🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView

Cada vez mais países devem formar reservas de bitcoin ao longo de 2022; entenda como você pode aproveitar

19 de janeiro de 2022
19:06 - atualizado às 20:32
Mão segurando bússola de cima, no chão uma seta aponta para direita/cima
Quem chega primeiro topa correr mais riscos em troca de um retorno potencial muito maior — Imagem: Shutterstock

Você provavelmente já viu uma imagem similar a esta abaixo. Ela mostra o conceito da curva de adoção, em S, de uma nova tecnologia ou produto.

Figura: Difusão de inovações Fonte: Everett Rogers e Wikipédia

A curva em formato de sino é um reflexo da curva em S, mostrando o tamanho, ao longo do tempo, dos públicos que aderem a tal inovação.

Malcolm Gladwell discute em seu livro “O Ponto da Virada” como, a partir de certo ponto, "abre-se a porteira" para a adoção em massa por novos usuários.

Quando pensamos no mercado de cripto, tomando, por exemplo, a adoção do bitcoin pelo varejo e, mais recentemente, pelo mercado institucional, podemos vislumbrar uma curva muito similar a essa.

Os inovadores e “early adopters” topam maior risco no início ao adotar algo até então desconhecido em troca de um retorno potencial muito maior do que o de quem chega no meio ou final da festa.

Esse conceito pode ser extrapolado para vários subsegmentos de públicos que entram para o mercado de cripto.

Em 2021, acompanhamos uma entrada mais forte de agentes institucionais, como fundos de investimento, nesse espaço. Talvez, porém, um dos fatos que mais tenha chamado a atenção tenha sido a adoção em nível nacional por El Salvador.

O que para muitos pode ter parecido (e ainda soar como) loucura foi comemorado pela comunidade como um passo importante na adoção de criptoativos de forma ainda mais relevante.

Agora, é curioso como aquilo que, inicialmente, parecia um fato isolado e apenas uma espécie de jogada de marketing de um país pequeno começa a se transformar em uma narrativa mais séria e ampla.

Nos últimos dias, a Fidelity Investments, companhia do mercado tradicional, que possui mais de US$ 4 trilhões (isso mesmo, trilhões) sob gestão, publicou um relatório em que afirma que os países que se anteciparem hoje para adquirir reservas de bitcoin estarão melhor posicionados para o futuro do que seus pares.

Se há uma verdade que eu aprendi sobre tecnologia e vi se repetir no mercado financeiro é que poucos topam ser os primeiros a adotar algo novo, mas ninguém quer ser o último.

O argumento da Fidelity vai justamente nessa linha, incorporando um pouco da teoria dos jogos em seu raciocínio.

"Mesmo que um país não concorde com os fundamentos do bitcoin, ele será forçado a adquiri-lo como forma de seguro" e "é um preço baixo a ser pago hoje como hedge, comparado a um custo potencial muito maior no futuro" são duas frases do relatório.

Claro, não?

Na minha opinião, o tamanho de mercado total dos criptoativos ainda é pequeno o suficiente para que narrativas assim se construam, em que players grandes (nesse caso, países e grandes instituições) vejam como um custo muito pequeno para se capturar todas as opcionalidades que esse mercado carrega consigo.

Fato é que, hoje, o bitcoin está no centro de tal narrativa, simplesmente por ser o ativo mais amplamente conhecido. Mas não precisa, e provavelmente, não deve continuar assim.

Conforme o mercado amadurece, vamos observando uma separação mais clara entre setores e, possivelmente, uma menor correlação entre eles.

Assim, é de se esperar, que narrativas paralelas sejam construídas para DeFi, para o mercado de jogos e NFTs, contratos inteligentes, etc., e, no fim, ninguém queira ser o último a estar posicionado em tecnologias promissoras como as que vêm sendo desenvolvidas nesse ecossistema.

Eu acredito, sim, que mais países passarão a ter reservas de bitcoin ao longo de 2022, e também que isso não ficará mais restrito apenas ao maior ativo em valor de mercado que conhecemos hoje.

Compartilhe

CRYPTO NEWS

Bitcoin é legal. Qual a sua opinião?

23 de fevereiro de 2022 - 18:20

Sim, eu acho o bitcoin super legal, mas, no título, me referia à legalidade da moeda

CRYPTO NEWS

Por que o sorteio de US$ 3 milhões em bitcoin da Coinbase foi a melhor campanha de marketing do ano

16 de fevereiro de 2022 - 18:52

O anúncio da Coinbase deu tão certo que gerou 20 milhões de acessos em um único minuto

CRYPTO NEWS

O que o sumiço de US$ 3,5 bilhões em bitcoin (BTC) pode te ensinar sobre criptomoedas?

9 de fevereiro de 2022 - 17:57

Bitcoin não é privado. Sem o uso de artifícios que tentam esconder movimentações, é relativamente fácil ligar a posse dos ativos à identidade

CRYPTO NEWS

De desacreditado a queridinho: ativo escolhido por Neymar pode repetir história do Bitcoin

2 de fevereiro de 2022 - 19:46

NFTs são a nova forma de propriedade digital. Podem ser as obras de arte que teremos em nossas paredes virtuais, por exemplo

CRYPTO NEWS

O bitcoin está em um bear market? Fique por dentro do que vem por aí no mercado de criptomoedas

26 de janeiro de 2022 - 17:59

O mercado de cripto se mexe rápido. Às vezes até demais. Pensei no título desta edição da coluna ontem, enquanto pendurava as roupas no varal (um dos melhores momentos para insights) e hoje parece estranho escrever isso enquanto vários ativos estão subindo 10% ou mais. Pode ficar ainda mais estranho se, quando esta coluna chegar […]

CRYPTO NEWS

Por que o bitcoin (BTC) e outras criptomoedas são a chave para você lucrar com a web 3.0

5 de janeiro de 2022 - 19:31

Para lucrar com a evolução da internet, é necessário comprar e acumular criptos que representam o valor de um sistema com desenvolvimento sustentável

CRYPTO NEWS

O bitcoin deveria proteger seu patrimônio da inflação, mas a alta dos preços também afeta as criptomoedas; entenda

15 de dezembro de 2021 - 18:28

A principal moeda digital do mercado e outros membros do criptouniverso
sofrem com a realidade de curto prazo nos Estados Unidos

CRYPTO NEWS

Guia prático para ter sucesso investindo em bitcoin e outras criptomoedas

8 de dezembro de 2021 - 18:34

Veja dicas das quais sempre me lembro durante os momentos mais complexos. Sugestão: anote-os em um caderno e os releia antes de abrir o site da corretora e decidir fazer uma operação

CRYPTO NEWS

Aprenda com o bitcoin: não perca o timing com a próxima promessa cripto

1 de dezembro de 2021 - 18:47

O mercado de criptomoedas tem colocado alguns sorrisos nos rostos de quem vem investindo nessa classe de ativos

CRYPTO NEWS

Como surfar na onda do bitcoin e outras criptomoedas neste fim de ano

24 de novembro de 2021 - 17:13

O mercado cripto sempre foi sobre mudanças, e sobre como nos posicionar antecipadamente para surfá-las antes da maioria

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies