2022-07-08T19:16:56-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Medo de uma recessão ameniza e Ibovespa sobe 1,35% na semana; dólar cai, mas PEC dos benefícios pressiona juros

Apesar no alívio das preocupações com o aperto monetário americano, o Ibovespa sefguiu pressionado pela questão fiscal

8 de julho de 2022
18:57 - atualizado às 19:16
Federal Reserve
Imagem: Montagem Andrei Morais/ Shutterstock

Desde que a crise deixada pelo coronavírus começou a ficar no passado, o mercado financeiro se viu diante de uma dificuldade maior na leitura dos dados econômicos divulgados. 

É bem verdade que caminhamos muito desde que o pior passou, mas os economistas e os banqueiros centrais seguem tendo que encarar números ambíguos na hora de tomar uma decisão. 

No passado recente, chamava a atenção a desigualdade da recuperação dos diversos setores da economia. Agora, indicadores de inflação e do mercado de trabalho se chocam e não permitem que um cenário-base definitivo seja cravado. O resultado disso você conhece bem: muita volatilidade nas bolsas. 

Nestes tempos, é difícil que um número seja apenas “bom” ou “ruim”. Sempre existem muitas camadas a serem analisadas. Tome por exemplo a divulgação do relatório do mercado de trabalho americano (payroll) divulgado nesta manhã. 

Foram criados 372 mil vagas de emprego, acima das previsões de 275 mil.  Se por um lado o número comprova a recuperação da economia, por outro a resiliência do mercado de trabalho estadunidense pode ser um sinal verde para que o Banco Central norte-americano siga o plano de elevar os juros ainda mais. 

Para William Castro Alves, estrategista-chefe da Avenue Securities, a postura do Fed se manterá restritiva e firme em controlar a inflação até que os dados parem de ser dúbios e mostre que em diversos espectros da economia americana ela se encontra realmente em desaceleração, o que só deve acontecer mais para o fim do terceiro trimestre. 

Em Nova York, as bolsas conseguiram reverter as perdas iniciais e fecharam em leve alta, ainda otimistas com a possibilidade de se evitar uma recessão. A inflação brasileira veio levemente acima do esperado, mas a instabilidade provocada pelos dados imperou ao longo do dia – que também contou com uma pressão negativa do minério de ferro. 

Com isso, o Ibovespa fechou o dia em queda de 0,44% aos 100.288,94 pontos, mas acumulou um avanço de 1,35% na semana. Já o dólar à vista fechou a sexta-feira em baixa de 1,44%, a R$ 5,2680, um recuo de 1% no mesmo período. 

Ainda tá salgada

A inflação oficial de junho acelerou menos que o esperado pela maior parte do mercado, mas nem por isso a notícia serve de alívio grande para o quadro inflacionário brasileiro. Os itens que provocaram o avanço do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no mês passado sinalizam uma piora na “qualidade” da inflação.

O índice de inflação ficou em 0,67%, um acumulado de 11,89% nos últimos 12 meses. Para boa parte dos analistas, o número segue indicando que o Banco Central (BC) pode ser obrigado a intensificar ainda mais o forte aperto monetário e prolongue a escalada dos juros, que em pouco mais de um ano já levou a taxa Selic de 2% para 13,25% ao ano.

Ficou para depois

Era esperado para a noite de ontem a votação final da PEC dos benefícios, que deve ter um impacto fiscal de R$ 40 bilhões, mas a sessão foi interrompida por falta de quórum. 

Ao longo da semana, a pressão oriunda da preocupação com as contas públicas foi a principal razão para vermos uma inclinação dos principais contratos de DI. 

CÓDIGONOMEULT FEC 
DI1F23DI jan/2313,79%13,76%
DI1F25DI Jan/2512,97%12,84%
DI1F26DI Jan/2612,85%12,71%
DI1F27DI Jan/2712,88%12,74%

Sobe e desce do Ibovespa

Aproveitando um momento de rotação de carteiras e também um alívio na percepção de recessão, as empresas dos setores de varejo e educação recuperaram parte das perdas recentes. Confira as maiores altas da semana:

CÓDIGONOMEULTVARSEM
VIIA3Via ONR$ 2,4429,10%
AMER3Americanas S.AR$ 15,9024,90%
MGLU3Magazine Luiza ONR$ 2,6420,00%
COGN3Cogna ONR$ 2,4217,48%
YDUQ3Yduqs ONR$ 14,8114,10%

Ao mesmo tempo, o temor de recessão e a forte desvalorização do dólar levou as petroleiras e exportadoras a dominarem as principais quedas dos últimos dias. Vale lembrar que o petróleo chegou a acumular perdas de 12% ao precificar uma demanda menor para a commodity Confira as maiores quedas:

CÓDIGONOMEULTVARSEM
RRRP33R Petroleum ONR$ 32,82-7,78%
GOLL4Gol PNR$ 8,48-7,73%
BRKM5Braskem PNAR$ 34,57-7,39%
SUZB3Suzano ONR$ 47,60-5,65%
ELET3Eletrobras ONR$ 43,78-4,51%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Todos os olhos e ouvidos do Ibovespa voltados para a inflação de hoje enquanto as bolsas internacionais aguardam os dados dos EUA

9 de agosto de 2022 - 7:43

Os índices internacionais aguardam os números de inflação dos EUA, que só devem ser conhecidos na quarta-feira

Balanço

BTG Pactual (BPAC11) tem lucro de R$ 2,175 bilhões no 2T22 e renova recorde

9 de agosto de 2022 - 7:26

Lucro líquido recorrente de R$ 2,175 bilhões do BTG no segundo trimestre representa um avanço de 26,5% em relação ao mesmo período de 2021

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Um mundo tomado pela inflação: entenda ao que é preciso prestar atenção para saber se os preços vão finalmente parar de subir

9 de agosto de 2022 - 6:10

O processo de normalização dos preços será fundamental para que consigamos ter maior previsibilidade quanto ao futuro dos ativos de risco

COMBUSTÍVEIS

Mudou de ideia? Bolsonaro diz que política de paridade de preços da Petrobras (PETR4) pode ser mantida como está

8 de agosto de 2022 - 20:43

Bolsonaro anunciou que vai manter os impostos federais dos combustíveis zerados no próximo ano

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) perde um pouco de tração, mas segue operando em alta; saiba o que mexe com a maior criptomoeda do mundo

8 de agosto de 2022 - 20:04

O destaque do dia foi para o ethereum (ETH), mas não pela alta de preços e sim pelo volume negociado nas últimas 24h

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies