🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
FOI O BANCO QUE DISSE

Criptomoeda que ‘colocará fim nos cartórios’, Chainlink (LINK) entra na mira do Bank of America — e preço deste ‘Oráculo’ está descontado

A instituição financeira acredita que a criptomoeda Chainlink (LINK) será uma das bases para a popularização das finanças descentralizadas, as DeFis, no futuro

Renan Sousa
Renan Sousa
17 de fevereiro de 2022
16:05
Chainlink (LINK), a criptomoeda 'Oráculo' que promete colocar fim nos cartórios
Saiba porque o BofA está de olho na criptomoeda Chainlink (LINK). Imagem: Shutterstock

A digitalização da economia acelerou durante o período de isolamento social, mas ainda existem resquícios de antiguidade na hora de assinar um documento. Mas uma criptomoeda em especial deve colocar fim à era dos cartórios: estamos falando da Chainlink (LINK). 

E essa não é só uma opinião dos especialistas ouvidos pelo Seu Dinheiro: quem afirma isso é o Bank of America, um dos maiores bancos dos Estados Unidos. Em um relatório publicado nesta quinta-feira (17), a instituição destaca que a LINK está no centro de uma revolução de mais de US$ 200 bilhões

Essa criptomoeda faz parte de um grupo de validadores descentralizados (decentralized oracle network, ou DON), por isso também é conhecida como “Oráculo”. Ela é responsável por conferir as informações em rede (on-chain) para transações envolvendo finanças descentralizadas, as DeFis

Em outras palavras, ela tira a necessidade de um validador (como é o caso do banco ou do cartório) para negociar criptomoedas e outros itens, como certificados digitais (NFTs), por exemplo. “DeFi é um nome amplo para um guarda-chuvas imenso de possibilidades de negociação em [rede] blockchain”, destaca o Bank of America

Por ser um dos maiores protocolos do tipo Oráculo, a Chainlink deve aproveitar os mais de US$ 200 bilhões em valor total armazenado (TVL, em inglês) nesse tipo de contrato. Além disso, ela também deve aproveitar os mais de US$ 56 bilhões em NFTs negociados diariamente. 

É seguro?

Se você também está se perguntando o que um Oráculo faria olhando suas informações, fique tranquilo. O protocolo é descentralizado, o que significa que ninguém irá, de fato, “olhar” os seus dados. 

A Chainlink usa um sistema de “caixa de vidro” para validar as informações. Ou seja, além de seguro, ninguém consegue alterar os dados de uma negociação. 

Os números falam por si só: o algoritmo de consenso da LINK já validou mais de US$ 60 bilhões de contratos, um crescimento de 757% em relação ao final de 2020, quando foram validados cerca de US$ 7 bilhões em smart contracts.

Com desconto é melhor

Desde as máximas históricas em maio do ano passado, a Chainlink já perdeu cerca de 70% do seu valor. Só neste ano, o maior Oráculo do mundo caiu 20% com as sucessivas quedas do mercado. 

Porém, por estar relacionado ao universo das DeFis, a LINK ainda é uma criptomoeda relativamente desconhecida. Ou seja, ela tem um grande potencial de valorização com a popularização das finanças descentralizadas. 

Hoje, a Chainlink é negociada em queda de 5,66%, cotada a US$ 15,73 (R$ 81,25) por volta das 16h. 

*Com informações do CoinDesk

Compartilhe

CRIPTOMOEDAS HOJE

Sabe quem não saiu do ar com a pane cibernética? O bitcoin (BTC), que aproveitou para subir para os US$ 66 mil hoje

19 de julho de 2024 - 15:15

Verdade seja dita, desde a criação do bitcoin em 3 de janeiro de 2009, a maior criptomoeda do mundo ficou online 99,99% do tempo

DESCOMPRESSÃO

Bitcoin (BTC) avança para os US$ 62 mil: veja os dois eventos que fizeram os preços da maior criptomoeda do mundo ‘respirar’ hoje

15 de julho de 2024 - 8:48

Um dos fatores que contribuíram para um alívio nos preços do bitcoin e das demais criptomoedas do mundo foi o fim das transferências do governo da Alemanha

CRIPTOMOEDAS HOJE

Por que o atentado contra Trump ajudou o bitcoin (BTC) recuperar o patamar de US$ 60 mil

14 de julho de 2024 - 10:03

Depois de patinar no início de julho, bitcoin (BTC) mostrou uma recuperação mais firme após o atentado de sábado contra Trump

É A VOLTA DO RALI

Bitcoin (BTC) salta e busca os US$ 59 mil após inflação dos EUA vir menor que o esperado; veja criptomoedas que sobem hoje

11 de julho de 2024 - 10:33

Imediatamente após os dados de inflação, os mercados já precificaram em cerca de 87% de chance de o Fed começar a cortar as taxas em sua próxima reunião, em setembro

CRIPTOMOEDAS HOJE

Até onde vai o preço do bitcoin (BTC)? Queda pode colocar criptomoeda no nível de US$ 50 mil, mesmo com expectativas positivas para 2024

8 de julho de 2024 - 12:12

Apesar das perspectivas de curto prazo serem negativas, analistas ouvidos pela reportagem apontam que, em um horizonte maior, o bitcoin tende a se valorizar

CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) começa semana com desconto de 6% após perdas recentes; entre as criptomoedas, Notcoin (NOT) salta 50% hoje 

7 de julho de 2024 - 11:49

O Notcoin começou como um jogo que se tornou viral entre os usuários do app de mensagens Telegram

EM QUEDA LIVRE

Bitcoin (BTC) perde suporte e chega aos US$ 54 mil; criptomoedas derretem em meio à crise da gestora Mt. Gox

5 de julho de 2024 - 9:41

Gestora que entrou em falência há dez anos realizará pagamentos aos credores neste mês; distribuição de bitcoins no mercado pressionam os preços das criptomoedas nesta sexta-feira (5)

DESCE?

Bitcoin (BTC) cai e testa suporte de US$ 57 mil com vencimento de contratos somando mais de US$ 340 milhões

4 de julho de 2024 - 7:27

Além disso, a ausência de negócios em Nova York em virtude do feriado de independência dos EUA tende a trazer volatilidade aos negócios

ONDE INVESTIR NO 2º SEMESTRE

Bitcoin (BTC) vai renovar máximas históricas de novo? Analistas veem criptomoedas apenas no início de um ciclo de novas altas

4 de julho de 2024 - 6:15

Conheça também três setores e três moedas virtuais que podem se valorizar no segundo semestre de 2024

REAL DIGITAL

Um jabuti no Drex: Congresso usa PEC da autonomia do BC para preservar cartórios dos impactos do real digital

3 de julho de 2024 - 9:43

Jabuti que limita uso do real digital para reduzir burocracia foi inserido na PEC da autonomia do BC durante tramitação na CCJ do Senado

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar