🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
POLÊMICA NA REDE SOCIAL

Elon Musk cometeu um crime? CEO da Tesla é processado por não anunciar fatia no Twitter antes e ter comprado ações abaixo do “preço justo”

Um grupo de acionistas da rede social acredita que o executivo não informou a compra dos papéis no prazo estipulado pela SEC e comprou ações adicionais antes da disparada do preço por ação

Camille Lima
Camille Lima
13 de abril de 2022
11:28
Elon Musk, CEO da Tesla e atual homem mais rico do mundo, compra participação no Twitter
Elon Musk, CEO da Tesla - Imagem: Flickr/Daniel Oberhaus (2018)

Elon Musk não é só o homem mais rico ou o CEO da Tesla. O bilionário também é uma das figuras mais influentes da atualidade, e não poderia ficar de fora dos holofotes, especialmente quando falamos do Twitter (TWTR34) e de polêmicas.

O executivo já demonstrava há muito sua predileção pelo Twitter. Afinal, era ali que realizava os principais anúncios da sua montadora de carros elétricos e brincava de mexer com o mercado de criptomoedas.

Mas a polêmica da vez não tem nada a ver com bitcoin ou dogecoin, e sim com a própria empresa do Twitter e a nova fatia de Elon Musk na rede social: que, inclusive, está gerando um processo judicial contra o bilionário. Mas vamos por partes.

Acionistas do Twitter processam CEO da Tesla

O homem mais rico do mundo anunciou a sua participação bilionária de 9,2% no Twitter na última segunda-feira (04) e causou enormes repercussões no mercado financeiro, especialmente nas ações da rede social, que dispararam na bolsa de valores de Nova York (NYSE).

Porém, um grupo de acionistas da companhia entrou com um processo contra Musk por considerar que o executivo não informou a compra dos papéis TWTR no prazo certo.

Isso porque, de acordo com as leis comerciais dos Estados Unidos, os investidores devem informar à SEC(a CVM norte-americana) quando adquirirem mais de 5% das ações de uma companhia em um período de até 10 dias.

Segundo os investidores do Twitter, o CEO da Tesla começou a acumular ativos da empresa em janeiro e teria atingido esses 5% em 14 de março. Isso significa que, pelas normas do mercado de capitais norte-americano, Musk deveria ter anunciado a fatia para a SEC até 24 de março, e não 11 dias depois.

“O que parece muito claro é que Elon Musk perdeu o prazo de 10 dias para relatar 5% de participação em uma empresa pública”, afirmou o advogado Alon Kapen em documento enviado à CNBC.

Elon Musk comprou ações do Twitter abaixo do preço?

Os acionistas do Twitter justificam o processo com a afirmação de que Elon Musk comprou os papéis deflacionados.

Isso significa que, entre ter atingido os 5% e chegado até a fatia de 9,2%, o executivo teria acumulando posição na empresa por um preço mais baixo do que se tivesse anunciado a participação assim que tivesse atingido o percentual determinado pela SEC.

“Isso deu a ele 10 dias extras para comprar ações adicionais (ele aumentou sua propriedade durante esse período em 4,1%) antes da disparada do preço por ação que aconteceu quando ele finalmente anunciou suas participações em 4 de abril”, afirmou o advogado Kapen.

De acordo com o The Washington Post, seis especialistas jurídicos e de valores mobiliários acreditam que esse atraso no anúncio de Musk pode ter rendido ao bilionário de cerca de US$ 156 milhões.

Os investidores ainda alegam que perderam ganhos potenciais que poderiam ter tido se o CEO da Tesla tivesse divulgado sua participação na data considerada justa no processo.

Mas e a posição de Musk no conselho do Twitter?

Ainda na semana passada, Elon Musk informou que entraria para o conselho administrativo do Twitter, gerando uma nova reação positiva sobre as ações da empresa em Nova York.

“Através de conversas com Elon nas últimas semanas, ficou claro para nós que ele agregaria grande valor ao nosso conselho”, disse o CEO do Twitter, Parag Agrawal.

Porém, apenas seis dias depois, Agrawal foi à rede social para “desiludir” qualquer investidor que estivesse animado com a notícia.

“Elon decidiu não se juntar ao nosso conselho”, escreveu Agrawal em um tweet. Musk seria nomeado para o cargo no sábado, no mesmo dia em que informou que não assumiria a posição.

O motivo para a renúncia do executivo à cadeira no Twitter não ficou claro. Mas o CEO do Twitter destacou que o bilionário continuará como o maior acionista individual da empresa e que a companhia permanecerá aberta às suas contribuições e sugestões.

*Com informações de CNBC

Compartilhe

MEIOS DE PAGAMENTO

Cielo se prepara para sair da bolsa e uma dupla de empresas de maquininhas pode surfar essa onda, mas o Santander tem uma favorita

12 de junho de 2024 - 17:33

Os analistas avaliam que existe uma boa janela de curto prazo para a Stone e a PagSeguro em meio à queda das ações e à OPA da Cielo; veja quem é a preferida

Rali das “meme stocks”

‘Efeito Roaring Kitty’ faz GameStop levantar mais de US$ 2 bilhões com venda de ações

12 de junho de 2024 - 16:04

Varejista de videogames vendeu 75 milhões de ações após volta de trader que inspirou o épico ‘short squeeze’ em 2021

Mercado acionário

Bank of America corta preço-alvo para ações de bancões brasileiros, mas mantém recomendação

12 de junho de 2024 - 15:10

Combinação de receitas diversificadas, funding, controle de custos e balanços fortes são os fatores positivos apontados pelos analistas

DINHEIRO NO BOLSO

Dividendos milionários: Grupo Mateus (GMAT3) vai pagar mais de R$ 134 milhões para acionistas; confira os prazos e como receber

12 de junho de 2024 - 12:50

O anúncio da distribuição do JCP ocorre em um momento positivo para a companhia, que vem contrariando a crise no varejo

Quem vai ficar com ela

Acionistas da Braskem descartam negociação com a Petrochina

12 de junho de 2024 - 11:42

Companhia informou à CVM que seus controladores, Petrobras e Novonor, negam as negociações

UM NOVO PEDIDO

Vale (VALE3), BHP e Samarco fazem nova proposta bilionária por desastre em Mariana — mas ainda é menos do que o governo exige

12 de junho de 2024 - 10:39

Junto com a BHP Brasil e a Samarco, as mineradoras se propuseram a pagar R$ 140 bilhões pela tragédia na barragem

MAIS UMA FATIA

Do papel ao pano, Suzano (SUZB3) entra no ramo têxtil e compra 15% de fabricante de fibras por cerca de R$ 1,3 bilhão

12 de junho de 2024 - 8:54

Além da aquisição, o acordo com acionistas da B&C inclui o direito da Suzano a duas cadeiras no conselho de administração da Lenzing

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Diversidade de gênero: presidente da ABVCAP anuncia iniciativa para impulsionar mulheres em carreiras de investimentos

11 de junho de 2024 - 19:45

Em entrevista ao Seu Dinheiro, Priscila Rodrigues, presidente da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital contou detalhes do projeto de incentivo a mulheres

CONFIRA OS CENÁRIOS

Rede D’Or (RDOR3) quer recomprar até R$ 1 bilhão em ações e deve usar reserva de lucros para isso; como ficam os acionistas?

11 de junho de 2024 - 18:38

A empresa poderá adquirir até 30 milhões de ações ordinárias, soma que corresponde a 10% do total em circulação no pregão de ontem

APÓS FUSÃO FRUSTRADA

Santander corta o preço-alvo da PetroReconcavo (RECV3), mas mantém recomendação de compra e ações saltam 4% na bolsa

11 de junho de 2024 - 15:25

Para o segundo semestre, a expectativa é de que a PetroReconcavo pise no acelerador, para uma média de 27 mil boed até o fim de 2024 e de 31 mil boed em 2025

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar