🔴 03/06 – ‘GATILHO’ PARA BUSCAR ATÉ R$ 2 MILHÕES COM CRIPTOMOEDAS PODE SER DISPARADO – SAVE THE DATE

Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tem pregão instável, mas emplaca sexta alta consecutiva; dólar sobe

O dia foi cheio de divulgações importantes no mercado doméstico, mas o Ibovespa acabou passando por uma realização dos lucros recentes

Jasmine Olga
Jasmine Olga
9 de agosto de 2022
18:48 - atualizado às 19:00
Gráfico de alta das bolsas
Imagem: Shutterstock

A deflação registrada no mês de julho e a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária confirmaram o que o mercado financeiro já vinha precificando nos últimos dias — a inflação não está mais no seu pior momento e o ciclo de aperto monetário chegou ao fim. 

Mas se nos últimos dias a tendência foi de fortes ganhos na bolsa e de alívio nos juros e no câmbio, hoje o movimento foi de realização de lucros em todas as frentes. É como um velho ditado do mercado financeiro diz: sobe no boato e cai no fato. 

Agora a expectativa fica com outro indicador de inflação: o dos Estados Unidos. Após o mercado de trabalho americano ter apresentado uma melhora bem acima da projetada, os analistas temem que os preços tenham se alimentado desse combustível. O resultado foi uma queda de mais de 1% do Nasdaq nesta tarde. 

O bom balanço do Itaú Unibanco (ITUB4) e o avanço do minério de ferro trouxeram o pique necessário para que o Ibovespa fechasse o seu sexto pregão consecutivo de alta — mas apenas na reta final das negociações. O principal índice da bolsa brasileira avançou 0,23%, a 108.651 pontos. O dólar à vista se afastou das máximas mas teve ganhos de 0,32%, a R$ 5,1295

Deflação renova otimismo

Com uma série de medidas de renúncia fiscal em vigor e a queda das commodities no mercado internacional, a inflação brasileira teve a maior deflação mensal desde o início do plano Real, como já era esperado. 

O índice de preços ao consumidor (IPCA) de julho registrou queda de 0,68%, um recuo maior do que a mediana das projeções, que era de 0,66%.

Com isso, o IPCA registrou a menor queda da série histórica, iniciada em janeiro de 1980.No acumulado do ano, a inflação tem alta de 4,77% e avança 10,07% no ano.

Apesar do resultado mensal, a leitura que prevalece no mercado é a mesma indicada pelo Banco Central em sua última reunião — a meta de inflação só deve voltar a convergir em 2024. 

A divulgação do indicador casou com a ata do último encontro do BC e ajudou os analistas a recalcularem mais precisamente para qual caminho a Selic deve ir nos próximos meses. 

Em outro movimento que também já era esperado pelo mercado, a autoridade monetária seguiu deixando uma fresta aberta para um eventual ajuste residual, mas, ao que parece, o ciclo de aperto monetário chegou ao fim. 

Como esse era um cenário que já vinha sendo precificado nos últimos dias, a curva de juros também passou por uma devolução de ganhos recentes. Confira o fechamento dos principais contratos de DI nesta tarde. 

CÓDIGONOMEULT FEC 
DI1F23DI jan/2313,72%13,72%
DI1F25DI Jan/2511,89%11,76%
DI1F26DI Jan/2611,68%11,56%
DI1F27DI Jan/2711,71%11,59%

Sobe e desce do Ibovespa

As ações da Qualicorp (QUAL3) foram o principal destaque do dia, ainda repercutindo os dados recentes da Agência Nacional de Saúde suplementar (ANS), que mostrou um crescimento acima do esperado de adições de vida para operadores de saúde. 

Na sequência, o mercado repercutiu de forma positiva os números apresentados pelo Itaú no balanço do segundo trimestre. 

O Itaú registrou um lucro líquido gerencial de R$ 7,679 bilhões entre abril e junho de 2022, um crescimento de 17,4% em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado também ficou 4% acima do esperado pelo consenso da Bloomberg. O retorno recorrente gerencial sobre o patrimônio líquido (ROE) foi de 20,8%. 

Confira as maiores altas do Ibovespa nesta terça-feira:

CÓDIGONOMEVALORVAR
QUAL3Qualicorp ONR$ 11,723,53%
ITUB4Itaú Unibanco PNR$ 25,982,93%
CMIG4Cemig PNR$ 12,242,68%
DXCO3Dexco ONR$ 11,152,67%
BRKM5Braskem PNAR$ 36,772,62%

Na ponta contrária, o movimento de realização de lucros observado no Ibovespa pesou — a maior parte das empresas que figuraram entre as maiores quedas do dia foram destaque nas últimas sessões. 

O pior desempenho da bolsa ficou com a CVC (CVCB3). Em relatório, os analistas do JP Morgan rebaixaram a recomendação de compra para neutra. Confira:

CÓDIGONOMEULTVAR
CVCB3CVC ONR$ 7,08-10,83%
NTCO3Natura ONR$ 16,51-9,24%
CASH3Meliuz ONR$ 1,23-8,21%
GOLL4Gol PNR$ 9,92-6,59%
BEEF3Minerva ONR$ 12,77-5,83%

Compartilhe

BRIGA PELO TRONO GRELHADO

Acionistas da Zamp (BKBR3) recusam-se a ceder a coroa do Burger King ao Mubadala; veja quem rejeitou a nova oferta

21 de setembro de 2022 - 8:01

Detentores de 22,5% do capital da Zamp (BKBR3) já rechaçaram a nova investida do Mubadala, fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana segue sendo o elefante na sala e Ibovespa cai abaixo dos 110 mil pontos; dólar vai a R$ 5,23

15 de setembro de 2022 - 19:12

O Ibovespa acompanhou o mau humor das bolsas internacionais e segue no aguardo dos próximos passos do Fed

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Cautela prevalece e bolsas internacionais acompanham bateria de dados dos EUA hoje; Ibovespa aguarda prévia do PIB

15 de setembro de 2022 - 7:42

As bolsas no exterior tentam emplacar alta, mas os ganhos são limitados pela cautela internacional

FECHAMENTO DO DIA

Wall Street se recupera, mas Ibovespa cai com varejo fraco; dólar vai a R$ 5,17

14 de setembro de 2022 - 18:34

O Ibovespa não conseguiu acompanhar a recuperação das bolsas americanas. Isso porque dados do varejo e um desempenho negativo do setor de mineração e siderurgia pesaram sobre o índice.

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Depois de dia ‘sangrento’, bolsas internacionais ampliam quedas e NY busca reverter prejuízo; Ibovespa acompanha dados do varejo

14 de setembro de 2022 - 7:44

Os futuros de Nova York são os únicos que tentam emplacar o tom positivo após registrarem quedas de até 5% no pregão de ontem

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana derruba Wall Street e Ibovespa cai mais de 2%; dólar vai a R$ 5,18 com pressão sobre o Fed

13 de setembro de 2022 - 19:01

Com o Nasdaq em queda de 5% e demais índices em Wall Street repercutindo negativamente dados de inflação, o Ibovespa não conseguiu sustentar o apetite por risco

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais sobem em dia de inflação dos EUA; Ibovespa deve acompanhar cenário internacional e eleições

13 de setembro de 2022 - 7:37

Com o CPI dos EUA como o grande driver do dia, a direção das bolsas após a divulgação dos dados deve se manter até o encerramento do pregão

DANÇA DAS CADEIRAS

CCR (CCRO3) já tem novos conselheiros e Roberto Setubal está entre eles — conheça a nova configuração da empresa

12 de setembro de 2022 - 19:45

Além do novo conselho de administração, a Andrade Gutierrez informou a conclusão da venda da fatia de 14,86% do capital da CCR para a Itaúsa e a Votorantim

FECHAMENTO DO DIA

Expectativa por inflação mais branda nos Estados Unidos leva Ibovespa aos 113.406 pontos; dólar cai a R$ 5,09

12 de setembro de 2022 - 18:04

O Ibovespa acompanhou a tendência internacional, mas depois de sustentar alta de mais de 1% ao longo de toda a sessão, o índice encerrou a sessão em alta

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar