Menu
André Franco
Crypto News
André Franco
É engenheiro e especialista em criptomoedas da Empiricus
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-04T17:50:16-03:00
CRYPTO NEWS

Varejo vendendo para institucional? O jogo entre investidores virou com o bitcoin e outras criptomedas

Diferente do ciclo da internet, em que fundos de risco vendiam sua parte no IPO para as pessoas físicas, em cripto houve a inversão de quem compra de quem

4 de agosto de 2021
17:50
de olho no bitcoin (BTC) hoje
A injeção de dinheiro na economia por parte da China pode animar o mercado de criptomoedas e o bitcoin (BTC pode se beneficiar desse cenário - Imagem: Shutterstock

Uma das coisas que acho mais fascinante no universo cripto é a inversão do fluxo de investidores que estamos vendo em vários protocolos.

Isso porque os investidores, ou nesse caso token holders, mais antigos são pessoas comuns que se envolveram com o protocolo muito cedo.

Já os investidores mais novos são os fundos de venture capital (VCs) que em alguma instância tiveram que comprar tokens de pessoas comuns.

Diferente do ciclo da internet, em que os VCs fechavam rodadas privadas e vendiam sua parte no IPO para as pessoas físicas, em cripto houve a inversão de quem compra de quem.

Se por um lado isso permite que qualquer pessoa que saiba inglês possa se envolver com alguma comunidade, comprar tokens e literalmente ficar rica, por outro assusta os fundos de risco.

Imagine como seria passar vergonha em um jogo em que a pessoa física está dando show. 

Esse risco de imagem é algo que nenhum engravatado que consegue falar meia dúzia de jargões financeiros quer passar, ainda mais perdendo dinheiro onde o João do fórum ficou rico.

E essa história de maior poder para as pessoas e menos para os fundos de VC ganhou um novo capítulo no mês passado.

Dois projetos bem conhecidos na comunidade cripto abriram discussões em fóruns do projeto para ofertar um percentual dos seus tokens em troca de financiamento.

A PoolTogether, loteria descentralizada, propôs uma captação de US$ 7 milhões com 35% de desconto sobre valor nominal dos tokens. 

A Sushiswap, corretora descentralizada, propôs um negócio de US$ 60 milhões com 20% a 30% de desconto sobre o token SUSHI nas mãos do time. 

Em ambos os processos, a comunidade se manifestou contra o negócio e os VCs tiveram que responder e em alguma medida diminuir o desconto e aumentar o período de lockup dos tokens.

Esses episódios são emblemáticos porque mostram como os projetos mais descentralizados atendem os interesses da comunidade e, em última instância, os VCs também. 

Isso pode ser transformador para os negócios que os projetos irão fechar no futuro e pode causar novamente uma sacudida em como os VCs se relacionam com o mercado cripto.

Além de ter medo de perder para o João do fórum, os fundos de risco agora terão que ouvir a opinião dele e até acatá-la.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

fala, vale

Vale (VALE3): a receita para a queda das ações, segundo a própria empresa

Empresa teve de emitir um comunicado em resposta a um ofício da B3 que solicitava justificativas para a oscilação das ações da mineradora entre os dias 6 e 20 de setembro

MERCADOS HOJE

Ibovespa recupera os 114 mil pontos após nova Selic; dólar sobe a R$ 5,30

Na ressaca da Super quarta, os investidores seguiram atentos aos desdobramentos dos problemas financeiros da Evergrande; Ibovespa acompanhou NY

Sob nova direção

Mudanças no alto escalão da Ultrapar agradam e ações disparam 9%. Hora de comprar UGPA3?

Analistas enxergam movimentação da Ultrapar como ‘ponto de virada’ e uma surpresa positiva, mas ainda é cedo para um diagnóstico mais preciso do futuro.

OCCUPY B3

B3 (B3SA3) recua quase 3% com ocupação do MTST; movimentos sociais protestam contra o governo e a desigualdade social na sede da Bolsa

Militantes do movimento por moradia entraram no saguão da bolsa de valores em ato contra as altas no desemprego e na inflação

Balança, mas (ainda) não cai

Qual o destino da Evergrande? Veja quatro possíveis cenários para a crise da gigante chinesa

As ações da Evergrande subiram mais de 17% na bolsa de valores de Hong Kong após um acordo com credores. A situação, porém, está longe de ser resolvida. Saiba o que esperar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies