🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-05-30T20:14:12-03:00
Carolina Gama
AGORA VAI

Pressão máxima contra Putin? UE chega a acordo para banir petróleo russo — mas não será de uma vez; entenda

As exportações de petróleo têm rendido bilhões aos cofres da Rússia mesmo com sanções impostas pelos EUA e aliados

30 de maio de 2022
20:12 - atualizado às 20:14
Putin
O presidente da Rússia, Vladimir Putin - Imagem: Reprodução/Flickr

26 dias. Esse foi o tempo que a União Europeia (UE) levou para obter um acordo que proíbe o petróleo russo no bloco — medida considerada pelos europeus como uma pressão máxima contra Vladimir Putin para o fim da guerra na Ucrânia

No dia 4 de maio, a Comissão Europeia, braço executivo da UE, apresentou uma nova rodada de sanções contra a Rússia. Entre as medidas estava o plano para eliminar as importações de petróleo russo pelos membros do bloco.

Mas diferente dos EUA, que anunciaram a proibição imediata, os 26 dias para o acordo têm uma explicação: a União Europeia é altamente dependente do petróleo e do gás natural fornecidos pela Rússia.

Segundo dados de 2020, a Rússia respondia por 25% de todo o petróleo importado pelos países que integram a UE.

Desde a invasão da Ucrânia pela Rússia, Bruxelas tem imposto sanções a Moscou, mas vinha evitando medidas que envolvessem commodities energéticas.

Em março, a Comissão Europeia anunciou um acordo com os Estados Unidos destinado a reduzir a dependência do gás natural russo.

Pressão máxima contra Putin?

O porta-voz do acordo da UE foi o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel. Ele explicou que a proibição cobre imediatamente mais de dois terços das importações de petróleo da Rússia. 

Segundo ele, a medida deve cortar uma fonte imensa de financiamento para a máquina de guerra de Vladimir Putin. 

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, elogiou o acordo, afirmando que cortará cerca de 90% das importações de petróleo da Rússia para a UE até o fim deste ano.

Resolvendo diferenças 

Os membros da UE passaram horas tentando resolver as diferenças sobre a proibição das importações de petróleo da Rússia, sendo a Hungria a principal opositora da medida.

Outros países sem litoral, como a Eslováquia e a República Tcheca, também pediram mais tempo devido à sua dependência do petróleo russo. 

A Bulgária, já cortada do gás russo pela Gazprom, também buscou alternativas.

A crise do custo de vida sentida em toda a Europa também não ajudou. A disparada dos preços de energia — entre outras coisas — reduziram o apetite de alguns países da UE por sanções que também podem prejudicar as próprias economias.

Putin sente peso de mais sanções

Apesar de o cenário não favorecer a imposição de mais sanções, o novo pacote de União Europeia inclui outras medidas contra Putin. 

Entre elas, a retirada de um dos maiores bancos russos, o Sberbank, do sistema internacional de pagamentos Swift, o banimento de mais três emissoras estatais russas e sanções a indivíduos considerados responsáveis por crimes de guerra na Ucrânia. 

Enquanto isso...

Enquanto a UE proíbe o petróleo russo, a Gazprom interromperá o fornecimento de gás à holandesa GasTerra a partir da terça-feira (31).

De acordo com comunicado da GasTerra, a decisão foi tomada depois de a companhia holandesa ter afirmado que não atenderia às exigências de Putin de pagar o combustível em rublos.

A empresa holandesa não quer arriscar violar as sanções impostas pela União Europeia, além de haver muitos riscos financeiros e operacionais ligados à rota de pagamento.

O corte de oferta pela Gazprom significa que entre agora e 1 de outubro, quanto o contrato se encerra, aproximadamente 2 bilhões de metros cúbicos de gás contratados não serão entregues.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa cai abaixo dos 99 mil pontos em dia de baixa liquidez; dólar e juros sobem com petróleo

Sem Wall Street, o Ibovespa teve um dia de movimentação limitada. Apesar da alta do petróleo, o índice não conseguiu se consolidar em alta

ELEIÇÕES 2022

Quem é Maria Luiza Ribeiro Viotti, a primeira mulher a comandar o Itamaraty se Lula vencer as eleições?

A indicação de uma mulher para o Itamaraty contemplaria o movimento feminino na diplomacia, que ganhou força política no Congresso e foi incentivado por Amorim no passado; o Brasil nunca teve uma chanceler

QUEREM PARAR O RUSSO

Todos contra Putin: O assunto da vez da reunião dos líderes do G7? Impor limites à Rússia

Dessa vez, a ideia central é a de impor um “teto” no preço dos combustíveis russos — a proposta foi trazida à pauta pelo presidente americano, Joe Biden

TECNOLOGIA EM FOCO

Em busca de inovação: Petrobras (PETR4) lança oportunidades para aquisição de soluções de startups e empresas de tecnologia; saiba como funciona

A Petrobras vai investir até R$ 21,2 milhões em empresas de tecnologia e startups de soluções nas áreas de robótica, tecnologias digital e d inspeção

DUELO DE GIGANTES

Berkshire, de Warren Buffett, está à caça da Tesla, de Elon Musk — veja como anda essa disputa

No auge da pandemia de covid-19, a fabricante de veículos elétricos nadou de braçada, com as ações disparando mais de 12 vezes, enquanto os papéis da holding do Oráculo de Omaha subiram modestos 60%; será que o cenário ainda é o mesmo?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies