🔴 NOVA META: RENDA EXTRA DE ATÉ R$ 2 MIL POR DIA – SAIBA COMO

Guilherme Valle
APROVEITANDO AS SINERGIAS

Nubank (NUBR33): ações disparam após UBS afirmar que corretora do banco pode ser ameaça para a XP; saiba os motivos

De acordo com o relatório do UBS BB, é possível constatar que a maioria dos clientes da XP possui conta bancária no Nubank

Guilherme Valle
8 de março de 2022
19:54 - atualizado às 9:33
Nubank na NYSE NuSócios
O Nubank assistiu a um início promissor na NYSE, que logo frustrou os acionistas. Mas talvez as coisas possam voltar a melhorar - - Imagem: Nubank / divulgação

O Nubank (NUBR33) assistiu a um início promissor na bolsa de Nova York, mas logo devolveu os ganhos da primeira semana e passou a ser negociada abaixo do valor do IPO.

Hoje a coisa pode ter voltado a ficar melhor para o Nubank que viu suas ações ganharem 10,98% na NYSE, sendo negociadas a US$ 7,58. Por aqui, o BDR do Nubank também registrou alta importante, de 9,17% e terminou o dia valendo R$ 6,43.

Isso pode ter relação com a Pesquisa de Consumidores de Cartões de Crédito e Investimentos do UBS Evidence Lab, divulgada ontem (7), e que mostrou que o roxinho pode estar ganhando um espaço importante entre os corretores independentes no Brasil.

O Nu Invest já alcançou 27% de participação de mercado entre plataformas independentes de investimentos, enquanto o BTG Pactual, para se ter uma ideia, só alcançou 5%. A XP continua a liderar o segmento, com participação de 50%.

IMPORTANTE: liberamos um guia gratuito com tudo que você precisa para declarar o Imposto de Renda 2022; acesse pelo link da bio do nosso Instagram e aproveite para nos seguir.

Ainda de acordo com o relatório do UBS BB, é possível constatar que a maioria dos clientes da XP possui conta bancária no Nubank, isso torna evidente que uma expansão no segmento de investimentos do Nubank poderia ter impacto direto sobre a corretora.

Por outro lado, se a XP decidir expandir sua oferta de serviços bancários, o Nubank também deve sofrer impactos importantes.

Mas antes de continuar, temos um convite: no nosso Instagram (clique aqui para nos seguir) explicamos o motivo da valorização das ações no Nubank (NUBR33) na bolsa americana. Por lá você também recebe análises econômicas, riscos de mercado e indicações de investimentos. Confira abaixo o nosso conteúdo e siga-nos para fazer parte da nossa comunidade de investidores.

Voltando ao assunto, um breve histórico do Nubank

A oferta inicial de ações do Nubank na NYSE foi muito promissora. O banco assistiu seus papéis saindo no topo da faixa indicativa, que ia de US$ 8 até US$ 9 por ação. 

O IPO foi capaz de movimentar US$ 2,6 bilhões, e o banco digital chegou ao mercado valendo US$ 41,4 bilhões, ultrapassando o Itaú Unibanco (ITUB4), até então a maior instituição financeira da América Latina.

No dia seguinte, o banco ainda assistiu a mais um pregão em que suas ações se valorizaram e fecharam o dia já superando os US$ 10, o que representava um ganho de quase 15%.

Mas a alegria não durou muito. Depois de uma primeira semana em que o roxinho só perderia para Vale e Petrobras em valor de mercado, a segunda semana já começou com fortes ajustes, que levariam a ação para um patamar distante do atingido nos primeiros dias. Nosso colunista de análise gráfica Rogério Araújo, aliás, avalia que esse cenário faz o Nubank não valer a pena e a ação está sem rumo. Assista:

Em um primeiro momento, até parecia que o movimento tinha mais a ver com uma realização de lucros, já que o Nubank havia optado por realizar sua oferta pública sem lock-up, abrindo espaço para que investidores se aproveitassem da valorização inicial dos papéis.

Conforme o tempo foi passando, contudo, ficou evidente que o movimento se tratava de um ajuste um pouco mais profundo. O início da cobertura do Nubank pelo BTG já apontava para um potencial de valorização muito pequeno, em torno de 4,5%, o que motivou uma recomendação neutra.

Dentre os fatores apontados pelo banco para a leitura menos otimista estava a deterioração do cenário macroeconômico brasileiro, que poderia impor desafios importantes já que, para os bancos, o custo de capital tem influência decisiva sobre os lucros.

Outro problema é que para instituições financeiras a vantagem de ser totalmente digital é menor do que em outros segmentos. Isso porque linhas de custo importantes acabam não se beneficiando, o que exige um patrimônio líquido mais robusto para sustentar a operação.

IMPORTANTE: liberamos um guia gratuito com tudo que você precisa para declarar o Imposto de Renda 2022; acesse pelo link da bio do nosso Instagram e aproveite para nos seguir.

Compartilhe

Engordando os proventos

Caixa Seguridade (CXSE3) pode pagar mais R$ 230 milhões em dividendos após venda de subsidiárias, diz BofA

14 de setembro de 2022 - 13:22

Analistas acreditam que recursos advindos do desinvestimento serão destinados aos acionistas; companhia tem pelo menos mais duas vendas de participações à vista

OPA a preço atrativo

Gradiente (IGBR3) chega a disparar 47%, mas os acionistas têm um dilema: fechar o capital ou crer na vitória contra a Apple?

12 de setembro de 2022 - 13:09

O controlador da IGB/Gradiente (IGBR3) quer fazer uma OPA para fechar o capital da empresa. Entenda o que está em jogo na operação

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Exclusivo Seu Dinheiro

Magalu (MGLU3) cotação: ação está no fundo do poço ou ainda é possível cair mais? 5 pontos definem o futuro da ação

10 de setembro de 2022 - 10:00

Papel já alcançou máxima de R$ 27 há cerca de dois anos, mas hoje é negociado perto dos R$ 4. Hoje, existem apenas 5 fatores que você deve olhar para ver se a ação está em ponto de compra ou venda

NOVO ACIONISTA

Com olhos no mercado de saúde animal, Mitsui paga R$ 344 milhões por fatias do BNDES e Opportunity na Ourofino (OFSA3)

9 de setembro de 2022 - 11:01

Após a conclusão, participação da companhia japonesa na Ourofino (OFSA3) será de 29,4%

Estreia na bolsa

Quer ter um Porsche novinho? Pois então aperte os cintos: a Volkswagen quer fazer o IPO da montadora de carros esportivos

6 de setembro de 2022 - 11:38

Abertura de capital da Porsche deve acontecer entre o fim de setembro e início de outubro; alguns investidores já demonstraram interesse no ativo

Bateu o mercado

BTG Pactual tem a melhor carteira recomendada de ações em agosto e foi a única entre as grandes corretoras a bater o Ibovespa no mês

5 de setembro de 2022 - 15:00

Indicações da corretora do banco tiveram alta de 7,20%, superando o avanço de 6,16% do Ibovespa; todas as demais carteiras do ranking tiveram retorno positivo, porém abaixo do índice

PEQUENAS NOTÁVEIS

Small caps: 3R (RRRP), Locaweb (LWSA3), Vamos (VAMO3) e Burger King (BKBR3) — as opções de investimento do BTG para setembro

1 de setembro de 2022 - 13:50

Banco fez três alterações em sua carteira de small caps em relação ao portfólio de agosto; veja quais são as 10 escolhidas para o mês

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Passando o chapéu: IRB (IRBR3) acerta a venda da própria sede em meio a medidas para se reenquadrar

30 de agosto de 2022 - 11:14

Às vésperas de conhecer o resultado de uma oferta primária por meio da qual pretende levantar R$ 1,2 bilhão, IRB se desfaz de prédio histórico

Exclusivo Seu Dinheiro

Chega de ‘só Petrobras’ (PETR4): fim do monopólio do gás natural beneficia ação que pode subir mais de 50% com a compra de ativos da estatal

30 de agosto de 2022 - 9:00

Conheça a ação que, segundo analista e colunista do Seu Dinheiro, representa uma empresa com histórico de eficiência e futuro promissor; foram 1200% de alta na bolsa em quase 20 anos – e tudo indica que esse é só o começo de um futuro triunfal

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar