Cotações por TradingView
Ricardo Gozzi
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Cautela antes do payroll mantém bolsas internacionais em alta limitada; Ibovespa repercute balanços hoje

O alívio da tensão entre Taiwan e a China continental após a passagem de Nancy Pelosi pela ilha animou os negócios na Ásia

Renan Sousa
Ricardo Gozzi, Renan Sousa
5 de agosto de 2022
7:49
payroll
Confira o que movimenta as bolsas, o dólar e o Ibovespa esta semana. Imagem: Shutterstock

Você tem dois ases na mão e o crupiê distribui as cartas. Uma trinca se avizinha e você calcula as probabilidades de se sair com um aces full. Mas se na mesa de jogo a trinca é uma mescla de chance e sorte, no mercado financeiro — em especial as bolsas no exterior — ela acontece por outras razões.

O Ibovespa acumula alta de mais de 2,5% nos primeiros dias de agosto e caminha para emplacar a terceira semana seguida de ganhos.

A bolsa brasileira beneficiou-se nos últimos dias de uma série de fatores. O principal deles foi a sinalização do Banco Central de que o fim do ciclo de aperto monetário se avizinha.

Apesar do nível ainda elevado da taxa Selic e da possibilidade de mais uma alta residual, o mercado de ações reagiu positivamente.

Isso fez com que, na véspera, o Ibovespa fechou em alta de 2,04%, com destaque para o salto das ações das varejistas, tão castigadas ao longo dos últimos meses.

A bolsa brasileira também tem reagido positivamente à atual safra de balanços.

Hoje, os investidores preparam-se para repercutir o balanço do Bradesco no segundo trimestre. O bancão pintou o sete e reportou lucro de mais de R$ 7 bilhões, muito acima das estimativas dos analistas.

Lá fora, o que talvez possa azedar o humor dos mercados é o payroll de julho.

Confira o que movimenta a bolsa, o dólar e o Ibovespa hoje:

Payroll e as bolsas hoje

Os investidores monitoram a divulgação do relatório sobre o mercado de trabalho dos Estados Unidos em julho em busca de sinais sobre os próximos passos da política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

A expectativa é de uma desaceleração na geração de postos de trabalho, refletindo a inflação elevada, o aperto monetário e a desaceleração da economia dos EUA.

E como isso reflete nos negócios

Os dados serão conhecidos na manhã de hoje, mas devem abalar a confiança somente se os números sugerirem que o Fed vai precisar ser mais agressivo no atual movimento de alta dos juros.

Bolsas no esquenta

À espera dos números, as bolsas de valores europeias e os índices futuros de Nova York oscilam sem variações mais bruscas. Os índices só devem encontrar uma direção mais bem definida após os dados do payroll.

A Ásia ainda repercute a tensão entre Taiwan e a China continental após a passagem de Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, pela ilha. Dessa forma, o relativo alívio das tensões animou os investidores e as bolsas fecharam em alta.

Isolamento de Taiwan

Mais cedo, Pelosi afirmou que os Estados Unidos "não permitirão" que a China isole Taiwan. A declaração foi feita em um discurso em Tóquio, depois que sua visita à ilha causou reações negativas de Pequim.

Além disso, Pelosi disse que sua presença em Taipé não tratou sobre uma mudança no "status quo" de Taiwan, que é reconhecido pelo chamado princípio da "Uma China".

Pelosi disse que Pequim não impedirá que líderes americanos viajem a Taiwan, e que visitas de alto nível continuarão ocorrendo, inclusive em âmbito bipartidário.

Ibovespa reage aos balanços

A bolsa local reage aos balanços, sem divulgação de novos dados esperados para o dia. 

No campo político, a disputa eleitoral continua a todo o vapor, antes do início oficial da campanha na semana que vem. O deputado federal André Janones (Avante-MG) oficializou nesta quinta-feira (4) que saiu da disputa à Presidência da República para apoiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O anúncio foi feito durante transmissão nas redes sociais do parlamentar, ao lado do ex-presidente.

"Nós precisamos criar condições de dizer que um dia esse país vai se levantar e não vai ter ninguém com fome", disse Lula, ao reforçar o combate à fome como bandeira de campanha.

Alianças políticas

Do outro lado da campanha eleitoral, o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), causou polêmica ao cancelar o jantar com representantes da Fiesp para a assinatura de uma carta a favor da democracia. 

A recusa gerou ainda mais expectativa com o início da temporada de debates na televisão. Recentemente, a rede Globo, em parceria com outros veículos de imprensa, fez o sorteio para escolha dos candidatos das primeiras rodadas de entrevista.

Está marcada para o dia 22 deste mês a primeira entrevista justamente com Bolsonaro, conhecido crítico da emissora. Até o momento, o presidente mantém sua participação. 

Agenda do dia

  • FGV: IGP-DI de julho (8h)
  • Estados Unidos: Payroll de julho (9h30)
  • Estados Unidos: Crédito ao consumidor de julho (16h)

Compartilhe

BRIGA PELO TRONO GRELHADO

Acionistas da Zamp (BKBR3) recusam-se a ceder a coroa do Burger King ao Mubadala; veja quem rejeitou a nova oferta

21 de setembro de 2022 - 8:01

Detentores de 22,5% do capital da Zamp (BKBR3) já rechaçaram a nova investida do Mubadala, fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana segue sendo o elefante na sala e Ibovespa cai abaixo dos 110 mil pontos; dólar vai a R$ 5,23

15 de setembro de 2022 - 19:12

O Ibovespa acompanhou o mau humor das bolsas internacionais e segue no aguardo dos próximos passos do Fed

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Cautela prevalece e bolsas internacionais acompanham bateria de dados dos EUA hoje; Ibovespa aguarda prévia do PIB

15 de setembro de 2022 - 7:42

As bolsas no exterior tentam emplacar alta, mas os ganhos são limitados pela cautela internacional

FECHAMENTO DO DIA

Wall Street se recupera, mas Ibovespa cai com varejo fraco; dólar vai a R$ 5,17

14 de setembro de 2022 - 18:34

O Ibovespa não conseguiu acompanhar a recuperação das bolsas americanas. Isso porque dados do varejo e um desempenho negativo do setor de mineração e siderurgia pesaram sobre o índice.

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Depois de dia ‘sangrento’, bolsas internacionais ampliam quedas e NY busca reverter prejuízo; Ibovespa acompanha dados do varejo

14 de setembro de 2022 - 7:44

Os futuros de Nova York são os únicos que tentam emplacar o tom positivo após registrarem quedas de até 5% no pregão de ontem

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana derruba Wall Street e Ibovespa cai mais de 2%; dólar vai a R$ 5,18 com pressão sobre o Fed

13 de setembro de 2022 - 19:01

Com o Nasdaq em queda de 5% e demais índices em Wall Street repercutindo negativamente dados de inflação, o Ibovespa não conseguiu sustentar o apetite por risco

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais sobem em dia de inflação dos EUA; Ibovespa deve acompanhar cenário internacional e eleições

13 de setembro de 2022 - 7:37

Com o CPI dos EUA como o grande driver do dia, a direção das bolsas após a divulgação dos dados deve se manter até o encerramento do pregão

DANÇA DAS CADEIRAS

CCR (CCRO3) já tem novos conselheiros e Roberto Setubal está entre eles — conheça a nova configuração da empresa

12 de setembro de 2022 - 19:45

Além do novo conselho de administração, a Andrade Gutierrez informou a conclusão da venda da fatia de 14,86% do capital da CCR para a Itaúsa e a Votorantim

FECHAMENTO DO DIA

Expectativa por inflação mais branda nos Estados Unidos leva Ibovespa aos 113.406 pontos; dólar cai a R$ 5,09

12 de setembro de 2022 - 18:04

O Ibovespa acompanhou a tendência internacional, mas depois de sustentar alta de mais de 1% ao longo de toda a sessão, o índice encerrou a sessão em alta

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies