2022-05-09T17:02:07-03:00
Carolina Gama
FECHAMENTO DO DIA

Enxurrada de perdas: S&P 500 cai abaixo de 4 mil pontos em nova mínima do ano; saiba por que as bolsas recuaram lá fora

Investidores correram do risco mais uma vez e o resultado foi perda significativa tanto em Nova York como nas bolsas europeias

9 de maio de 2022
17:01 - atualizado às 17:02
vista da nyse em wall street
Vista para o prédio da Nyse, em Wall Street, nos EUA - Imagem: Shutterstock

O S&P 500 foi arrastado mais uma vez por uma enxurrada de perdas nesta segunda-feira (09). O índice de ações mais amplo de Nova York renovou a mínima do ano, pressionado por uma onda de vendas em tecnologia e energia. O Dow Jones e o Nasdaq também encerraram o dia em forte queda.

No caso do S&P 500, o índice ficou abaixo da marca de 4.000 pontos pela primeira vez em mais de um ano, já que todos os setores, exceto o de consumo básico, ficaram no vermelho. 

Energia caiu mais de 7% pressionado por um dólar mais forte e novos temores sobre o enfraquecimento da demanda da China, já que Xangai teria intensificado as medidas de bloqueio conta a covid-19.

Esses bloqueios devem desacelerar o crescimento da segunda maior economia do mundo, possivelmente prejudicando a economia global em um momento em que os bancos centrais estão a caminho de apertar a política monetária para conter a inflação.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Um dos setores que sentem de perto a combinação de juros altos e desaceleração econômica é o de tecnologia. Na sessão de hoje, Meta (dona do Facebook), Alphabet (dona do Google), Microsoft e Apple caíram mais de 2%, enquanto a Amazon recuou mais de 3%.

No caso da Microsoft, a venda dos papéis derrubou o valor de mercado da empresa para menos de US$ 2 trilhões pela primeira vez desde junho de 2021.

Em meio às perdas nas ações, os juros projetados pelos títulos de dívida do Tesouro dos EUA de dez anos atingiram o nível mais alto desde o final de 2018, sendo negociado bem acima de 3%. 

Confira a variação e a pontuação dos principais índices de ações dos EUA no fechamento:

  • Dow Jones: -1,99%, 32.245,57 pontos
  • S&P 500: -3,20%, 3.991,36 pontos
  • Nasdaq: -4,25%, 11.623,25 pontos

S&P 500 acompanha derrocada das bolsas na Europa

Antes de o S&P 500 em queda, as bolsas europeias já sinalizavam o que estava por dia: caíram nesta segunda-feira para mínimos em dois meses, com investidores globais fugindo de ativos de risco devido a temores sobre a inflação.

O índice pan-europeu Stoxx 600 encerrou em queda de 2,8% — o nível mais baixo desde 8 de março. 

As ações dos setores de viagens e tecnologia lideraram as perdas, com queda de 5,8% e 4,8%, respectivamente. 

  • Londres: -2,32%
  • Paris: -2,75%
  • Frankfurt: -2,15%

A aversão ao risco vista nos mercados europeus ocorre depois que as ações regionais recuaram no final da última semana de negociação devido a uma derrota nos mercados dos EUA, com Wall Street registrando seu pior dia desde 2020 na última quinta-feira (05). 

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Entre 65 e 380 eu compro

7 de julho de 2022

“O que vai acontecer com X?”. É uma pergunta errada e perigosa, que nem sequer deve ser formulada em decisões de investimento; entenda

OS SOBREVIVENTES

Putin vê mais um primeiro-ministro britânico cair, mas ainda precisa comer muita farinha antes de alcançar a rainha Elizabeth II

7 de julho de 2022

Boris Johnson é o quinto primeiro-ministro a cair com Putin na presidência da Rússia, mas a monarca britânica já viu muito mais que isso

FINO EQUILÍBRIO

Bitcoin (BTC) tenta começar o segundo semestre com o pé direito e criptomoedas acumulam altas na semana; confira oportunidades

7 de julho de 2022

Na semana, a maior criptomoeda do planeta acumula avanço de mais de 8%, mas investidores continuam à espera de um milagre

REESTRUTURAÇÃO

TIM anuncia plano de transformação: confira se as mudanças vão atingir os negócios da TIM Brasil (TIMS3)

7 de julho de 2022

A reestruturação tem o objetivo de reduzir a dívida da operadora na Itália; as operações no Brasil não serão afetadas, de acordo com a TIM

RECONECTANDO

Após três semanas fora do ar, Binance volta a negociar criptomoedas em reais; problemas com BC serão resolvidos com nova parceira?

7 de julho de 2022

Em nota enviada à reportagem, a exchange afirma que “atua em total acordo com o cenário regulatório do Brasil”