Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-16T07:11:49-03:00
Ricardo Gozzi
UMA FATURA SALGADA

O homem mais rico do mundo se desfez de US$ 7,83 bilhões em ações da Tesla apenas na última semana – e deve vir mais por aí

Exercício de opções pelo bilionário Elon Musk levou papéis da fabricante de carros elétricos ao pior desempenho semanal em mais de um ano

16 de novembro de 2021
6:37 - atualizado às 7:11
elon musk
Elon Musk, CEO da Tesla - Imagem: Shutterstock

O bilionário Elon Musk continua a se desfazer de suas ações na Tesla.

O CEO da fabricante de carros elétricos vendeu mais US$ 930 milhões em ações na segunda-feira.

Musk já havia vendido US$ 6,9 bilhões em ações na semana passada.

A transação de ontem eleva a US$ 7,83 bilhões o montante vendido pelo bilionário-celebridade desde que ele promoveu uma enquete no Twitter perguntando se deveria vender 10% de sua participação na Tesla.

Pior semana em mais de um ano

Os exercícios de opções realizados por Musk nos últimos dias levaram à pior semana para as ações da Tesla em mais de um ano.

Os papéis TSLA34 já caíram mais de 17% desde 8 de novembro, sendo quase 2% na sessão de ontem em Nova York.

Apesar da queda recente, porém, as ações da Tesla ainda estão em alta de 44% no acumulado do ano e valorizaram-se 148% nos últimos 12 meses.

Longe do fim

Mas se Musk pretende realmente se desfazer de 10% de suas ações na companhia, ele está longe de terminar.

O homem mais rico do mundo tem milhões de opções de ações que precisa exercer até agosto de 2022.

Em setembro, Musk já havia antecipado a intenção de vender uma grande quantidade de ações no quarto trimestre.

De acordo com a CNBC, Musk está diante de uma fatura de US$ 15 bilhões em impostos sobre essas opções.

E as ações são provavelmente os ativos de mais liquidez do bilionário para levantar o dinheiro.

*Com informações do MarketWatch.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

NOVATA NA FINAL

Não estranhe: patrocinadora da final entre Palmeiras e Flamengo é a nova corretora de criptomoedas do Brasil; conheça Crypto.bom

A exchange resolveu investir no segmento de esportes e patrocina Fórmula 1, NBA e até o campeonato europeu

Raio-X

Análise: Por que a alta da inflação pode ameaçar o pacote de infraestrutura de Joe Biden?

O presidente americano tem ambiciosos planos pela frente, mas a alta da inflação e gargalos estruturais da economia podem alterar o rumo

A SEMANA EM GRÁFICOS

Covid-19 pressiona aéreas, turismo, Ibovespa e bitcoin, mas inflação avança no mundo: entenda a última semana com estes gráficos

As companhias aéreas sofreram perdas significativas na bolsa esta semana e nem o bitcoin (BTC) conseguiu se salvar

O MELHOR DA SEMANA

Piora da covid no mundo e criptomoedas além do bitcoin (BTC): 5 assuntos mais lidos no Seu Dinheiro esta semana

O mercado já trabalhava amplamente com a visão do verdadeiro normal. Mas os mercados globais voltaram a entrar em pânico com a covid-19

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies