O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-01-28T14:48:35-03:00
Ricardo Gozzi
UMA PEDRA NO MEIO DO CAMINHO

Conselheiro pede vista e Anatel adia decisão sobre venda da Oi Móvel para Claro, TIM e Vivo; OIBR3 tem forte queda

Ações da Oi seguiam em disparada antes do pedido de vista; Anatel voltará a discutir a venda em 10 de fevereiro

28 de janeiro de 2022
11:22 - atualizado às 14:48
Logotipo da Oi
Imagem: Shutterstock

A Oi (OIBR3) parecia prestes a atravessar com sucesso um dos últimos obstáculos a seu prolongado processo de recuperação, mas havia (mais) uma pedra no meio do caminho. No caso, um pedido de vista.

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) reuniu-se hoje para analisar a venda da Oi Móvel para a Claro, a TIM e a Vivo.

Entretanto, depois de o presidente do conselho, Emmanoel Campelo de Souza Pereira, ter sugerido a aprovação do negócio, ainda que com algumas restrições, o conselheiro Vicente Bandeira de Aquino Neto pediu vista do processo.

Com o pedido de vista, a expectativa é de que a venda volte a ser debatida pelo Conselho Diretor da Anatel em reunião convocada para 10 de fevereiro.

Por que essa decisão é importante

A Oi encontra-se atualmente diante dos últimos obstáculos à venda de seu negócio de telefonia celular para suas rivais.

Em um leilão realizado no fim de 2020, Claro, TIM e Vivo arremataram a Oi Móvel por R$ 16,5 bilhões. O negócio, entretanto, precisa da aprovação pelos órgãos reguladores.

Ontem, os acionistas da operadora aprovaram em assembleia a incorporação da Oi Móvel, etapa prevista dentro do processo de venda da unidade.

Além da Anatel, a venda também precisa do aval do Cade. O órgão de defesa da concorrência tem até fevereiro para se manifestar sobre o caso.

A conclusão da venda tanto da unidade móvel como da participação na divisão de fibra ótica é tida como fundamental no processo de recuperação judicial da Oi, que se arrasta desde 2016.

OIBR3 interrompe disparada

Nas últimas semanas, o otimismo em relação à aprovação do negócio levou a uma arrancada das ações da Oi na bolsa. Nos dez pregões anteriores ao de hoje, OIBR3 subiu 46,3%.

Na sessão de hoje, a ação abriu em forte alta. Logo depois do anúncio do pedido de vista, porém, OIBR3 mudou radicalmente de curso e passou a operar em queda. Por volta das 14h45, a ação caía cerca de 5%.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa surfa no otimismo internacional e abre em alta; dólar é negociado abaixo dos R$ 5

RESUMO DO DIA: Os sinais de alívio da covid-19 na China devolveu o apetite de risco dos investidores nesta terça-feira (17). O tom menos agressivo dos representantes do Federal Reserve na tarde de ontem (16) também incentivam uma busca por barganhas nas bolsas hoje. Por aqui, o Ibovespa acompanha os debates envolvendo a PEC 63, […]

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de swing trade: compra de ações da Positivo (POSI3) e lucro de 2% no bolso com Wiz (WIZS3)

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Positivo Tecnologia (POSI3), com entrada em R$ 7,87; veja a análise das ações

O melhor do Seu Dinheiro

Velozes e autônomos: desafio Imigrantes; veja a história do dia e outras oito notícias que mexem com os seus investimentos

Descubra tudo o que você precisa saber sobre os carros autônomos e o que é preciso para eles ganharem de vez as estradas brasileiras

BARGANHANDO EM PÚBLICO?

Elon Musk acha que o Twitter tentou enganá-lo, suspende negociação e exige clareza sobre número de contas falsas

Twitter e Elon Musk divergem sobre quantidade de usuários falsos e spams; empresa fala em 5%, bilionário acha que é bem mais

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas no exterior reagem ao alívio da covid-19 na China e sobem pela manhã; Ibovespa acompanha PEC que pode gerar até R$ 7,5 bi em novos gastos

A proposta de reajuste para juízes e procuradores acontece em meio à greve dos servidores do Banco Central e Receita Federal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies