🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-03-12T12:09:13-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
LANÇANDO MODA

Investindo em uma diva pop: empresa de lingerie da Rihanna mira IPO bilionário este ano; Savage X Fenty é avaliada em US$ 3 bilhões — mas vale a pena entrar nessa?

O império de beleza da diva pop é considerado um verdadeiro “caso de sucesso” do empreendedorismo feminino nos Estados Unidos

12 de março de 2022
12:09
Rihanna, cantora e dona das marcas Savage X Fenty, Fenty Beauty e Fenty Skin
Rihanna, cantora e dona das marcas Savage X Fenty, Fenty Beauty e Fenty Skin. Imagem: Shutterstock

Os fãs da Rihanna esperam pacientes por qualquer novo lançamento da cantora, mas a diva do pop tem outros planos de carreira, como é o caso de uma possível oferta de ações (IPO, em inglês) da empresa de lingerie Savage X Fenty.

De acordo com a Bloomberg, a expansão do império empresarial de Rihanna pode ocorrer ainda este ano. E o valor não é de se jogar fora: a Savage X Fenty é avaliada em cerca de US$ 3 bilhões.

Rihanna e um império de belezas

Além da empresa de lingerie lançada em 2018, Rihanna também é dona das marcas Fenty Beauty, focada no mercado de maquiagens inclusivas, com diversas cores, e Fenty Skin, de produtos para a pele. 

E não é difícil encontrar um fã da cantora além da música, tendo em vista o sucesso de sua empresa de cosméticos: em seu primeiro ano de vida, a Fenty Beauty, lançada em 2017, gerou uma receita anual de US$ 550 milhões.

Naquela época, a indústria da moda tinha pouca variedade de cores para pessoas de pele escura ou não branca, nicho explorado pela cantora. 

Rihanna: um caso de sucesso além da música

Por incrível que pareça, a maior parte do dinheiro da cantora veio depois do seu sucesso musical.

Rihanna é conhecida por grandes hits como Umbrella — sucesso com mais de 830 milhões de streamings no Spotify —, Love on the rain e Needed me

Contudo, a cantora também é conhecida por deixar os fãs na mão: o último lançamento da cantora ocorreu há quase dois anos, com a música foi “BELIEVE IT“, em uma parceria com PARTYNEXTDOOR de março de 2020. 

Desde então, Rihanna tem focado seus esforços em suas empresas e sua vida pessoal. Pode-se dizer que a diva pop “quebrou” a internet após o anúncio de que estava grávida de seu marido, o rapper A$AP Rocky. 

Mas vale a pena entrar nessa?

A fortuna de US$ 1,4 bilhão de Rihanna começou a crescer após o sucesso de suas marcas, mesmo após a cantora se consolidar como uma das maiores “divas do pop”. 

Além disso, a cantora é considerada uma das mais influentes no mundo da moda, competindo com nomes como Kim Kardashian, Kylie Jenner, Jessica Alba, Lady Gaga, e Scarlett Johansson no segmento de maquiagem e cuidados para a pele. 

Segundo a Forbes, a cantora de 34 anos é um verdadeiro “caso de sucesso” de empreendedoras femininas. 

*Com informações da Bloomberg e Yahoo Finance

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa despenca mais de 11% e tem o pior mês desde março de 2020; dólar sobe a R$ 5,23

O início do aperto monetário do Federal Reserve levou os ativos globais a ter um semestre para esquecer – e o Ibovespa não escapou disso

Proventos

Dividendos: Rede D’Or (RDOR3) e Raia Drogasil (RADL3) vão distribuir quase R$ 300 milhões em juros sobre capital próprio; veja detalhes

Pagamento de nova leva de proventos aos acionistas está previsto para o dia 16 de julho, no caso da Rede D’Or

ALTAS E BAIXAS

Destaques da bolsa: Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) disparam com fusão; TC (TRAD3) e Light (LIGT3) despencam

A nova consolidação no setor de saúde mexeu com o segmento nesta quinta; a renúncia do CEO da Light pesou sobre as ações da empresa

FECHAMENTO DO DIA

Banho de sangue lava Wall Street e S&P 500 tem o pior semestre em mais de 50 anos; saiba o que aconteceu

O combo de péssimas notícias também fez o S&P 500 e o Dow Jones terem o pior período de três meses desde o primeiro trimestre de 2020, marcado pelo auge da pandemia de covid-19

PETRÓLEO EM QUEDA

Seguindo os planos: Opep+ vai produzir 648 mil barris a mais por dia em agosto

O grupo manteve a decisão de elevar a produção de petróleo entre julho e agosto; a Opep+ tem realizado sucessivos aumentos para conter a alta dos preços dos combustíveis no mercado internacional

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies