🔴 [TESTE GRÁTIS] 30 DIAS DE ACESSO A SÉRIE RENDA IMOBILIÁRIA – LIBERE AQUI

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
EM DIA DE ASSEMBLEIA

Na Gafisa (GFSA3), veículo de Nelson Tanure chega a 20% do capital; gestora Esh pede que “poison pill” seja acionada

A MAM Asset Managment, gestora do Banco Master, aumentou para 20,54% sua participação na empresa às vésperas da AGE que discutirá um possível ação de responsabilidade contra Tanure.

Larissa Vitória
Larissa Vitória
9 de janeiro de 2023
12:16 - atualizado às 11:57
Logo da incorporadora Gafisa em meio aos prédios da cidade de São Paulo
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

Esta segunda-feira (9) pode marcar uma derrota ou uma vitória importante para a Gafisa (GFSA3) na batalha contra a Esh Capital, uma de suas acionistas. E os controladores da construtora afiaram ainda mais as suas armas para o embate: a MAM Asset Management, gestora do Banco Master e veículo de investimentos de Nelson Tanure, aumentou para 20,54% sua participação na empresa.

O crescimento na fatia ocorre às vésperas do início da assembleia geral extraordinária que discutirá hoje uma possível ação de responsabilidade contra o empresário, membros do conselho fiscal e outros administradores, bem como a destituição desses integrantes e a eleição de substitutos por quebra de deveres fiduciários.

Os acionistas também avaliarão a legalidade de um aumento de capital no valor de R$ 78 milhões homologado na semana passada. A operação chegou a ser suspensa pela Justiça a pedido da Esh, mas a Gafisa recorreu da decisão e conseguiu derrubar a liminar sobre o tema.

Vale destacar que a gestora detinha — por meio do fundo Esh Theta — uma posição de pouco mais de 15,1% na companhia, mas esse percentual foi reduzido após a operação. A Esh alega, em nota, que o aumento de capital "se deu de forma ilegal" e optou por não subscrever novas ações.

A movimentação acionária e a expectativa para a assembleia pressionam os papéis da Gafisa. Ainda assim, por volta das 12h15, as ações GFSA3 operavam em alta de 2,78%, a R$ 23,64; em um mês, acumulam um salto de mais de 286%.

Esh pede que "poison pill" seja acionada

Segundo a gestora, a mais recente movimentação acionária de Tanure e do grupo Master, dono da MAM, tem como objetivo "se defender da votação" de hoje. "O grupo Master comprou ações de forma que, mesmo que o aumento de capital da companhia fosse discutido na assembleia, a Esh não conseguiria prevalecer."

Com isso, a Esh solicitou a convocação de uma nova assembleia para suspender os direitos políticos até que uma oferta pública de aquisição (OPA) seja realizada com base na poison pill — ou pílula de veneno. O dispositivo está presente no estatuto das empresas que buscam manter o equilíbrio e resguardar os acionistas minoritários.

Vale lembrar que a poison pill é utilizada para dificultar a tomada de controle de uma empresa com capital pulverizado na bolsa, quando um acionista pode, em muitos casos, dar as cartas mesmo sem alcançar mais de 50% de participação.

No caso da Gafisa, o estatuto social determina que qualquer investidor que atingir 30% do capital precisa lançar uma oferta pública de aquisição das ações dos demais acionistas a preços iguais ou superiores ao pago pelos investidores nos seis meses anteriores.

Ou seja: o argumento da Esh é o de que, por mais que a MAM não tenha ultrapassado a linha dos 30%, a fatia detida pela asset, somada a eventuais participações detidas por Tanure e outros veículos ligados a ele, ficaria acima da marca que dispararia a poison pill, exigindo, portanto, a realização de uma OPA.

Já a Gafisa declarou, em nota enviada ao Seu Dinheiro, que "a atuação da Esh tem como único propósito desinformar o mercado e satisfazer os seus próprios interesses".

"A Companhia reafirma a sua governança e conformidade legal e ratifica as medidas que já adotou e continuará a adotar para preservar os interesses de todos os seus mais de 39 mil acionistas."

Gafisa, Esh Capital e uma história mais que repetida

As rusgas entre o fundo e a construtora não começaram neste caso. A Esh também questiona ainda a 17ª emissão de debêntures da companhia.

Os ativos foram alvo do primeiro embate jurídico entre gestora e construtora, que terminou com a Esh obtendo uma liminar que impediu a conversão das debêntures em ações.

A Gafisa afirma que essa liminar trará prejuízo. Isso porque a decisão limita a capacidade de prosseguir com o desenvolvimento de projetos estratégicos em imóveis adquiridos com os R$ 245,5 milhões levantados pela operação.

Em nota enviada à imprensa no último domingo (08), a Gafisa afirma que “o foco da gestão do novo CEO, Henrique Blecher, está na geração de caixa; desalavancagem da companhia”.

Compartilhe

PRÉVIA OPERACIONAL

MRV (MRVE3) quebra recorde de vendas no Brasil, mas ainda queima milhões em caixa nos EUA

15 de abril de 2024 - 18:33

Na Resia, incorporadora norte-americana da MRV, há uma regra de ouro: não queimar caixa em 2024. Mas a diretriz ainda não foi refletida nos resultados do 1T24

Ranking

O Galaxy desbanca o iPhone: Apple (AAPL34) perde liderança global de smartphones no 1T24

15 de abril de 2024 - 18:17

Embora o setor esteja em crescimento, a gigante de tecnologia apresentou uma queda de quase 10% nas remessas de iPhone no primeiro trimestre do ano

NA CARTEIRA

JP Morgan tira BRF (BRFS3) da geladeira: ações da dona da Sadia e Perdigão disparam na B3 com recomendação de compra 

15 de abril de 2024 - 10:38

Analistas do banco norte-americano veem BRF barata mesmo após disparada de 173% em 12 meses na B3

FALHA NO ACELERADOR

Mais problemas para Elon Musk? Ações da Tesla caem mais de 1% com notícia sobre demissão em massa e falhas no Cybertruck 

15 de abril de 2024 - 10:10

Montadora do bilionário deve demitir cerca de 10% da sua força de trabalho global, o equivalente a pouco mais de 14 mil pessoas, segundo notícia da Reuters

A PARTIR DE 2025

Saiba como a maior produtora de alumínio do país pretende reduzir emissões em até 30% — parte da resposta: com um investimento de R$ 1,6 bilhão

13 de abril de 2024 - 13:13

A multinacional norueguesa Hydro do ramo de alumínio projeta reduzir em cerca de um terço a intensidade de emissão de dióxido de carbono (CO2) nas operações brasileiras a partir de 2025.  A controladora das maiores operações de alumina e alumínio primário no Brasil diz que a previsão é que a meta seja alcançada após a […]

VITÓRIA!

Prio (PRIO3) fica com 100% de Wahoo: como a vitória deve aumentar a produção da petroleira; ações sobem na bolsa

12 de abril de 2024 - 13:05

A empresa recebeu uma decisão favorável da Câmara de Comércio Internacional em um processo arbitral relacionado à concessão BM-C-30, no campo de Wahoo

REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDAS

Light (LIGT3) assina acordos com credores, em novo passo em direção ao fim da recuperação judicial; ações caem na B3

12 de abril de 2024 - 11:46

Foram celebrados dois acordos com credores e debenturistas envolvendo as subsidiárias Light Sesa e Light Energia; entenda o que vem pela frente

ENGORDOU O PATRIMÔNIO

CEO da Nvidia fica quase R$ 3 bilhões mais rico em um dia. Conheça o bilionário que quase dobrou de fortuna em 2024

11 de abril de 2024 - 18:03

Jensen Huang é a 19º pessoa mais rica do planeta, de acordo com a revista Forbes, com um patrimônio avaliado em US$ 79,5 bilhões (R$ 404 bilhões)

ENTENDA O CASO

Justiça embarga obras de complexo bilionário da JHSF (JHSF3) no interior de São Paulo

11 de abril de 2024 - 16:01

A decisão aconteceu após pedido do Ministério Público, que afirma que a JHSF e outras duas companhias burlaram regras de licenciamento ambiental

DESISTIU DA BATALHA?

Gafisa (GFSA3): Esh Capital diminui participação após perder disputa sobre assembleia; ações caem 6% na B3

11 de abril de 2024 - 11:24

A gestora de Vladimir Timerman reduziu a participação na Gafisa de 20% para 4% do capital

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies