🔴 [TESTE GRÁTIS] 30 DIAS DE ACESSO A SÉRIE RENDA IMOBILIÁRIA – LIBERE AQUI

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Arrumando a casa

Ações da Cesp (CESP6) disparam com valor atribuído à companhia na sua reorganização societária

Companhia, que deve ser incorporada por controladora, divulgou relação de troca das ações na manhã desta segunda-feira

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
10 de janeiro de 2022
16:28 - atualizado às 19:21
Usina hidrelétrica da Cesp
Mesmo em dia negativo na B3, ações da Cesp avançam com boa notícia. - Imagem: Clayton de Souza/Estadão Conteúdo

As ações da Cesp, a Companhia Energética de São Paulo, dispararam nesta segunda-feira (10), na contramão do restante do mercado, que amargou perdas com a piora do sentimento do investidor global com o aperto monetário americano.

Os investidores reagiram ao fato relevante, divulgado pela companhia na manhã de hoje, que anuncia a relação de troca das ações emitidas pela Cesp por ações emitidas pela sua controladora, a VRTM.

O objetivo é realizar uma reorganização societária da companhia, por meio de uma incorporação das suas ações pela controladora, de forma a transformar a Cesp em subsidiária integral da VRTM. Com isso, a empresa migrará para o Novo Mercado, nível mais alto de governança corporativa da B3.

A relação de troca de ações anunciada hoje pela Cesp e já aprovada pelo seu Conselho de Administração avalia a empresa em R$ 9,1 bilhões, cerca de R$ 27,93 por ação ordinária ou preferencial, desconsideradas as ações em tesouraria.

Trata-se de um aumento em relação à avaliação feita da companhia anteriormente, que era de R$ 26,37 por ação, e também de um valor superior à cotação atual dos papéis em bolsa.

As ações preferenciais classe B da Cesp (CESP6) fecharam hoje em forte alta de 6,58%, a R$ 21,05, enquanto as ordinárias (CESP3) subiram 6,13%, a R$ 21,65. Já o Ibovespa recuou 0,75%.

A relação de troca aprovada

Segundo o fato relevante, os acionistas da Cesp, com exceção dos controladores, receberão, para cada ação que detiverem na companhia:

  • 6,567904669174 novas ações ordinárias da VRTM; e
  • 0,095425888495 novas ações preferenciais da VRTM, obrigatoriamente resgatáveis.

A VRTM é hoje controlada pela Votorantim S.A. e pelo Canada Pension Plan Investment Board (CPPIB), fundo de pensão canadense, que são, portanto, controladores indiretos da Cesp.

Assim, ao final da reorganização societária, a estrutura da companhia ficará da seguinte forma:

  • Votorantim S.A.: 1.605.422.350 (37,74%);
  • CPPIB: 1.358.350.459 (31,94%);
  • Outros acionistas: 1.289.736.569 (30,32%).

Assim, os acionistas controladores ficarão com uma fatia de 69,37% da companhia após a reorganização, ante os 70,1% propostos anteriormente.

Premissas utilizadas

A reorganização societária da Cesp prevê duas etapas: na primeira, os acionistas controladores contribuem com ativos e caixa para a VRTM; na segunda, ocorre a incorporação de ações.

A chegada à relação de troca anunciada hoje levou em conta as seguintes premissas, usando como referência a data de 31 de dezembro de 2021 e a metodologia do fluxo de caixa descontado:

  • Valor econômico (equity value) atribuído aos ativos da Votorantim Geração de Energia (VGE) a serem contribuídos na VRTM (excluindo o valor da participação detida pela VGE na VTRM) de R$ 2,8 bilhões;
  • Recursos em dinheiro a serem contribuídos pelo CCPPIB na VTRM de R$ 1,5 bilhão;
  • Valor econômico (equity value) atribuído à VTRM (excluindo a participação da VTRM na Cesp e os efeitos da incorporação) de aproximadamente R$ 4,5 bilhões;
  • Valor econômico atribuído à Cesp de R$ 9,1 bilhões, cerca de R$ 27,93 por ação (independentemente da classe ou espécie e desconsideradas as ações em tesouraria);
  • Valor de resgate das ações preferenciais resgatáveis no valor de R$ 0,40 por ação da Cesp e no valor total de cerca de R$ 78,5 milhões, o que considera a estimativa dos valores dos tributos a serem retidos, pela VRTM, dos investidores não residentes por força da operação.

A Cesp ainda convocará uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) de acionistas para deliberar sobre a incorporação de ações. A transação também está sujeita à aprovação do BNDES. A expectativa é de que o processo seja concluído até abril deste ano.

Credit Suisse considera reorganização da Cesp positiva

Para o Credit Suisse, a reorganização societária será benéfica para a Cesp, que passará a ter uma melhor estrutura de alavancagem e se beneficiar da alta demanda atual por contratos de negociação de energia a longo prazo com fontes renováveis, além da aceleração da abertura do mercado livre no Brasil.

Os analistas do Credit consideram positivo que a Cesp migre para o Novo Mercado após a incorporação de ações e que os termos da reorganização tenham melhorado, embora ainda estejam abaixo do valor que eles mesmos atribuem à companhia.

O Credit Suisse tem um preço-alvo de R$ 32,40 para as ações preferenciais da Cesp (CESP6) e recomendação "outperform", equivalente a compra.

Compartilhe

Engordando os proventos

Caixa Seguridade (CXSE3) pode pagar mais R$ 230 milhões em dividendos após venda de subsidiárias, diz BofA

14 de setembro de 2022 - 13:22

Analistas acreditam que recursos advindos do desinvestimento serão destinados aos acionistas; companhia tem pelo menos mais duas vendas de participações à vista

OPA a preço atrativo

Gradiente (IGBR3) chega a disparar 47%, mas os acionistas têm um dilema: fechar o capital ou crer na vitória contra a Apple?

12 de setembro de 2022 - 13:09

O controlador da IGB/Gradiente (IGBR3) quer fazer uma OPA para fechar o capital da empresa. Entenda o que está em jogo na operação

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Exclusivo Seu Dinheiro

Magalu (MGLU3) cotação: ação está no fundo do poço ou ainda é possível cair mais? 5 pontos definem o futuro da ação

10 de setembro de 2022 - 10:00

Papel já alcançou máxima de R$ 27 há cerca de dois anos, mas hoje é negociado perto dos R$ 4. Hoje, existem apenas 5 fatores que você deve olhar para ver se a ação está em ponto de compra ou venda

NOVO ACIONISTA

Com olhos no mercado de saúde animal, Mitsui paga R$ 344 milhões por fatias do BNDES e Opportunity na Ourofino (OFSA3)

9 de setembro de 2022 - 11:01

Após a conclusão, participação da companhia japonesa na Ourofino (OFSA3) será de 29,4%

Estreia na bolsa

Quer ter um Porsche novinho? Pois então aperte os cintos: a Volkswagen quer fazer o IPO da montadora de carros esportivos

6 de setembro de 2022 - 11:38

Abertura de capital da Porsche deve acontecer entre o fim de setembro e início de outubro; alguns investidores já demonstraram interesse no ativo

Bateu o mercado

BTG Pactual tem a melhor carteira recomendada de ações em agosto e foi a única entre as grandes corretoras a bater o Ibovespa no mês

5 de setembro de 2022 - 15:00

Indicações da corretora do banco tiveram alta de 7,20%, superando o avanço de 6,16% do Ibovespa; todas as demais carteiras do ranking tiveram retorno positivo, porém abaixo do índice

PEQUENAS NOTÁVEIS

Small caps: 3R (RRRP), Locaweb (LWSA3), Vamos (VAMO3) e Burger King (BKBR3) — as opções de investimento do BTG para setembro

1 de setembro de 2022 - 13:50

Banco fez três alterações em sua carteira de small caps em relação ao portfólio de agosto; veja quais são as 10 escolhidas para o mês

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Passando o chapéu: IRB (IRBR3) acerta a venda da própria sede em meio a medidas para se reenquadrar

30 de agosto de 2022 - 11:14

Às vésperas de conhecer o resultado de uma oferta primária por meio da qual pretende levantar R$ 1,2 bilhão, IRB se desfaz de prédio histórico

Exclusivo Seu Dinheiro

Chega de ‘só Petrobras’ (PETR4): fim do monopólio do gás natural beneficia ação que pode subir mais de 50% com a compra de ativos da estatal

30 de agosto de 2022 - 9:00

Conheça a ação que, segundo analista e colunista do Seu Dinheiro, representa uma empresa com histórico de eficiência e futuro promissor; foram 1200% de alta na bolsa em quase 20 anos – e tudo indica que esse é só o começo de um futuro triunfal

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies