Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-12-21T15:57:15-03:00
Ricardo Gozzi
PREENCHENDO O VAZIO

Com alta de quase 180% no ano, Embraer (EMBR3) terá empresa de carros voadores listada na bolsa de Nova York; entenda

Acordo entre Embraer e Zanite atribui à fabricante de ‘carros voadores’ um valor implícito de US$ 2,4 bilhões, ou R$ 13,73 bilhões

21 de dezembro de 2021
11:02 - atualizado às 15:57
eVTOL
Imagem: Divulgação

Os carros voadores da Eve vão aterrissar na bolsa de valores de Nova York (Nyse) valendo quase o mesmo que sua matriz, a Embraer.

É o que se pode concluir do acordo anunciado hoje pela fabricante brasileira de aviões para a combinação de negócios com a Zanite Acquisition Corp.

Em reação, as ações da Embraer dispararam no Ibovespa. EMBR3 subia mais de 15% e liderava as altas na bolsa

Valor implícito

A Zanite é uma empresa de aquisição de propósito específico (Spac, na sigla em inglês) focada no setor de aviação.

Listada na Nyse, a Zanite cederá seu lugar à Eve, a promissora unidade de mobilidade aérea urbana da Embraer (EMBR3).

A Eve aterrissará na bolsa norte-americana sob os tickers EVEX e EVEXW com valor implícito de US$ 2,4 bilhões.

O valor equivale a R$ 13,73 bilhões, segundo o fechamento de ontem. Isto é cerca de R$ 1 bilhão a menos do que o valor de mercado de sua tradicional matriz.

Detalhes do acordo

A Embraer permanecerá como acionista majoritária. Sua participação acionária será de aproximadamente 82% na Eve Holding. O controle será exercido por meio de sua subsidiária Embraer Aircraft Holding, Inc.

Após o fechamento da transação, considerando que não haja resgate pelos acionistas da Zanite, a Eve terá aproximadamente US$ 512 milhões em dinheiro, resultando em um valor patrimonial pro forma total de aproximadamente US$ 2,9 bilhões.

Já aprovada pelos conselhos da Embraer e da Zanite, a operação deve ser concluída no segundo trimestre de 2022.

Tanto a fabricante quanto a Spac concordaram com um período de restrição de três anos para a venda de suas respectivas ações.

Posição estratégica

Os carros voadores da Eve também são conhecidos como eVTOLs.

No decorrer dos últimos meses, a Eve assegurou encomendas de 17 clientes, por meio de cartas de intenções não vinculantes. Isto resultou em um “pipeline” de 1.735 veículos avaliados em aproximadamente US$ 5,2 bilhões.

Pelo acordo, a Eve será comandada por Jerry DeMuro, que mais recentemente atuou como CEO da BAE Systems, Inc., e Andre Stein, que está à frente da Eve desde seu início e ocupou posições no alto escalão da Embraer por mais de duas décadas.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Sinal amarelo

Marfrig (MRFG3) confirma participação em oferta da BRF (BRFS3), mas não poderá assumir o controle da empresa; entenda

Segundo um comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários hoje, as compras da Marfrig estarão limitadas a sua participação acionária atual

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa no azul apesar da volatilidade, bitcoin no vermelho e imbróglios com FII e Oi: o que marcou o mercado nesta sexta

Numa semana marcada pela escalada das tensões entre Rússia e Ucrânia, decisão de juros nos Estados Unidos e um discurso mais hawkish (duro contra a inflação) por parte do presidente do banco central americano, Jerome Powell, o Ibovespa conseguiu, mais uma vez, acumular alta. E as bolsas americanas – pasme – também. A sexta-feira (28) […]

DESINVESTIMENTOS

Em negócio bilionário, Petrobras (PETR4) vende ativos na Bacia Potiguar para subsidiária da 3R Petroleum (RRRP3); saiba quanto entrou nos cofres da estatal

A bola da vez é um conjunto de 22 concessões de campos de produção terrestre e de águas rasas, juntamente à sua infraestrutura de processamento, refino, logística, armazenamento, transporte e escoamento

SACO DE PANCADAS PRESIDENCIAL

Petrobras (PETR4) recua quase 4% após críticas de Lula; petista condenou pagamento de dividendos e política de preços da estatal

Embalados pela alta do petróleo, os papéis operavam em alta mais cedo, mas, após a nova rajada de críticas, passaram a registrar uma queda brusca

Fechamento da semana

Ibovespa tem dia de realização de lucros e fecha em queda, mas acumula alta de 2,72% na semana; dólar fecha em R$ 5,39

Semana foi marcada pela volatilidade nas bolsas internacionais, mas estrangeiro continuou buscando ações brasileiras

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies