🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Ana Carolina Neira
Ana Carolina Neira
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero com especialização em Macroeconomia e Finanças (FGV) e pós-graduação em Mercado Financeiro e de Capitais (PUC-Minas). Com passagens pelo portal R7, revista IstoÉ e os jornais DCI, Agora SP (Grupo Folha), Estadão e Valor Econômico, também trabalhou na comunicação estratégica de gestoras do mercado financeiro.
RECALCULANDO

JP Morgan muda a recomendação para as ações da B3 (B3SA3); veja se é hora de comprar

Além da mudança na avaliação da B3 (B3SA3), o banco também revisou suas projeções para o setor de meios de pagamento como um todo

Ana Carolina Neira
Ana Carolina Neira
29 de novembro de 2022
10:45 - atualizado às 19:14
Fachada do prédio da B3, em São Paulo
Imagem: Divulgação

De olho nas expectativas de que a Selic permanecerá alta por mais tempo do que era imaginado há alguns meses — ou até mesmo que suba ainda mais —, o JP Morgan elevou sua recomendação para o papel da B3 (B3SA3) para compra, com o preço-alvo saindo de R$ 15,00 para R$ 16,00 — potencial de valorização de 32,7% se considerado o fechamento de ontem.

Embora inquestionavelmente exposta à taxa de juros e afetada pela fuga de recursos da renda variável para a renda fixa, o banco diz que a B3 é "uma peça mais agnóstica do setor".

Eles destacam o payout — a porcentagem do lucro líquido distribuído — da bolsa brasileira, que gira em torno de 80% a 100%. Além disso, elogiam o dividend yield de 7%, que justifica o valuation atual dos papéis.

A mudança também ocorre após conversas do banco com Gilson Finkelsztain, presidente da B3, que aposta em uma alta de 150% no volume de negócios da bolsa brasileira.

Mais modestos, os analistas do banco acreditam que esse número seja de 140% em 2023 e 2024.

As projeções mais otimistas se dão graças à maior penetração no varejo, aumento dos clientes institucionais e maior utilização de negociações de alta frequência na bolsa.

Assumindo o incremento de 150% previsto pelo CEO da bolsa, as ações da B3 estariam negociando a um múltiplo preço/lucro de 13,5 vezes para o fim do próximo ano.

Assim, a equipe do JP Morgan diz preferir, além da B3, BB Seguridade (BBSE3), Cielo (CIEL3) e Porto Seguro (PSSA3) entre as empresas financeiras não bancárias.

Mau momento para as empresas de meios de pagamento

No mesmo relatório, os analistas também explicam por que rebaixaram a recomendação de PagSeguro (PAGS34) para venda, alterando o preço-alvo de US$ 16,00 para US$ 12,00 — potencial de alta de 10,09% se considerado o fechamento anterior.

Segundo a equipe, está difícil ter uma visão mais construtiva sobre as empresas de meios de pagamento no geral, mesmo com a indústria de cartões acrescendo acima da média neste ano.

Um dos pontos que justificam a análise mais cautelosa está na deterioração da qualidade dos ativos, algo que começou a pesar no apetite a risco dos bancos e promete reduzir o crescimento do cartão de crédito.

Os cartões de débito, por sua vez, não seriam capazes de ocupar esse lugar, já que são bastante substituídos pelo Pix. Dessa forma, o JP Morgan espera uma desaceleração do TPV — o total de pagamentos processados dentro de um determinado período por essas empresas — para o setor.

O documento aponta também que será difícil reverter essa situação em 2023.

"Sentimos que o próximo grande catalisador para as ações de pagamento serão os cortes na Selic", dizem os analistas.

Eles calculam que essas empresas poderiam se beneficiar em até R$ 200 milhões ou R$ 250 milhões para cada corte de 100bps na taxa básica de juros, por conta dos custos de financiamento, que também seriam reduzidos.

Atualmente, o JP Morgan espera um corte de 225bps na Selic até o fim de 2023.

A reação das ações da B3 (B3SA3)

Por volta das 10h40, as ações da B3 (B3SA3) reagiam positivamente ao relatório do JP Morgan e subiam 1,41%, cotadas a R$ 12,25. Os papéis terminaram o dia com ganho ainda maior, de 3,89%, a R$ 12,55.

No mês, a ação cai 16,56%, enquanto no ano há uma valorização de 14,11%.

De acordo com dados compilados pela plataforma TradeMap, das 13 recomendações existentes para o ativo, nove são de compra e quatro são de manutenção.

Compartilhe

Carta aos acionistas

Em carta anual aos acionistas, Warren Buffett elogia suas empresas favoritas, mas diz ver poucas oportunidades novas para investir

24 de fevereiro de 2024 - 16:39

Saiba quais são as queridinhas da carteira do megainvestidor, que tem ainda US$ 167,6 bi em caixa, mas não vê boas candidatas a novos investimentos

Warren Buffett

Berkshire Hathaway vê lucro operacional saltar 28% no 4T23 e bate recorde de caixa; veja os principais números da empresa em 2023

24 de fevereiro de 2024 - 15:36

Empresa do megainvestidor Warren Buffett está sentada sobre uma pilha de dinheiro de US$ 167,6 bilhões

Desceu quadrado

Para grandes credores da Light (LIGT3), não é possível aprovar novo plano de recuperação judicial da empresa

24 de fevereiro de 2024 - 14:54

Só os pequenos credores teriam apoiado novo plano de RJ da empresa, diz fonte; Light tem muitas debêntures na mão de pessoas físicas

Parem as maquin...inhas

OPA da Cielo (CIEL3): CVM suspende registro de oferta para fechar o capital da empresa após questionamento de acionistas minoritários

24 de fevereiro de 2024 - 13:04

Um grupo de gestoras convocou assembleia de acionistas nesta semana para propor outros preços para a oferta da empresa de maquininhas

Ajuste na proposta

Light (LIGT3) apresenta novo plano de recuperação judicial, que prevê aporte de R$ 1,5 bilhão e pagamento a pequenos credores

24 de fevereiro de 2024 - 11:03

Nova proposta prevê pagamento de pequenos investidores detentores de debêntures em até 90 dias; acionistas de referência se comprometem com aporte de R$ 1 bilhão

DINHEIRO NO BOLSO

Banco do Brasil (BBAS3) anuncia mais R$ 1,1 bi em dividendos extras; veja como receber

23 de fevereiro de 2024 - 19:08

Pagamento vem em linha com anúncio de aumento do payout (porcentagem que a empresa distribui de seus lucros) no último dia 8

PAPEL DA MODA?

A Lojas Renner (LREN3) está barata demais? Esse bancão gringo diz se é hora de encher a sacola com ações da varejista

23 de fevereiro de 2024 - 17:23

O JP Morgan estabeleceu um preço-alvo para dezembro de 2024 de R$17,00 para Lojas Renner (LREN3); entenda o racional aqui.

REAÇÃO AO BALANÇO

Apesar de queda das ações em 2024, CEO da Vale (VALE3) está otimista e projeta novas aquisições e resolução de Mariana nos próximos meses

23 de fevereiro de 2024 - 16:01

Para o CEO Eduardo Bartolomeo, a mineradora encontra-se em um “momento singular” e deve chegar a uma resolução definitiva sobre Mariana já no primeiro semestre de 2024

PASSA-SE O POSTO

Grupo Pão de Açúcar (GPA) quer vender redes de postos de gasolina e pode levantar até R$ 450 milhões com operação

23 de fevereiro de 2024 - 11:08

Em comunicado enviado à CVM, a companhia busca reduzir essa alavancagem por meio da venda de ativos “non core” — isto é, que não fazem parte do negócio principal do GPA

BALANÇO

Vale (VALE3) vê lucro cair 35% no quarto trimestre, mas anuncia dividendos de mais de R$ 11 bilhões; confira os números da mineradora

22 de fevereiro de 2024 - 20:15

Junto com os resultados trimestrais, a companhia anunciou a distribuição de proventos aos acionistas; confira os prazos de condições

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies