🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-02T17:10:26-03:00
Carolina Gama
FECHAMENTO DO DIA

S&P 500 vence sobe e desce e fecha em alta; confira o que mexeu com as bolsas lá fora

Previsões sombrias da Microsoft e declarações de membros do Federal Reserve ajudaram a pressionar os índices de ações em Nova York

2 de junho de 2022
17:06 - atualizado às 17:10
bandeira dos estados unidos em wall street
Imagem: Shutterstock

O S&P 500 conseguiu vencer o sobe e desce que dominou o ritmo das negociações em Wall Street e terminou a sessão desta quinta-feira (02) em alta. 

O destaque percentual do dia foi o Nasdaq, que avançou mais de 2%, superando previsões mais sombrias feitas pela Microsoft. 

Mais cedo, a gigante do software disse que o lucro e a receita do segundo trimestre devem ficar abaixo das projeções dos analistas. 

A estimativa fez os papéis da empresa caírem mais de 1% — pesando sobre o Dow Jones — mas se recuperaram no fim da sessão e terminaram o dia em alta. 

Confira a variação e a pontuação dos principais índices de ações dos EUA no fechamento:

  • Dow Jones: +1,33%, 33.248,61 pontos
  • S&P 500: +1,84%, 4.176,84 pontos
  • Nasdaq: +2,69%, 12.316,90 pontos

S&P 500 também sente pressão do Fed

O Federal Reserve (Fed) também pressionou o S&P 500 e os demais índices de ações norte-americanos. 

Mais cedo, a vice-presidente do banco central norte-americano, Lael Brainard, afirmou que dificilmente a autoridade monetária para brecar os planos de aperto monetário. 

A possibilidade de que um aumento mais agressivo dos juros lance a economia dos EUA em recessão tem perturbado as negociações em Wall Street nos últimos meses.

Bolsas na Europa

Assim como o S&P 500, as bolsas europeias fecharam, em sua maioria, em alta nesta quinta-feira, com os traders continuando a avaliar novos dados sobre inflação e atividade econômica.

O índice pan-europeu Stoxx 600 subiu 0,6%, com o setor de construção avançando 2,1% para liderar os ganhos. Na outra ponta, as ações de petróleo e gás perderam 0,2%.

  • Londres: -0,98%
  • Paris: +1,27%
  • Frankfurt: +1,01%

Os investidores europeus ainda estão digerindo os números de inflação da zona do euro, que acelerou a 8,1% em maio, superando as expectativas e marcando o sétimo recorde consecutivo. 

O dado lançou dúvidas sobre o que o Banco Central Europeu fará com as taxas de juros para conter os preços ao consumidor.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

FRUTOS DO CASAMENTO

Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) apresentam relação de troca final de ações; veja quanto os acionistas receberão

Mais cedo, a Superintendência-Geral do Cade aprovou, sem restrições, a venda de parte da frota da Unidas para o Grupo Brookfield, dono da locadora Ouro Verde

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) faz malabarismo para enfrentar volatilidade e seguir acima de US$ 20 mil; confira cotações

O cenário macroeconômico pesou no universo cripto e se juntou à falta de liquidez, exercendo importante fonte de pressão

AGRO EM ALTA

Governo oferecerá mais de R$ 340 bilhões para produtores rurais no novo Plano Safra; valores entram em vigor em julho

O programa do governo federal prevê o direcionamento de recursos públicos para financiar e apoiar a agropecuária nacional

O SOL HÁ DE BRILHAR MAIS UMA VEZ

Cemig (CMIG4) amplia presença em energia solar em negócio milionário; confira os detalhes do negócio

A transação envolve três usinas fotovoltaicas e reforça a estratégia da companhia de crescimento sustentável no mercado de geração distribuída

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa abaixo dos 100 mil novamente, presidente da Caixa pede demissão e o salvador do mundo cripto; confira os destaques do dia

As últimas semanas parecem ter inaugurado um novo modus operandi no mercado financeiro: não há boa notícia ao amanhecer que perdure até o anoitecer.  Alta de commodities, alívio no cenário fiscal, retomada econômica chinesa. Pode escolher a sua arma, nada parece forte o suficiente para enfrentar o temor de uma recessão global e de um […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies