🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
RENDA PASSIVA EM CRIPTO

Dividendos em criptomoeda: Chainlink (LINK) dispara com novos ‘proventos’ da rede; veja quem pode participar

Anúncio de staking de LINK animou os investidores hoje; o lançamento da primeira versão está programado para o segundo semestre deste ano

Chainlink (LINK), a criptomoeda 'Oráculo' que promete colocar fim nos cartórios
Imagem: Shutterstock

Revolucionar a vida humana pareceria um plano extremamente ambicioso em 2017, mas a rede descentralizada Chainlink (LINK) realmente está no caminho de cumprir a promessa de ser a 'internet da blockchain'. A criptomoeda LINK é um dos ativos com melhor desempenho nas últimas 24 horas, com alta de 11,36% ontem e de 18,88% nos últimos sete dias.

O protocolo Chainlink foi criado em junho daquele mesmo ano. Desde então, o projeto ganhou bastante destaque no mercado, passando a ser usado por gigantes como a Web3 Foundation e até mesmo o próprio Google.

A criptomoeda hoje ocupa o 21º lugar entre os maiores ativos digitais, com uma capitalização de mercado superior a US$ 3,9 bilhões. Mas o bom humor dos investidores veio após o anúncio de que será implementado o staking com LINK, gerando a mais recente escalada nos preços da moeda virtual.

Como funciona o staking de criptomoedas

O staking (ou “participação”) é um modo de fortalecer a participação dos usuários da rede e uma forma mais sustentável de mineração de criptomoedas.

A mineração por meio da proof-of-work (PoW, ou “prova de trabalho”) consome muita energia elétrica, como acontece com o bitcoin. Já o proof-of-stake (PoS, ou “prova de participação”) é um método mais moderno, utilizado em criptomoedas ligadas às finanças descentralizadas (DeFis) e tokens digitais (NFTs).

Os geradores de novos blocos mostram suas criptomoedas na rede como “prova” de que possuem aquelas moedas. Em troca, a blockchain recompensa esses investidores com parte das novas criptos.

No caso da Chainlink, a missão do staking é aumentar as garantias de segurança e de usuário dos serviços e melhorar o funcionamento da rede.

“Serão aplicadas recompensas e penalidades criptográficas para ajudar a incentivar ainda mais a operação adequada da rede”, disse a empresa por trás do desenvolvimento da criptomoeda. 

Em outras palavras, a rede te paga para que você mantenha seu patrimônio naquele ativo e não negocie suas criptomoedas, gerando uma espécie de renda passiva. Isso ajuda a evitar oscilações de preço muito intensas nas moedas digitais. 

Outra fonte de benefícios também é o “Partner Growth Program”, que forneceria incentivos para acelerar o crescimento de projetos e protocolos, além de facilitar a integração entre ecossistemas. 

Etapas do staking 

A implementação inicial da primeira versão do staking de LINK está programada para o segundo semestre deste ano, oficializando o início do Chainlink Economics 2.0, a "nova era de crescimento sustentável e segurança" do projeto.

“O aumento na segurança do ‘Oráculo’ e as garantias do usuário trazidas pelo staking serão fundamentais para ajudar a desenvolver a economia de contratos inteligentes de várias cadeias para proteger mercados que movimentam trilhões de dólares nas principais indústrias globais."

Na primeira versão do staking, chamada de v0.1, será lançado um sistema de alerta de staker. Depois, o projeto vai passar por um sistema para validação de uso e feedback da comunidade, para, então, lançar uma versão v1. 

A v1 vai introduzir funcionalidades como a redução de participação para maior segurança desse novo segmento da chamada “criptoeconômia” e a incorporação de novas taxas de recompensa.

Por fim, a próxima versão v2 deve explorar a proteção contra perdas para melhorar a proteção dos investidores.

O staking inicial da primeira versão de LINK vai ser limitado. A princípio, o pool terá um tamanho agregado de 25 milhões de tokens, que deve evoluir para cerca de 75 milhões alguns meses após o lançamento, com base na demanda. 

Segundo a empresa, a tendência é que o tamanho do pool cresça ainda mais nas versões futuras do projeto.

Para ser justo com os investidores, a companhia vai utilizar um mecanismo de entrada para permitir a participação dos membros. No começo, serão priorizadas as pessoas que tiverem a criptomoeda a longo prazo.

*Com informações de Decrypt

Compartilhe

CRIPTO TOMANDO ESPAÇOS

Sistema internacional de pagamentos Swift inicia projeto com tecnologia blockchain — mas isso é seguro?

14 de setembro de 2022 - 11:52

O corte parcial do Swift foi um dos mecanismos utilizados pelos Estados Unidos para impor sanções à Rússia pela invasão da Ucrânia

PAPO CRIPTO #027

Ethereum (ETH) não será a única criptomoeda a disparar após o The Merge: analista conta 3 oportunidades ‘descontadas’ no mercado

10 de setembro de 2022 - 7:30

Quem conta mais sobre essas criptomoedas promissoras pós-Merge é Rafael Castaneda, analista da Mercurius Crypto e convidado do Papo Cripto

PAPO CRIPTO #026

Você já usa blockchain no seu dia a dia e nem se dá conta disso, diz especialista em criptomoedas; tecnologia acabará com ‘teoria da salsicha’

27 de agosto de 2022 - 7:30

O convidado desta semana do Papo Cripto é Gabriel Aleixo, que faz parte da consultoria da W3block, empresa focada em tecnologias digitais

Mãos ao alto

Mais um assalto: hackers roubam US$ 100 milhões em criptomoedas da blockchain Horizon

24 de junho de 2022 - 16:20

O ataque à ponte para blockchain já é o terceiro desde o início do ano; a companhia trabalha para recuperar os fundos perdidos

ALÉM DO BITCOIN (BTC)

Mesmo com bitcoin (BTC) andando ‘de lado’, estas 9 criptomoedas ainda tem potencial de disparar em 2022 — e elas estão baratas

1 de fevereiro de 2022 - 13:13

Os projetos mais promissores do ano envolvem jogos do tipo play-to-earn, design de blockchain, pagamentos e, é claro, metaverso

BITCOIN NA TERRA GELADA DO LESTE

Depois da briga entre Putin e o banco central russo sobre o bitcoin (BTC), país prepara pacote de medidas para regularizar criptomoedas

31 de janeiro de 2022 - 12:56

A medida provisória vem na esteira de uma série de debates envolvendo as criptomoedas no país; veja o que diz a medida

NOVOS NEGÓCIOS

Google está de olho nas criptomoedas e vai criar unidade de negócio dedicada ao blockchain; entenda o que está por trás da decisão

24 de janeiro de 2022 - 17:57

Antes de se aventurar, gigante de tecnologia assistiu com cautela às movimentações das concorrentes para entrar no mercado de criptomoedas

RAIO-X NA CRIPTO

Solana (SOL): De queridinha do mercado à queda de quase 50%; o que está por trás do ‘apagão’ da blockchain da criptomoeda?

24 de janeiro de 2022 - 13:58

A rede vem sofrendo diversos ataques hackers, o que fez as transações ficarem tão lentas a ponto dos investidores acharem que a blockchain estava fora do ar

ALÉM DO BITCOIN (BTC)

Estas 9 criptomoedas podem ser a sua chance em 2022 — e uma delas já disparou mais de 16.000% em 2021; confira

20 de janeiro de 2022 - 14:30

Os projetos mais promissores do ano envolvem jogos do tipo play-to-earn, design de blockchain, pagamentos e, é claro, metaverso

INVASÃO DAS BIG TECHS

Google faz contratação de peso e se prepara para entrar no mercado de pagamentos em criptomoedas e competir com a Apple; entenda

20 de janeiro de 2022 - 13:32

Empresas parecem querer acompanhar os esforços do Facebook no metaverso e o investimento do Twitter em infraestrutura de criptografia

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar