mil metros quadrados em Salvador, Brasília e Maceió

POR QUE A PRESSA?

Vale (VALE3): a surpresa dos dados que fazem as ações subirem e os bancões correrem

17 de abril de 2024 - 14:47

A mineradora apresentou dados operacionais do primeiro trimestre de 2024 e o mercado refez as contas sobre como será o desempenho financeiro da companhia, que ainda tem pedras no caminho — saiba se é hora de comprar ou vender

ELE MERECE?

Tesla pede a acionistas que votem para aprovar pagamento de US$ 56 bilhões a Elon Musk barrado pela Justiça; entenda o caso

17 de abril de 2024 - 13:17

O bônus ao bilionário foi aprovado em 2018, mas o Tribunal de Delaware barrou o pacote após uma extensa disputa judicial entre um dos acionistas da Tesla e o CEO da companhia

O MERCADO NÃO GOSTOU

Vai decidir quando? Oi (OIBR3) adia pela quarta vez assembleia de credores que votará plano de recuperação judicial  — ações tocam mínima na bolsa

17 de abril de 2024 - 12:11

Os papéis da companhia caíram 1,47% e atingiram o menor valor do dia depois que a votação foi postergada junto com o stay period; confira a nova data e o novo horário

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar