🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

Renato Carvalho
Desfile verde

Em uma ‘fusão ambiental’, Gisele Bündchen é a mais nova (e famosa) acionista da Ambipar

Ideia inicial era ter a modelo como estrela de uma campanha publicitária, mas conversas evoluíram e ela optou por ser sócia

Renato Carvalho
27 de julho de 2021
11:27 - atualizado às 18:19
Imagem: Shutterstock

Com a pandemia, ainda é bastante difícil viajar para o exterior. Mas quando possível, ao se identificar como brasileiro em qualquer país, certamente surgirão nomes de alguns conterrâneos famosos no mundo inteiro. Gisele Bündchen deve estar entre eles.

Claro que esta fama vem da sua carreira como modelo. Nos Estados Unidos, ela também é famosa pelo seu casamento com Tom Brady, considerado por muitos como o maior jogador de futebol americano de todos os tempos, mas que no Brasil, tem o carinhoso apelido de “Giselo”.

E Gisele Bündchen utiliza sua enorme fama para ser literalmente uma embaixadora do meio ambiente, nomeada pela Organização das Nações Unidas (ONU)

E não à toa. Além de bastante atuante em suas redes sociais, Gisele se tornou uma verdadeira empreendedora ambiental. E depois de lançar alguns projetos, ela agora se juntou à Ambipar, uma multinacional brasileira que atua na gestão de resíduos sólidos gerados por empresas.

Gisele fará parte do Comitê de Sustentabilidade da Ambipar, e também vai atuar na promoção da imagem e dos serviços da companhia.

Veja outra ação sem muita liquidez que pode gerar bons retornos para os investidores:

A ideia inicial das conversas entre as partes era parar por aí, mas no fim, Gisele resolveu comprar ações da empresa. Não foi divulgada a participação da modelo no capital da Ambipar, mas não haverá alteração na estrutura de controle.

A companhia conta que a ideia de entrar em contato com Gisele surgiu em setembro do ano passado, dois meses depois da abertura de capital.

“Ela ficou empolgada quando apresentamos o Ecosolo, um condicionador orgânico alinhado ao conceito de agricultura regenerativa, em total sintonia com o documentário Solo Fértil que ela ajudou a produzir”, afirma Cristina Andriotti, CEO da Ambipar.

Gisele afirma que não conhecia a empresa e que, quando as conversas começaram, se identificou com os valores e com os serviços prestados pela Ambipar.

“Me surpreendi com o potencial de geração de efeitos positivos para a sociedade, criando uma economia circular e ajudando as empresas a minimizarem seus danos ao meio ambiente. Sinto que a Ambipar está muito à frente e pronta para ajudar nesta transformação.”

- Gisele Bündchen

Claro que além de ter uma atuação efetiva e ser acionista da Ambipar, Gisele vai ser a protagonista em campanhas publicitárias. Ela afirma que quer estabelecer pontes entra a companhia e os mais diversos mercados, inclusive da moda, “que precisa de uma transformação profunda para se tornar mais sustentável”.

Segundo a Ambipar, a primeira campanha com a participação da modelo já está em produção, mas ainda não tem data de estreia prevista.

Este é mais um passo dado pela Ambipar em sua estratégia agressiva de crescimento. Desde seu IPO, a empresa já anunciou 17 aquisições de empresas do seu ramo de atuação, além de duas de softwares, para melhorar seu processo de gestão ambiental.

Compartilhe

Engordando os proventos

Caixa Seguridade (CXSE3) pode pagar mais R$ 230 milhões em dividendos após venda de subsidiárias, diz BofA

14 de setembro de 2022 - 13:22

Analistas acreditam que recursos advindos do desinvestimento serão destinados aos acionistas; companhia tem pelo menos mais duas vendas de participações à vista

OPA a preço atrativo

Gradiente (IGBR3) chega a disparar 47%, mas os acionistas têm um dilema: fechar o capital ou crer na vitória contra a Apple?

12 de setembro de 2022 - 13:09

O controlador da IGB/Gradiente (IGBR3) quer fazer uma OPA para fechar o capital da empresa. Entenda o que está em jogo na operação

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Exclusivo Seu Dinheiro

Magalu (MGLU3) cotação: ação está no fundo do poço ou ainda é possível cair mais? 5 pontos definem o futuro da ação

10 de setembro de 2022 - 10:00

Papel já alcançou máxima de R$ 27 há cerca de dois anos, mas hoje é negociado perto dos R$ 4. Hoje, existem apenas 5 fatores que você deve olhar para ver se a ação está em ponto de compra ou venda

NOVO ACIONISTA

Com olhos no mercado de saúde animal, Mitsui paga R$ 344 milhões por fatias do BNDES e Opportunity na Ourofino (OFSA3)

9 de setembro de 2022 - 11:01

Após a conclusão, participação da companhia japonesa na Ourofino (OFSA3) será de 29,4%

Estreia na bolsa

Quer ter um Porsche novinho? Pois então aperte os cintos: a Volkswagen quer fazer o IPO da montadora de carros esportivos

6 de setembro de 2022 - 11:38

Abertura de capital da Porsche deve acontecer entre o fim de setembro e início de outubro; alguns investidores já demonstraram interesse no ativo

Bateu o mercado

BTG Pactual tem a melhor carteira recomendada de ações em agosto e foi a única entre as grandes corretoras a bater o Ibovespa no mês

5 de setembro de 2022 - 15:00

Indicações da corretora do banco tiveram alta de 7,20%, superando o avanço de 6,16% do Ibovespa; todas as demais carteiras do ranking tiveram retorno positivo, porém abaixo do índice

PEQUENAS NOTÁVEIS

Small caps: 3R (RRRP), Locaweb (LWSA3), Vamos (VAMO3) e Burger King (BKBR3) — as opções de investimento do BTG para setembro

1 de setembro de 2022 - 13:50

Banco fez três alterações em sua carteira de small caps em relação ao portfólio de agosto; veja quais são as 10 escolhidas para o mês

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Passando o chapéu: IRB (IRBR3) acerta a venda da própria sede em meio a medidas para se reenquadrar

30 de agosto de 2022 - 11:14

Às vésperas de conhecer o resultado de uma oferta primária por meio da qual pretende levantar R$ 1,2 bilhão, IRB se desfaz de prédio histórico

Exclusivo Seu Dinheiro

Chega de ‘só Petrobras’ (PETR4): fim do monopólio do gás natural beneficia ação que pode subir mais de 50% com a compra de ativos da estatal

30 de agosto de 2022 - 9:00

Conheça a ação que, segundo analista e colunista do Seu Dinheiro, representa uma empresa com histórico de eficiência e futuro promissor; foram 1200% de alta na bolsa em quase 20 anos – e tudo indica que esse é só o começo de um futuro triunfal

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar