IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2023-01-12T18:45:08-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa recua e dólar cai ao menor nível em dois meses; Americanas (AMER3) despenca 77% em meio à escândalo contábil bilionário

A varejista foi o assunto principal do mercado brasileiro hoje após identificar inconsistências contábeis estimadas em R$ 20 bilhões em suas demonstrações financeiras

12 de janeiro de 2023
18:32 - atualizado às 18:45
Americanas
Montagem com logo da Americanas - Imagem: Montagem Seu Dinheiro

As conquistas de uma companhia são celebradas na bolsa, mas normalmente de forma tímida. Já os escândalos, esses sim têm a capacidade de engajar investidores, analistas, gestores e todo o resto do mercado de capitais. Ainda mais um escândalo da magnitude do revelado pela Americanas (AMER3).

A varejista foi o assunto principal do noticiário econômico brasileiro nesta quinta-feira (12) após identificar inconsistências contábeis estimadas em R$ 20 bilhões em suas demonstrações financeiras. Não bastasse o rombo nos balanços, os recém-empossados CEO da companhia, Sergio Rial, e CFO, André Covre, decidiram deixar os cargos.

Ainda não se sabe ao certo se houve “contabilidade criativa” deliberada — e o IRB (IRBR3) já poderia passar para a Americanas a coroa de mais famosa fraude contábil da B3 — ou erros genuínos.

A incerteza da origem do problema e as estimativas do tamanho do estrago tiveram um efeito devastador para as ações da companhia. Os papéis AMER3 só começaram a ser negociados na tarde de hoje e entraram em leilão várias vezes por oscilação máxima permitida.

Mas nem a ferramenta de conter estragos da B3 foi capaz de salvar a empresa de uma queda — ou precipício — de 77%, com os papéis cotados em R$ 2,72.

O mau desempenho também contaminou o apetite pelas ações de outras companhias do setor, especialmente após Rial — que, apesar da renúncia, seguirá auxiliando a Americanas — afirmar que o imbróglio contábil que afeta a companhia pode ser encontrado em outras varejistas do país.

O executivo declarou hoje que as diferentes formas de registrar as contas com fornecedores gerou a inconsistência na Americanas e isso não é um problema apenas na empresa, mas uma questão do varejo desde os anos 90.

A incerteza lançada sobre as finanças do segmento atingiu em cheio a Via (VIIA3), que ficou entre as maiores quedas do dia.

O Magazine Luiza (MGLU3) também chegou a ocupar a ponta negativa do Ibovespa durante a manhã, mas inverteu o sinal com o desmonte em massa de posições em AMER3 e registrou a maior alta do dia.

Por falar nele, o principal índice acionário da B3 sentiu a volatilidade. Isso porque o escândalo contábil também provocou baixas em um setor de peso, o bancário. As instituições financeiras com maior exposição ao varejo caíram no Ibovespa — como as ações de BTG Pactual e Santander, que possuem cerca de 7% das posições no setor.

A situação só não foi pior porque as commodities se valorizaram no mercado internacional, com as expectativas de melhora na demanda no exterior e o arrefecimento da inflação nos EUA.

Com isso, o Ibovespa recuou 0,59%, aos 111.850 pontos. Já o dólar à vista registrou forte queda de 1,55%. Ofuscada pela Americanas, a moeda norte-americana desceu à cotação de R$ 5,1005, o menor valor desde o início de novembro do ano passado.

Americanas domina quedas do Ibovespa; veja as maiores altas

Além do Magazine Luiza, a ponta positiva do Ibovespa também foi formada por ações dos setores de transporte e importadoras. Os dois segmentos foram beneficiados pela troca de posições dos investidores na "fuga" dos papéis de varejo e pela queda do dólar

Confira as maiores altas do Ibovespa:

CÓDIGONOMEULTVAR
MGLU3Magazine Luiza ONR$ 3,195,28%
CCRO3CCR ONR$ 11,652,55%
ENGI11Engie unitsR$ 43,492,31%
SUZB3Suzano ONR$ 50,262,05%
LREN3Lojas Renner ONR$ 21,242,02%
Fonte: B3

Já na ponta negativa estão as outras duas varejistas e também ações do setor de saúde e tecnologia e uma velha conhecida do mercado quando o assunto são problemas contábeis. Veja abaixo:

CÓDIGONOMEULTVAR
AMER3Americanas S.AR$ 2,72-77,33%
IRBR3IRB ONR$ 1,12-6,67%
CASH3Meliuz ONR$ 1,13-5,83%
HAPV3Hapvida ONR$ 4,35-5,43%
VIIA3Via ONR$ 2,46-5,38%
Fonte: B3

Inflação arrefece nos EUA e Wall Street fecha em alta

O cenário internacional foi quase completamente ofuscado pelo rombo da Americanas, mas notícias importantes movimentaram os mercados gringos.

Nos Estados Unidos, um dos destaques foi o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês), que recuou 0,1% em dezembro ante novembro. 

Na comparação ano a ano, o CPI sobe 6,5%, em consenso com o mercado. Vale destacar que o dado é um dos parâmetros para a decisão do Federal Reserve — banco central dos EUA — sobre a política monetária americana.

O núcleo do CPI, que exclui itens mais voláteis como alimentos e combustíveis, avançou 0,3% em dezembro, na comparação com novembro, em linha com as expectativas do mercado. Na comparação anual, a inflação avançou a 5,7%, em acordo com as projeções do mercado.

A animação com o arrefecimento da inflação foi contida pela redução dos pedidos de auxílio-desemprego na semana. Os EUA registraram 205 mil solicitações, enquanto a expectativa era de 210 mil.

Com isso, o Dow Jones e o Nasdaq fecharam em alta de 0,64%, enquanto o S&P 500 subiu 0,34%.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

maus ventos

O Brasil vai acabar? Inflação pode deixar de responder ao BC se Lula conseguir mudar meta, dizem gestores

31 de janeiro de 2023 - 21:24

Rodrigo Azevedo, da Ibiuna, e Felipe Guerra, da Legacy, estão com visão pessimista para o Brasil

DIA 31

Está confirmado: Lula vai para os EUA no dia 10 de fevereiro — veja o que ele vai discutir com Biden

31 de janeiro de 2023 - 20:06

Enquanto o encontro não chega, o petista tentou acalmar os ânimos dos investidores — que seguem desconfiados em relação à responsabilidade fiscal do novo governo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

MELHORES DO MÊS

Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro; títulos do Tesouro ficam na lanterna

31 de janeiro de 2023 - 18:46

As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança — e barganhas

ESTAGNOU?

Dividendos do Maxi Renda (MXRF11) não cresceram em 2022, mas os proventos destes outros três fundos imobiliários subiram mais de 50% — veja quais são

31 de janeiro de 2023 - 18:33

O melhor resultado foi obtido pelo Santander Papéis Imobiliários CDI (SADI11), com alta de 77,1%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies