Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-12-09T18:04:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
VOLTOU ATRÁS

Em raro recuo, Conselho do Ministério Público reabre investigação de caixa 2 envolvendo EcoRodovias em SP

Decisão atende a recurso de promotores de justiça que atuam na defesa do patrimônio público paulista

8 de dezembro de 2021
6:45 - atualizado às 18:04
Rodovia dos Imigrantes, sob concessão da EcoRodovias
Rodovia dos Imigrantes, uma das concessões da EcoRodovias - Imagem: Divulgação

O Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo não tem o hábito de recuar de suas decisões. Menos ainda de maneira muito drástica.

Mas um recurso de promotores de justiça que atuam na defesa do patrimônio público fez o órgão dar o braço a torcer em um caso envolvendo a EcoRodovias, detentora da concessão do Sistema Anchieta-Imigrantes.

A decisão dos conselheiros inclui o desarquivamento de três inquéritos civis que haviam sido abertos, a partir de revelações de executivos da EcoRodovias (ECOR3) e da CCR (CCRO3) sobre esquema de financiamento de campanhas eleitorais via caixa 2 e pagamento de propinas a políticos e funcionários públicos.

Multa multimilionária

Com isso, está restabelecida a obrigação da EcoRodovias de pagar R$ 638 milhões (valores ajustados pela última vez em abril de 2020), dos quais R$ 400 milhões deverão ser empregados nas obras de um boulevard com extensão de dois quilômetros no marco zero da Anchieta, no Sacomã, antigo gargalo do trânsito nessa região.

Outros R$ 50 milhões serão destinados a melhorias de segurança não previstas na concessão, principalmente em curvas e caixas de brita.

Um total de R$ 150 milhões será pago ao Estado, em oito parcelas, valor referente aos pedágios. Inicialmente, essa quantia seria compensada por meio de descontos para os usuários nas tarifas. Mas o governo alegou dificuldades na execução desse plano. Mais R$ 36 milhões serão quitados em seis parcelas de R$ 6 milhões. Os R$ 2 milhões restantes vão para o Fundo de Interesses Difusos.

Em troca do pagamento da multa, hoje superior a R$ 700 milhões em valores atualizados, e do compromisso de revelar provas da prática de ilícitos - principalmente em períodos eleitorais, favorecendo candidatos a deputados estaduais e federais e também a postulantes ao governo do Estado de São Paulo -, a EcoRodovias obteve a garantia de que não seria alvo de ações por improbidade administrativa nem de outros processos de natureza civil propostos pelo MP paulista.

Relembre o caso

Um alto executivo ligado à concessionária, ouvido preliminarmente, confessou detalhes da atuação de um cartel formado desde 1997, envolvendo 80 empresas. Ele apontou os nomes de beneficiários de uma rede de propinas, inclusive no Tribunal de Contas do Estado.

O procurador de Justiça Antônio Carlos Nery, relator do caso Ecovias no Conselho Superior do MP, deu o primeiro voto, pela revisão do julgamento de setembro e pela homologação do acordo.

O recurso dos promotores foi vitorioso, segundo apurou o Estadão, porque expôs 'informações importantes', que convenceram o colegiado de cúpula a autorizar também a reabertura das investigações sobre repasses ilícitos da concessionária a servidores públicos e a candidatos de partidos políticos em eleições recentes.

*Com informações do Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Fechamento da semana

Ibovespa tem dia morno com exterior negativo, mas termina semana com ganho de 1,88%; dólar fecha em alta, mas acumula queda de 1,05% no período

Bolsa terminou o dia em baixa, com dólar e juros em alta, com piora no exterior e preocupações fiscais

CASOS DE FAMÍLIA

Elon Musk pega pesa pesado com o Twitter após integração de NFTs; veja o que o bilionário falou

Rede social passou a permitir que usuários do iOS, sistema da Apple, utilizassem os chamados tokens não fungíveis como fotos de seus perfis

Renda fixa

Nubank lança fundo para reserva de emergência que busca retorno entre 100% e 105% do CDI – mas tem uma pimentinha

Nu Reserva Imediata é o primeiro fundo de renda fixa da família Nu Reserva; embora seja de baixo risco, ele tem opção de investir em títulos privados

FIQUE DE OLHO

Agenda de indicadores: Inflação domina semana recheada de balanços de empresas de tecnologia em Wall Street; saiba o que esperar

Depois de uma semana em que o Ibovespa caminhou na contramão do mundo, inflação volta ao centro da agenda local na semana em que os EUA divulgam prévia do PIB de 2021

VAGAS ABERTAS

Empiricus e Seu Dinheiro lançam programa de trainee para redatores com alta chance de contratação; veja como participar

A ideia das empresas é atrair e treinar redatores de todo o país para atuar nas diferentes áreas que demandam por conteúdo dentro da maior publicadora de materiais financeiros do Brasil; empresa vai custear moradia em São Paulo para profissionais de outros estados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies