O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-04-12T14:27:01-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa cai mais de 1% com temor de um aperto monetário mais duro em todo o mundo; dólar recua a R$ 4,69

Inflação alta nos Estados Unidos, na China e no Brasil preocupa, e o Ibovespa não conseguiu desviar do cenário externo deteriorado

11 de abril de 2022
18:26 - atualizado às 14:27
Taxa de Juros Claquete v2
Imagem: Andrei Morais

Não é só o Banco Central brasileiro que está preocupado com a inflação alta persistente. Antes mesmo da divulgação dos dados oficiais, que só serão conhecidos amanhã, a Casa Branca já antecipou que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) terá uma “alta extraordinária”. 

Para o governo americano, Vladimir Putin é o homem a ser culpado pelo pico de alta, mas o mercado não está olhando para o leste europeu em busca de vilões. Se, antes mesmo de conhecer os números de março, o Federal Reserve já se mostrava disposto a acelerar o ritmo do aperto monetário, os investidores temem o que pode ocorrer caso a situação se deteriore ainda mais. 

Más notícias também chegam da China. A alta dos preços atingiu a marca de 1,5% em março, acima do esperado pelos analistas. O país, que tem o maior mercado consumidor do mundo e ainda sofre com restrições impostas pela pandemia da covid-19, aumenta os temores de uma desaceleração econômica global, o que levou as commodities a fecharem em forte queda nesta segunda-feira (11) – o minério de ferro recuou mais de 2%, enquanto o petróleo do tipo Brent, utilizado de referência, caiu 4%.

Isso sem falar que a guerra continua, e a pressão inflacionária pode se estender para os próximos meses. Em Nova York, a curva de juros voltou a operar em alta, pressionando o Nasdaq, que perdeu 2,18%, e os demais índices em Wall Street. O Dow Jones recuou 1,19%, e o S&P500 caiu 1,68%.

Com as bolsas globais no vermelho e as commodities em queda, o Ibovespa teve pouco espaço para tentar nadar contra a maré e encerrou o dia nas mínimas, em queda de 1,16%, aos 116.952,85 pontos. 

A inflação brasileira, divulgada no fim da semana passada, também foi pauta. Com o BC oficialmente preocupado com o número, crescem as apostas de que a Selic terminará o ano acima dos 12,75%. A curva de juros brasileira operou em forte alta, mas o dólar à vista caiu 0,39%, a R$ 4,6904, de olho no cenário positivo para investimento estrangeiro no país. 

E agora, Roberto?

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, proferiu uma palestra no evento da Arko Advice com o TC, em que falou sobre a perspectiva de inflação e juros para o Brasil. 

Campos Neto ressaltou que os núcleos de inflação estão surpreendendo em todos os países e que o momento de alta dos preços é global. No entanto, ele pondera que a queda do dólar por aqui ainda não se refletiu em um arrefecimento do índice oficial de preços, o IPCA. 

"Estamos analisando surpresas no IPCA e vamos ver se muda algo na tendência", comentou o chefe do Banco Central. 

O grande vilão da inflação dos últimos meses foi o preço dos combustíveis, e Campos Neto atribuiu essa forte alta ao repasse do avanço do petróleo às bombas de gasolina. 

Dessa maneira, o presidente do BC afirmou que a autoridade monetária "está aberta para reanalisar a política monetária". "Alta nos juros que já fizemos terá impacto nos próximos trimestres". Confira o fechamento dos principais vencimentos dos contratos de DI:

CÓDIGONOME ULT  FEC 
DI1F23DI jan/2313,10%12,94%
DI1F25DI Jan/2511,98%11,81%
DI1F26DI Jan/2611,72%11,61%
DI1F27DI Jan/2711,65%11,56%

Sobe e desce do Ibovespa

A notícia de que a J&F, da família Batista, pretende apresentar uma proposta para comprar as fatias pertencentes a Petrobras e Novonor na Braskem (BRKM5) impulsionou as ações da petroquímica nesta segunda-feira. Na semana passada, a informação de que a Novonor estaria estudando alternativas no mercado privado já havia mexido com os papéis.

A Braskem, no entanto, nega que as conversas tenham avançado. Segundo nota emitida na manhã de hoje, a empresa consultou os seus acionistas, que negaram avanço nas negociações. Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
BRKM5Braskem PNAR$ 44,971,88%
ABEV3Ambev ONR$ 15,201,81%
CIEL3Cielo ONR$ 3,471,46%
ENBR3Energias do Brasil ONR$ 22,311,46%
CRFB3Carrefour Brasil ONR$ 23,561,12%

Sem destaques no noticiário, BRF teve uma queda puxada por uma realização dos lucros recentes. Os papéis da B3 repercutiram os dados operacionais divulgados pela companhia.

Setorialmente, as empresas de varejo e tecnologia tiveram um pregão de fortes perdas, apoiadas na perspectiva de inflação mais alta e juros ainda mais elevados. Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
BRFS3BRF ONR$ 16,20-7,11%
COGN3Cogna ONR$ 2,67-5,65%
WEGE3Weg ONR$ 32,55-4,66%
B3SA3B3 ONR$ 14,88-4,62%
SOMA3Grupo SomaR$ 13,43-3,93%
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

CHARLIE BROWN DEU A LETRA

Na mão grande: Putin confisca e subsidiária do Google (GOGL34) na Rússia beira a falência; entenda a história

Governo russo confia na censura e na propaganda para moldar a opinião pública — táticas que lançaram as empresas de tecnologia em uma luta complicada. Ao mesmo tempo, o Kremlin tem procurado impedir que as big techs deixem o país

compre bancão

Por que o Bank of America cortou o preço-alvo das ações dos bancos brasileiros, mas ainda recomenda comprar os papéis?

Resultados dos bancos no primeiro trimestre foram bons, mas a revisão tem mais a ver com a conjuntura macroeconômica global

FECHAMENTO DO DIA

S&P 500 é engolido por avalanche de vendas entre big techs e varejo; veja o gatilho para a queda das bolsas nos EUA

Perspectiva de um aumento de juros mais agressivo volta a assombrar os investidores em Wall Street, que fugiram de ações e outros ativos mais arriscados

DE VOLTA DAS CINZAS

Nova esperança da Terra (LUNA)? Criador do projeto tenta salvar criptomoeda que desapareceu com proposta de atualização; é o suficiente?

O relançamento da Terra inclui distribuição gratuita de novas criptomoedas para alguns investidores; saiba se você pode receber

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies