A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-08-09T17:20:20-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
PASSARALHOS SEM FIM

Demissões em efeito dominó: Escale, startup de marketing digital, faz corte de 5% no quadro de funcionários

Segundo relatos de ex-colaboradores, essa é a segunda demissão em massa neste ano; 30 pessoas das áreas de tecnologia, conteúdo e design foram desligadas da empresa na última semana

5 de agosto de 2022
14:49 - atualizado às 17:20
startup escale faz demissão em massa
Imagem: Divulgação/Escale

A onda de demissões atravessou estações e permaneceu forte neste inverno. Um fenômeno pouco natural, de alta da inflação e de escalada dos juros, vem mudando o ecossistema das startups, e a última a ser atingida foi a Escale

A empresa, com foco em marketing digital e consultoria em tecnologia, desligou 30 funcionários das áreas de tecnologia, conteúdo e design — o que corresponde a, aproximadamente, 5% do quadro de colaboradores da startup — na última quinta-feira (5).

A startup, que foi fundada em 2013, recebeu um aporte série C em torno de US$ 27,5 milhões em maio de 2021. A rodada foi liderada pela QED Investidor — que já investiu no QuintoAndar e na Creditas — e pela Invus Opportunities, e contou com a participação da Qualicorp

No ano anterior, 2020, a Escale fez a aquisição da startup especializada em vendas, Cobmax. O valor da operação não foi divulgado.

O que diz a Escale?

O Seu Dinheiro entrou em contato com a startup, que confirmou as demissões e pronunciou-se sobre o desligamento*. Confira a íntegra da nota:

A Escale Digital esclarece que reavaliou a sua estrutura com o objetivo de potencializar a eficiência do negócio. A empresa informa que, nesse processo, foi realizado o desligamento de aproximadamente 5% do seu quadro de colaboradores.

O processo de desligamento foi conduzido de forma humanizada e individual, trazendo garantias como a extensão do direito ao plano de saúde por mais três meses e atendimento psicológico.

A Escale reconhece a importância do trabalho desenvolvido por seus colaboradores e agradece imensamente a cada pessoa pela jornada na empresa.

Por fim, a companhia esclarece também que a decisão não afeta os seus clientes atuais nem sua capacidade de expansão com novos parceiros.

Acreditamos que a mudança de estrutura nos capacitará a investir com mais foco nos projetos chaves e ganhar mais agilidade entre as áreas.

diz a Escale, em nota ao Seu Dinheiro.

Nada de novo na Escale

Segundo relatos nas redes sociais e colaboradores que foram afetados pelo corte, ouvidos pelo Seu Dinheiro, essa não foi a primeira demissão em massa na Escale neste ano. 

Aos agora ex-colaboradores, a empresa afirmou que os desligamentos ocorreram em razão da “complexidade estrutural”, ou seja, necessidade de reestruturação. 

Por fim, os funcionários desligados terão extensão do plano de saúde, além de um atendimento com a psicóloga da startup — práticas que têm se tornado comuns em demissões em massa.

VEJA TAMBÉMStartups estão sofrendo com os juros americanos: sem lucros nem financiamento, é o fim?

Demissões em massa: sem pressa para acabar

Nesta semana, a fintech Hash voltou a demitir funcionários e, dessa vez, 58 pessoas foram afetadas. Ao todo, cerca de 20 startups já fizeram desligamentos em massa nesse início de segundo semestre.

As demissões são consequência, principalmente, da queda no volume de investimentos. Segundo o relatório recente da Distrito, os aportes em startups caíram 44% no primeiro semestre deste ano, comparado com o mesmo período do ano passado.

*A matéria foi atualizada às 17h50 da mesma data de publicação (05/08), para inclusão da nota oficial da Escale sobre as demissões e para a correção do percentual de desligados trata-se de corte de 5% no quadro de pessoal e não de 8%, como o noticiado anteriormente.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

DESTAQUE DO DIA

De olho em uma possível ‘virada de chave’ varejistas e techs disparam mais de 10% na bolsa; Americanas (AMER3), Via (VIIA3) e Magazine Luiza (MGLU3) são destaques

15 de agosto de 2022 - 16:34

Com fechamento da curva de juros e projeções mais otimistas, investidores correm atrás do tempo perdido; Magazine Luiza, Americanas e Via são destaques.

Democratização?

Santander passa a oferecer serviços de alta renda para todos os clientes, mas não vai cobrar barato

15 de agosto de 2022 - 16:16

Serviços do Select, segmento de alta renda do banco, estarão disponíveis mesmo para quem não se enquadrar nos critérios de renda e patrimônio mínimos, mediante pagamento de taxa

INDO ÀS COMPRAS

XP (XPBR31) amplia presença no ramo de previdência e seguros e compra a BTR Benefícios

15 de agosto de 2022 - 16:11

As empresas tornaram-se parceiras em setembro do ano passado; o valor da operação não foi divulgado

CRYPTOSTORM

‘Nenhuma criptomoeda vai conseguir bater de frente depois dessa atualização’: analistas comentam como The Merge mudará o ethereum (ETH)

15 de agosto de 2022 - 15:35

Para Valter Rebelo, analista de cripto da Empiricus, a resposta é clara: “não vejo nenhum protocolo que consiga bater de frente com o ethereum”

BOMBOU NAS REDES

Banco do Brasil ‘vence’ Bradesco em rentabilidade e ações disparam 53% no ano — estatal ainda pagará R$ 2 bilhões em dividendos e analista alerta: BBAS3 supera Nubank (NUBR33)

15 de agosto de 2022 - 13:49

Após resultados fortíssimos no segundo trimestre, as ações do Banco Brasil estão em disparada. Descubra se vale a pena comprar os papéis

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies