IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2023-01-12T14:40:34-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Crise de imagem

No paredão da bolsa, Americanas (AMER3) paga patrocínio milionário para estar no BBB 23

Em meio a uma crise desencadeada por rombo de R$ 20 bilhões no balanço, Americanas terá ampla publicidade no BBB 23, que começa segunda (16)

12 de janeiro de 2023
14:40
Gil do Vigor, participante do BBB, dança em frente a uma placa da Americanas (AMER3), uma das patrocinadoras do programa
Imagem: Divulgação/Globo

Enquanto a Americanas (AMER3) procura mitigar o impacto da descoberta de um rombo da ordem de R$ 20 bilhões no seu balanço, os brasileiros serão, em breve, impactados por uma publicidade massiva da companhia no Big Brother Brasil 23, que começa na próxima segunda-feira (16).

A varejista foi um dos patrocinadores que comprou a cota mais alta - chamada Big - para ter sua marca no programa e desembolsou R$ 105 milhões. A Seara e a Stone também adquiriram essa cota.

O Seu Dinheiro entrou em contato com a Americanas para saber se o patrocínio no BBB 23 está mantido, mas fomos informados de que a comunicação oficial com a imprensa sobre qualquer tema está suspensa.

Quem acompanha o reality show deve se lembrar de ações que tiveram o patrocínio da Americanas, desde provas do líder até compras de mercado. Por ter adquirido a cota mais alta, a exposição da marca será relevante e pode fortalecer a imagem da empresa em meio à crise.

A notícia do rombo bilionário identificado no balanço veio na véspera do anúncio dos participantes que entrarão na próxima edição do BBB.

Entenda o caso

Na noite de ontem (11), a Americanas publicou um fato relevante na CVM informando sobre "inconsistência contábil" da ordem de R$ 20 bilhões. A identificação do rombo bilionário provocou um efeito dominó que causou a renúncia dos recém-empossados CEO, Sergio Rial, e diretor financeiro, André Covre, ambos com apenas 10 dias de casa.

Nesta manhã, em uma teleconferência restrita, promovida pelo banco BTG Pactual, Rial detalhou os problemas encontrados. Entre as diversas questões que ainda rondam a cabeça dos investidores, uma foi respondida por ele sem pestanejar: a Americanas vai precisar, sem dúvidas, de uma capitalização que ajude a atravessar essa fase.

“Ninguém definiu o valor, até porque o número não foi auditado. Mas sabemos que não será uma capitalização de milhões”, disse o executivo, indicando que o valor será muito maior.

Ele informou, ainda, que a empresa montou um comitê independente para investigar o rombo.

Saiba tudo sobre o caso Americanas:

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

MELHORES DO MÊS

Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro; títulos do Tesouro ficam na lanterna

31 de janeiro de 2023 - 18:46

As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança — e barganhas

ESTAGNOU?

Dividendos do Maxi Renda (MXRF11) não cresceram em 2022, mas os proventos destes outros três fundos imobiliários subiram mais de 50% — veja quais são

31 de janeiro de 2023 - 18:33

O melhor resultado foi obtido pelo Santander Papéis Imobiliários CDI (SADI11), com alta de 77,1%

RELATÓRIO DE PRODUÇÃO

Pé no freio: produção e vendas da Vale (VALE3) registram recuo tímido em 2022; confira os destaques operacionais da mineradora

31 de janeiro de 2023 - 18:30

A produção e a comercialização de minério de ferro da companhia se aproximaram da estabilidade no ano passado, com leves quedas

HORA DA VIRADA?

CEO da BRF (BRFS3) está otimista após reabertura chinesa

31 de janeiro de 2023 - 17:57

Na avaliação de Miguel Gularte, CEO da BRF (BRFS3), a recuperação da companhia vai acontecer mais cedo do que o previsto pelo mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies