O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-03-22T17:02:20-03:00
Carolina Gama
FECHAMENTO DO DIA

S&P 500 ignora aumento agressivo dos juros, dá salto e fecha em alta graças às big techs

Dow Jones e Nasdaq acompanham ganhos do índice mais amplo de Wall Street; as principais bolsas na Europa também avançam, mas investidor monitora a guerra

22 de março de 2022
17:02
touro
O Touro de Wall Street, no distrito financeiro de Manhattan, em Nova York, nos EUA. - Imagem: Shutterstock

O S&P 500 resolveu ignorar os sinais de um aperto monetário ainda mais agressivo do que o esperado nos Estados Unidos e deu um salto para fechar esta terça-feira (22) em alta. O índice mais amplo de Wall Street se agarrou às grandes empresas de tecnologia para garantir os ganhos do dia. 

Falando mais cedo, o presidente do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, enfatizou a necessidade de o banco central note-americano agir mais rápido e de forma mais agressiva no aumento da taxa de juros para conter a aceleração da inflação.

Os comentários vieram um dia depois de o presidente do Fed, Jerome Powell, dizer que o banco central estaria preparado para ir além da elevação de 0,25 ponto percentual (pp) nas próximas reuniões para garantir o retorno da estabilidade de preços. 

A meta de inflação do Fed é de 2% ao ano, mas a taxa beirou os 8% em fevereiro em base anual, o que tem feito a autoridade monetária rever seus planos sobre o ritmo de alta dos juros mesmo com a incerteza sobre os efeitos da guerra na Ucrânia sobre a economia. 

Mesmo nesse cenário, o S&P 500 avançou - em boa parte ajudado pelas big techs - e levou com ele o Dow Jones e o Nasdaq. As ações de tecnologia, que caíram na segunda-feira (21) após os comentários de Powell, se recuperaram hoje. 

Nomes como Alphabet, Meta e Amazon avançaram mais de 2%, dando suporte aos índices em Nova York. 

  • Dow Jones: +0,74%, 38.807,86 pontos
  • S&P 500: +1,13%, 4.511,81 pontos
  • Nasdaq: +1,95%, 14.108,82 pontos

Nem por isso, os investidores deixaram a situação na Europa de lado. Na segunda-feira (21), com o presidente norte-americano, Joe Biden, disse que o presidente russo, Vladimir Putin, está “contra a parede”, já que a guerra com a Ucrânia se aproxima de um impasse.

  • IMPORTANTE: liberamos um guia gratuito com tudo que você precisa para declarar o Imposto de Renda 2022; acesse pelo link da bio do nosso Instagram e aproveite para nos seguir. Basta clicar aqui

Europa sobe antes do S&P 500

Os eventos ligados à invasão russa à Ucrânia ditaram o ritmo das negociações na Europa. Dessa vez, as bolsas do velho continente fecharam o dia em alta. 

O pan-europeu Stoxx 600 subiu 0,9%, com os bancos avançando 2,5% para liderar os ganhos, já que a maioria dos setores e principais bolsas terminaram em território positivo.

  • Londres: +0,46%
  • Paris: +1,17%
  • Frankfurt: +1,02%

Os investidores continuaram a monitorar a situação na Ucrânia, já que as negociações de paz em andamento entre Moscou e Kiev não avançam. 

Na segunda-feira (22), a Ucrânia se recusou a entregar a cidade portuária de Mariupol às forças russas após um ultimato de Moscou.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, disse à Eurovision News que os ultimatos não funcionarão, já que os ucranianos lutarão até o fim.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

CEO do JP Morgan leva cartão vermelho de acionistas e pode ficar sem bônus milionário, entenda a decisão rara

A desaprovação foi a primeira desde que o conselho do banco norte-americano enfrentou um voto negativo sobre compensações desde que as regras foram introduzidas, há mais de uma década

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Hapvida, Magazine Luiza e Nubank tombam, mas Ibovespa fecha o dia no azul; confira os destaques desta terça-feira

O maior apetite ao risco e a expectativa de manutenção no ritmo de alta no juro nos Estados Unidos ajudou o Ibovespa, que teve um dia de ganho

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sustenta alta após susto inicial com Powell; dólar cai abaixo dos R$ 5

O Ibovespa fechou o dia longe das mínimas, mas o dólar caiu 2% com o apetite por risco no exterior

onda vendedora

Nubank (NUBR33) perde US$ 1,2 bi em valor de mercado e já vale menos que o Banco do Brasil (BBAS3)

As ações do Nubank, negociadas na bolsa de Nova York (Nyse), encerraram o pregão em queda de 6,21%, a US$ 4,08

COMPRA NA "BAIXA"

Warren Buffett compra papéis do Citigroup: confira as ações que o megainvestidor colocou na carteira após a queda das bolsa em NY

Warren Buffett segue a “velha economia” e compra ações de grandes financeiras durante a queda do índice S&P 500

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies