2021-11-22T13:28:56-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
VÍDEO

Afinal, Weg ON (WEGE3) está cara ou barata após a disparada dos últimos anos? O Seu Dinheiro te ajuda a decidir

Trimestre após trimestre, a Weg (WEGE3) mostra bons resultados e surpreende o mercado, mas muitos consideram suas ações caras demais. E agora?

7 de outubro de 2021
9:30 - atualizado às 13:28

Falar sobre as ações da Weg (WEGE3) é uma tarefa difícil: por um lado, seus múltiplos são muitíssimo esticados e dão a entender que a cotação está cara demais; por outro, a empresa funciona como um relógio — trimestre após trimestre, entrega resultados surpreendentes e, como resultado, seus papéis continuam se valorizando na bolsa. Esse dilema é debatido pelo Seu Dinheiro no "Ações para ficar de olho" desta semana:

Num cenário como esse, o que fazer? As ações do grupo catarinense ainda são atrativas após acumularem ganhos de mais de 4.500% desde o IPO? Ou é hora de ficar longe de WEGE3, dadas as cotações já elevadas e o clima nada positivo do mercado acionário como um todo?

A resposta é complexa e depende muito do cenário que você, investidor pessoa física, enxerga para a Weg no futuro. É verdade que o valuation da empresa está esticado, mas também é verdade que ele tem permanecido nesses níveis há anos — o que, no fim das contas, pode significar que esse é o patamar correto para as ações de uma empresa tão sólida.

Dito isso, é preciso entender exatamente quem é a Weg e o que ela faz para ter as ferramentas corretas de avaliação dos papéis.

Weg (WEGE3): Diversificação é o negócio

A Weg é uma empresa do setor de bens industriais com foco em máquinas e equipamentos elétricos. Produz motores, capacitores, geradores e muitos outros itens do tipo. Pela natureza de seus produtos, acaba sendo um importante fornecedor para diversos setores da economia — construção civil, mineração, óleo e gás, saneamento, energia elétrica, bens duráveis e muitas outras cadeias estão na carteira da empresa.

Essa diversidade de clientes é um dos trunfos da Weg, uma vez que os momentos de fraqueza de determinando segmento costumam ser compensado por uma demanda maior de outros setores, blindando-a de uma eventual desaquecimento de uma cadeia específica.

O próprio portfólio do grupo catarinense mostra um leque de atuação bastante amplo. Há quatro grandes divisões:

  • Equipamentos eletroeletrônicos industriais;
  • Geração, transmissão e distribuição de energia (GTD);
  • Motores comerciais e appliance; e
  • Tintas e vernizes.

Há mais um componente importante a destacar na carteira de clientes e de produtos da Weg: o prazo. Certos equipamentos são de ciclo curto e são demandados em intervalos curtos de tempo pelas empresas, como motores para eletrodomésticos; há outros de ciclo longo, com demanda pontual e prazo mais extenso de duração, como certos componentes de GTD.

É mais um elemento que protege a Weg de oscilações: como os contratos firmados possuem prazos diferentes — alguns curtos, outro longos —, ela garante a geração de receita em diferentes janelas de tempo, novamente ficando blindada de eventuais instabilidades econômicas.

Weg e o exterior

Outro fator fundamental para a resiliência da Weg é sua exposição ao mercado internacional: no segundo trimestre de 2021, por exemplo, a empresa teve receita líquida de R$ 5,7 bilhões, alta de 41,4% em um ano; desse montante, 45% dizem respeito ao Brasil, enquanto os 55% restantes foram obtidos no exterior.

E mesmo a fatia internacional é bastante diversificada: a América do Norte é o principal mercado da Weg, com 43,3% da receita externa, mas Europa (25,7%), Ásia-Pacífico (12,2%), América do Sul e Central (12,1%) e África (6,7%) também têm fatias relevantes.

Ou seja: a exposição à dinâmica externa traz à Weg um componente em dólar para a receita líquida; além disso, também a deixa exposta à economia internacional; momentos de fraqueza no mercado doméstico tendem a ser compensados pela demanda mais alta lá fora.

Como resultado de toda essa diversificação, a receita líquida da Weg cresceu de maneira praticamente ininterrupta nos últimos anos, apesar da pandemia de Covid-19.

WEGE3: cara ou barata?

Considerando todos esses fatores, não resta dúvida quanto à qualidade da Weg enquanto empresa. Mas, ainda assim, é importante entender se as ações WEGE3 já precificam esse fator, ou se há espaço para ganhos adicionais no papel.

Em termos de valuation, WEGE3 tem um indicador P/L estimado para 2022 em 46,63x; o EV/Ebitda para o ano que vem está em 35,37x, segundo dados do TradeMap. São múltiplos muito esticados e que se equiparam ao das big techs dos EUA — empresas que apresentam uma taxa de crescimento bem mais alta que a da Weg no curto prazo.

Por outro lado, os dados do TradeMap também nos mostram que esses dois indicadores de valuation estão abaixo da média de três anos para WEGE3 — o que, considerando os preços historicamente elevados para a ação, dá a entender que ela pode estar relativamente descontada.

Tanto é que os analistas de grandes bancos se dividem quando o assunto é Weg: entre as principais casas de análise, há quem recomende compra de WEGE3 e enxergue um enorme espaço para valorização, mas há também quem recomende venda e aposte numa queda adicional dos papéis.

O resumo das recomendações dos grandes bancos e seus preços-alvos, além de outros elementos para que você possa montar sua tese de investimentos na Weg, estão no nosso vídeo desta semana:

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin (BTC) corre atrás do prejuízo e avança mais de 4% hoje; ethereum (ETH) recupera perdas da semana

As criptomoedas correm atrás do prejuízo e tentam recuperar parte da queda brusca registradas no último sábado

CRIPTO INSTITUCIONAL

Real digital vem aí! Banco Central prepara versão virtual da moeda brasileira para 2022

A instituição lançou um laboratório para estudar as possibilidades de uso e de execução de projetos com a versão virtual da moeda brasileira

Clube do Livro

Para ter sucesso nos investimentos, é preciso fugir das armadilhas da mente – É o que mostra o livro “A arte de pensar claramente”, de Rolf Dobelli

Compreender como o nosso cérebro funciona no processo de tomada de decisões é essencial para ter mais assertividade na vida financeira e nos investimentos.

Trilhas de Carreira

O que os cursos sobre liderança profissional não contam para você

Já vi e participei de muitas capacitações, mas poucas me transformaram genuinamente. Isso me faz refletir bastante sobre a essência dos líderes, e observo que há um padrão bem recorrente

PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Reserva de emergência é para todo mundo? Não segundo este planejador financeiro; entenda

Separar uma quantia para imprevistos não importa a sua situação é uma recomendação quase unânime entre os planejadores financeiros, mas esse profissional acredita no contrário