Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-23T19:57:14-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
PRESSÃO SOBRE AS CONSTRUTORAS

Cyrela (CYRE3): ‘Sem razões para ânimo’ com o setor imobiliário, Credit Suisse rebaixa recomendação para construtora e ações têm queda firme

Banco suíço, que rebaixou recomendação de “compra” para “neutro”, vê um cenário difícil para as construtoras nos próximos meses por causa da alta da inflação e da taxa básica de juros

23 de setembro de 2021
13:18 - atualizado às 19:57
Prédio em construção MRV Cyrela Tenda EZTec Even Direcional MRVE3
O setor de construção civil tem um longo caminho pela frente e o credit Suisse não vê motivo para otimismo (ainda) - Imagem: Shutterstock

As ações da Cyrela (CYRE3) apareceram entre as maiores baixas do pregão desta quinta-feira (23), em um reflexo de um relatório divulgado pelo Credit Suisse. O banco atualizou sua recomendação para as ações de "compra" para "neutro" e reduziu o preço-alvo de R$ 32 para R$ 25.

Os papéis da construtora fecharam em queda de 4,33%, cotados a R$ 19,43, acumulando uma baixa de 20% desde maio. Para o Credit, o desempenho não representa uma oportunidade para o investidor por conta do cenário macroeconômico.

O banco suíço vê um cenário difícil para as construtoras nos próximos meses, por causa da alta da inflação e da taxa básica de juros no Brasil: a Selic está em 6,25%, e a inflação deve chegar à casa dos 10%, segundo agentes do mercado - inclusive o próprio Credit Suisse.

"Não vemos razões para ânimo ainda [com o setor de construção]”, diz o banco em trecho do relatório. Mas a projeção dos analistas para 2022 é de que o lucro por ação das construtoras cresça em até 9% no ano.

O relatório indica otimismo em relação às moradias de baixa renda e às de classe média, tendo em vista que essa população tem a possibilidade de tomada de crédito mais barato. O banco também cita a pressão dos custos dos materiais de construção e a mão de obra limitada.

Cyrela (CYRE3): o que dizem outros analistas

O mercado coloca o preço-alvo para as ações da Cyrela (CYRE3) a R$ 31,50, de acordo com a mediana dos dados reunidos pela plataforma TradeMap. 10 entre 11 casas de análise recomendam compra para os papéis.

Após a temporada de balanços do segundo trimestre, a XP, por exemplo, colocou a empresa em um "pódio" de incorporadoras. Segundo a casa, a “contribuição de projetos mais lucrativos compensou o aumento do custo de construção”.

Com um lucro líquido de R$ 267 milhões no período, que superou em 10% as expectativas da corretora, a Cyrela (CYRE3) trouxe resultados considerados fortes no trimestre. As margens brutas também foram “melhores e mais fortes” do que estimavam os analistas.

“Além disso, o desempenho mais forte de suas Joint Ventures também ajudou o lucro líquido a superar nossas estimativas para o trimestre”, disseram os analistas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

ATENÇÃO, ACIONISTA

Hapvida (HAPV3) vai recomprar até 100 milhões de ações; papéis acumulam queda de 17% no ano

A operadora de saúde anunciou hoje que dará início a um programa de recompra de papéis com duração de até 18 meses

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa fecha semana no azul, Nubank valendo bilhões a menos e primeiro ETF cripto dos EUA: veja as principais notícias desta sexta

Em uma limousine brilhante, o Ibovespa chegou atrasado para a festa das bolsas globais — mas chegou.  Os balanços das empresas europeias e americanas abriram as portas do salão de baile: com o bom resultado das companhias, dados mistos da economia e um desenho mais nítido da retirada de estímulos monetários, Wall Street brilhou.  O […]

CRIPTOMOEDAS

Quais as dificuldades na regulamentação do Bitcoin e demais criptomoedas?

Analista de criptomoedas, Valter Rebêlo, comenta sobre o processo de regulamentação das criptomoedas ao redor do mundo

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tira uma lasquinha da festa das bolsas globais e sobe mais de 1% na semana; dólar recua após atuações do BC

Com uma bolsa descontada após as turbulências recentes, o Ibovespa tinha tudo para chegar cedo nessa festa, mas foi preciso que o Banco Central assumisse a condução para que a B3 tivesse uma chance.

ALGUNS BILHÕES A MENOS

Nubank prepara IPO com listagem na Nasdaq e na B3 até o fim deste ano, mas deve baixar a pedida no valuation

Meses atrás, a startup buscava ir a mercado avaliada em cerca de US$ 100 bilhões; veja o novo valor de mercado segundo o Broadcast

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies