🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-06-13T17:17:19-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa e dólar sentem pressão antes do Fed e bolsa recua mais de 2%; Wall Street puxa perdas

13 de junho de 2022
9:04 - atualizado às 17:17

RESUMO DO DIA: As bolsas pelo mundo caem nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (13), após os dados inflacionários dos Estados Unidos avançarem além do esperado. As atenções se voltam para o Super-Quarta, com a decisão de juros do Federal Reserve, o BC americano, e do Banco Central brasileiro. O Ibovespa acompanha as commodities hoje, com a agenda mais esvaziada para o dia.

Acompanhe por aqui o que mexe com a bolsa, o dólar e os demais mercados hoje, além das principais notícias do dia.

O Ibovespa encerrou o dia em queda de 2,73%, aos 102.598 pontos.

FECHAMENTO EM NOVA YORK

Nasdaq: -4,68%

Dow Jones: -2,79%

S&P 500: -3,87%

O dólar à vista encerrou o dia em alta de 2,54%, aos R$ 5,1151

Na reta final das negociações, o Ibovespa volta a acompanhar Nova York e acelera as perdas, encostando em um recuo de 3%.

CIELO NA CONTRAMÃO

A Cielo (CIEL3) começa a ensaiar uma volta por cima — e, para o BTG Pactual, as ações da companhia têm espaço para continuar subindo.

O BTG revisou para cima o preço-alvo das ações da empresade R$ 4 para R$5 até o fim deste ano, classificando os papéis CIEL3 como “um bom ativo para o curto prazo”. A nova recomendação representa uma alta de 32% em relação ao fechamento da sexta-feira (10), de R$ 3,78.

CONFIRA TODOS OS DETALHES

PRESSÃO DO CÂMBIO

Com o dólar em forte alta e a perspectiva de uma pressão inflacionária forte sobre o preço dos combustíveis, as empresas do setor aéreo lideram as perdas do dia. As restrições impostas pelo governo chinês para o controle do coronavírus também são um fator que pesa sobre o desempenho das companhias. Confira:

CÓDIGO NOME ULT VAR
GOLL4 Gol PN R$ 10,12 -12,91%
AZUL4 Azul PN R$ 13,85 -9,95%
CVCB3 CVC ON R$ 8,38 -9,89%
CASH3 Meliuz ON R$ 1,39 -9,15%
PETZ3 Petz ON R$ 10,22 -8,34%
PESQUISA ELEITORAL

Depois de mostrar, em maio, uma possível vitória de Lula já no primeiro turno, a pesquisa realizada pelo instituto FSB, encomendada pelo Banco BTG Pactual, continua apontando para o retorno do petista ao cargo máximo do Poder Executivo, mas dificilmente sem um tira-teima com o presidente Jair Bolsonaro.

Os números da pesquisa BTG/FSB mostram que Lula oscilou para baixo, embora dentro da margem de erro, de maio para junho.

Entretanto, quem se beneficiou dessa oscilação não foram os principais adversários de Lula, mas a rubrica “outros candidatos”, que reúne os postulantes considerados “nanicos”.

CONFIRA TODOS OS DETALHES

ELETROBRAS PRIVATIZADA

O primeiro dia de negociação das novas ações da Eletrobras (ELET3) é no vermelho.

A recém-privatizada companhia acompanha a cautela vista no mercado e recua mais de 2,5%.

Apesar das bolsas americanas continuarem a renovar mínimas, o Ibovespa tem tentado se afastar dos menores níveis do dia e retomar os 103 mil pontos.

CAIXA CHEIO

As locadoras de veículos Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) cumpriram hoje mais uma etapa exigida dentro do processo de fusão e fecharam a venda de uma frota com aproximadamente 49 mil veículos.

A gestora canadense Brookfield pagou R$ 3,570 bilhões pela frota — o que dá uma média de R$ 72.867 por carro. Para quem estranhou o nome do comprador, vale destacar que a gestora é dona da locadora de veículos Ouro Verde.

CONFIRA TODOS OS DETALHES

A piora do sentimento do investidor pode ser sentida na curva de juros. Com a inflação americana mostrando força e a perspectiva de que a elevação dos juros comecem já no próximo mês na Europa, os contratos de DI operam nas máximas, pressionando também o câmbio. A maior pressão está nos vencimentos mais curtos.

CÓDIGO NOME  ULT  FEC
DI1F23 DI jan/23 13,50% 13,38%
DI1F25 DI Jan/25 12,70% 12,51%
DI1F26 DI Jan/26 12,62% 12,44%
DI1F27 DI Jan/27 12,64% 12,49%

Com a forte aversão ao risco que toma conta do mercado, nenhuma ação opera em alta no momento.

Os piores desempenhos ficam por conta dos setores de varejo e consumo, mais sensíveis à elevação de juros. Confira:

CÓDIGO NOME ULT VAR
AMER3 Americanas S.A R$ 14,21 -6,64%
LWSA3 Locaweb ON R$ 5,90 -6,50%
VIIA3 Via ON R$ 2,65 -6,36%
MGLU3 Magazine Luiza ON R$ 2,73 -5,86%
GOLL4 Gol PN R$ 10,96 -5,68%

Com a próxima reunião de política monetária do Federal Reserve marcada para a próxima quarta-feira (15), o Ibovespa opera em forte queda nesta segunda (13).

A ressaca dos investidores se deve ao número maior do que o esperado da inflação americana divulgada na última sexta-feira (10) segue trazendo preocupação, com o mercado projetando uma atuação mais dura do Fed.

Com as bolsas americanas operando em forte queda, o Ibovespa acompanha e cai mais de 2%. Durante a madrugada, as bolsas asiáticas também sofreram.

O Ibovespa encerrou os leilões de abertura em queda de 0,59%, aos 103.800 pontos.

Por sua vez, o dólar à vista é negociado na casa dos R$ 5,0710, alta de 1,68%

OPORTUNIDADE DE SWING TRADE NA BOLSA

Nosso colunista Nilson Marcelo, identificou uma oportunidade de swing trade na bolsa hoje: venda dos papéis do Grupo Soma (SOMA3).

Confira a análise completa dele aqui. 

O Ibovespa futuro abriu em queda de 1,82%, aos 103.505.

Por sua vez, o dólar à vista abriu em alta de 1,09%, cotado a R$ 5,0428.

BOLSAS NO EXTERIOR

O exterior engatou queda após a inflação dos Estados Unidos registrar a pior alta em mais de 40 anos.

As atenções dos investidores se voltam para a decisão de juros do Banco Central americano na próxima quarta-feira (15).

Por aqui, a “Super Quarta” ainda conta com a do Copom sobre os nossos juros, além dos investidores aguardarem o feriado na quinta.

Com a agenda local mais esvaziada, o Ibovespa deve acompanhar as commodities e o panorama internacional nesta segunda-feira.

  • Dow Jones futuro: -1,86%
  • S&P 500 futuro: -2,33%
  • Nasdaq futuro: -2,93%
  • Euro Stoxx 50: -2,55%
  • Xangai (China): -0,89% (fechado)
  • Nikkei (Japão): -3,01% (fechado)
  • Petróleo Brent: US$ 120,14 (-1,54%)
  • Minério de ferro (Dalian, China): US$ 134,21 (-1,85%)
ESQUENTA DOS MERCADOS

Bom dia! Se a semana passada foi a pior registrada em Wall Street desde janeiro, a julgar pelo começo desta que se inicia hoje, os investidores precisarão ter nervos de aço.

Isso porque as bolsas internacionais amanheceram no vermelho, com fortes perdas durante a madrugada.

Os mercados globais de ações globais registram forte queda nesta segunda-feira depois de os dados da inflação de maio nos Estados Unidos terem desencadeado temores de que os principais Bancos Centrais do mundo terão de agir agressivamente para deter a alta dos preços.

Por falar nos BCs, esta semana conta com a Super-Quarta, quando teremos a decisão de política monetária do Federal Reserve e do Banco Central brasileiro no mesmo dia.

Os índices de inflação, divulgados na semana passada em ambos os países, devem balizar o tom das autoridades monetárias.

Na madrugada, as bolsas de valores asiáticas fecharam em forte queda com os índices recuando mais de 3% na madrugada por aqui.

Em seguida, os principais mercados da Europa abriram em baixa acentuada.

Do mesmo modo, em Nova York, os índices futuros de Wall Street sinalizam um mar vermelho para o restante da manhã.

O movimento dá continuidade ao mau humor que tomou conta dos mercados financeiros depois da divulgação, na semana passada, do índice de preços ao consumidor norte-americano em maio.

A inflação subiu muito acima do esperado, avançando 1% em relação a abril e 8,6% na comparação com maio de 2021.

A leitura anual foi a pior registrada em mais de 40 anos.

Por aqui, o Ibovespa também encerrou a semana em queda de mais de 5%, enquanto o dólar voltou para a casa dos R$ 5.

Confira o que movimentará nos próximos dias para a bolsa, o dólar e o Ibovespa.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

A UM PASSO DA REGULAÇÃO

Parecer da lei de criptomoedas retira propostas que dão mais segurança ao investidor; confira mudanças no texto

5 de julho de 2022

O texto precisa ser aprovado em sessão no plenário da Câmara; sem maiores alterações, vai para a sanção presidencial

É CEDO OU TARDE DEMAIS…

UBS vê potencial de valorização menor para Hapvida — será que é hora de dar adeus à HAPV3?

5 de julho de 2022

O banco cortou o preço-alvo das ações, de R$ 15,40 para R$ 9,00, o que representa um potencial de valorização de 49% em relação ao fechamento de segunda-feira (05)

O MEDO SE ESPALHA

Por que o petróleo tomba mais de 10% e arrasta as ações da Petrobras (PETR4) e PRIO (PRIO3) hoje

5 de julho de 2022

A projeção pessimista vem em um momento em que as cotações estão sob pressão. Desde o início do ano, quando as tensões entre Rússia e Ucrânia se intensificaram, o preço do barril saltou mais de 40%

SEM ACORDO

Greve do BC termina na data marcada; paralisação durou 95 dias

5 de julho de 2022

Os servidores do Banco Central cruzaram os braços em abril e reivindicavam reajuste salarial e reestruturação da carreira — demandas que não foram atendidas a tempo

ELEIÇÕES 2022

Pode isso, Arnaldo? Lula critica orçamento secreto enquanto oposição discute divisão das verbas em 2023

5 de julho de 2022

O orçamento secreto envolve a distribuição, sem transparência, de recursos federais a redutos eleitorais de deputados e senadores. O governo usa os pagamentos para comprar apoio político no Congresso.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies