🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-06-08T14:15:11-03:00
Camille Lima
RENDA PASSIVA EM CRIPTO

Dividendos em criptomoeda: Chainlink (LINK) dispara com novos ‘proventos’ da rede; veja quem pode participar

Anúncio de staking de LINK animou os investidores hoje; o lançamento da primeira versão está programado para o segundo semestre deste ano

8 de junho de 2022
14:15
Chainlink (LINK), a criptomoeda 'Oráculo' que promete colocar fim nos cartórios
Imagem: Shutterstock

Revolucionar a vida humana pareceria um plano extremamente ambicioso em 2017, mas a rede descentralizada Chainlink (LINK) realmente está no caminho de cumprir a promessa de ser a 'internet da blockchain'. A criptomoeda LINK é um dos ativos com melhor desempenho nas últimas 24 horas, com alta de 11,36% ontem e de 18,88% nos últimos sete dias.

O protocolo Chainlink foi criado em junho daquele mesmo ano. Desde então, o projeto ganhou bastante destaque no mercado, passando a ser usado por gigantes como a Web3 Foundation e até mesmo o próprio Google.

A criptomoeda hoje ocupa o 21º lugar entre os maiores ativos digitais, com uma capitalização de mercado superior a US$ 3,9 bilhões. Mas o bom humor dos investidores veio após o anúncio de que será implementado o staking com LINK, gerando a mais recente escalada nos preços da moeda virtual.

Como funciona o staking de criptomoedas

O staking (ou “participação”) é um modo de fortalecer a participação dos usuários da rede e uma forma mais sustentável de mineração de criptomoedas.

A mineração por meio da proof-of-work (PoW, ou “prova de trabalho”) consome muita energia elétrica, como acontece com o bitcoin. Já o proof-of-stake (PoS, ou “prova de participação”) é um método mais moderno, utilizado em criptomoedas ligadas às finanças descentralizadas (DeFis) e tokens digitais (NFTs).

Os geradores de novos blocos mostram suas criptomoedas na rede como “prova” de que possuem aquelas moedas. Em troca, a blockchain recompensa esses investidores com parte das novas criptos.

No caso da Chainlink, a missão do staking é aumentar as garantias de segurança e de usuário dos serviços e melhorar o funcionamento da rede.

“Serão aplicadas recompensas e penalidades criptográficas para ajudar a incentivar ainda mais a operação adequada da rede”, disse a empresa por trás do desenvolvimento da criptomoeda. 

Em outras palavras, a rede te paga para que você mantenha seu patrimônio naquele ativo e não negocie suas criptomoedas, gerando uma espécie de renda passiva. Isso ajuda a evitar oscilações de preço muito intensas nas moedas digitais. 

Outra fonte de benefícios também é o “Partner Growth Program”, que forneceria incentivos para acelerar o crescimento de projetos e protocolos, além de facilitar a integração entre ecossistemas. 

Etapas do staking 

A implementação inicial da primeira versão do staking de LINK está programada para o segundo semestre deste ano, oficializando o início do Chainlink Economics 2.0, a "nova era de crescimento sustentável e segurança" do projeto.

“O aumento na segurança do ‘Oráculo’ e as garantias do usuário trazidas pelo staking serão fundamentais para ajudar a desenvolver a economia de contratos inteligentes de várias cadeias para proteger mercados que movimentam trilhões de dólares nas principais indústrias globais."

Na primeira versão do staking, chamada de v0.1, será lançado um sistema de alerta de staker. Depois, o projeto vai passar por um sistema para validação de uso e feedback da comunidade, para, então, lançar uma versão v1. 

A v1 vai introduzir funcionalidades como a redução de participação para maior segurança desse novo segmento da chamada “criptoeconômia” e a incorporação de novas taxas de recompensa.

Por fim, a próxima versão v2 deve explorar a proteção contra perdas para melhorar a proteção dos investidores.

O staking inicial da primeira versão de LINK vai ser limitado. A princípio, o pool terá um tamanho agregado de 25 milhões de tokens, que deve evoluir para cerca de 75 milhões alguns meses após o lançamento, com base na demanda. 

Segundo a empresa, a tendência é que o tamanho do pool cresça ainda mais nas versões futuras do projeto.

Para ser justo com os investidores, a companhia vai utilizar um mecanismo de entrada para permitir a participação dos membros. No começo, serão priorizadas as pessoas que tiverem a criptomoeda a longo prazo.

*Com informações de Decrypt

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa cai abaixo dos 99 mil pontos em dia de baixa liquidez; dólar e juros sobem com petróleo

Sem Wall Street, o Ibovespa teve um dia de movimentação limitada. Apesar da alta do petróleo, o índice não conseguiu se consolidar em alta

ELEIÇÕES 2022

Quem é Maria Luiza Ribeiro Viotti, a primeira mulher a comandar o Itamaraty se Lula vencer as eleições?

A indicação de uma mulher para o Itamaraty contemplaria o movimento feminino na diplomacia, que ganhou força política no Congresso e foi incentivado por Amorim no passado; o Brasil nunca teve uma chanceler

QUEREM PARAR O RUSSO

Todos contra Putin: O assunto da vez da reunião dos líderes do G7? Impor limites à Rússia

Dessa vez, a ideia central é a de impor um “teto” no preço dos combustíveis russos — a proposta foi trazida à pauta pelo presidente americano, Joe Biden

TECNOLOGIA EM FOCO

Em busca de inovação: Petrobras (PETR4) lança oportunidades para aquisição de soluções de startups e empresas de tecnologia; saiba como funciona

A Petrobras vai investir até R$ 21,2 milhões em empresas de tecnologia e startups de soluções nas áreas de robótica, tecnologias digital e d inspeção

DUELO DE GIGANTES

Berkshire, de Warren Buffett, está à caça da Tesla, de Elon Musk — veja como anda essa disputa

No auge da pandemia de covid-19, a fabricante de veículos elétricos nadou de braçada, com as ações disparando mais de 12 vezes, enquanto os papéis da holding do Oráculo de Omaha subiram modestos 60%; será que o cenário ainda é o mesmo?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies