Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-20T07:27:51-03:00
Estadão Conteúdo
Setor aquecido

Começo de uma briga? Empresário Nelson Tanure compra fatia da Alliar (AALR3), que está na mira da Rede D’Or (RDOR3) – Veja os detalhes

A aquisição da fatia que pertencia à gestora Pátria pode colocar em dúvida a continuidade da oferta pública anunciada pela rede de hospitais

20 de agosto de 2021
7:27
Ilustração Alliar
Imagem: Shutterstock

A decisão de um já famoso empresário brasileiro pode abrir uma disputa com uma das companhias líderes do setor de saúde no Brasil. Um fundo ligado ao empresário Nelson Tanure comprou a participação de 21% da gestora de recursos Pátria na empresa de diagnósticos médicos Alliar (AALR3), que tem a Rede D'Or (RDOR3) como interessada, já com uma oferta pública de aquisição de ações (OPA) anunciada.

A informação foi publicada primeiramente pelo site Brazil Journal e confirmada pelo Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado) com fontes diretamente envolvidas nas negociações. A entrada de Tanure no negócio se deu por meio do Fonte de Saúde Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia, gerido pela MAM Asset Managment.

O valor da transação ficou em torno dos R$ 320 milhões. A Alliar confirmou ao mercado a movimentação no quadro societário, mas sem detalhar valores do negócio. A fatia de Tanure na empresa de saúde começou a aumentar de forma discreta esta semana, por meio de compras no mercado. Na quarta-feira, 18, a MAM informou que sua participação na Alliar havia chegado a 5,13%.

A movimentação de Tanure escancara a corrida pelo controle da Alliar, dona de 15 marcas, entre elas o laboratório CDB. No começo desta semana, a Rede D'Or anunciou a intenção de realizar uma oferta pública de aquisição (OPA), conglomerado detentor de mais de cem ativos na área da saúde, entre hospitais e clínicas.

A intenção da Rede D'Or era comprar 100% da Alliar, a R$ 11,50 cada ação, um ágio de 21,8% acima das cotações de mercado do papel no fechamento da última sexta-feira (13). A este preço, a companhia é avaliada em R$ 1,360 bilhão, operação que agora fica sob pressão.

Essa disputa ocorre logo após o Pátria, que fundou a Alliar há dez anos por meio da união de quatro laboratórios, e os fundadores do CDB informarem ao mercado o fim do acordo de acionistas da empresa - passo que libera a venda.

Com a disputa pela empresa, a ação da Alliar disparou 28% este mês e fechou nesta quinta-feira com alta de 6%, a R$ 13,06. Apesar da disparada, a ação ainda está distante do preço do IPO, a R$ 20,00. A Alliar abriu o capital no final de 2016, em operação de R$ 766 milhões.

Veja no vídeo a indicação de Matheus Spiess, analista da Empiricus, de outra ação que está barata e que vale a pena ficar de olho:

Procurados, o Pátria, a Alliar e Tanure não comentaram. Tanure é conhecido no mercado por investimentos em empresas estressadas, ou seja, que passam por dificuldades financeiras. A ideia é comprar na baixa e vender na alta. Foi assim na década passada com a Intelig, vendida para a TIM, e com a Oi, de onde saiu após perder uma disputa societária.

Outras investidas são a petroleira HRT, rebatizada de PetroRio, e a incorporadora Gafisa - ambas compradas em estado pré-falimentar e reerguidas. No ano passado, Tanure voltou para o setor de telecomunicações após arrematar as empresas Sercomtel, Copel Telecom e Horizons Telecom por meio do fundo multiestratégia Bourdeux, com desembolsos na ordem de R$ 2,5 bilhões.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Eletrobras, Correios e mais

Ativos na mesa: nova proposta para precatórios pode incluir ações de estatais em acordos de pagamento

Além das estatais, na lista de ativos que poderiam entrar na negociação estão imóveis, barris de petróleo do pré-sal e concessões de rodovias e ferrovias, por exemplo

fala, vale

Vale (VALE3): a receita para a queda das ações, segundo a própria empresa

Empresa teve de emitir um comunicado em resposta a um ofício da B3 que solicitava justificativas para a oscilação das ações da mineradora entre os dias 6 e 20 de setembro

MERCADOS HOJE

Ibovespa recupera os 114 mil pontos após nova Selic; dólar sobe a R$ 5,30

Na ressaca da Super quarta, os investidores seguiram atentos aos desdobramentos dos problemas financeiros da Evergrande; Ibovespa acompanhou NY

Sob nova direção

Mudanças no alto escalão da Ultrapar agradam e ações disparam 9%. Hora de comprar UGPA3?

Analistas enxergam movimentação da Ultrapar como ‘ponto de virada’ e uma surpresa positiva, mas ainda é cedo para um diagnóstico mais preciso do futuro.

OCCUPY B3

B3 (B3SA3) recua quase 3% com ocupação do MTST; movimentos sociais protestam contra o governo e a desigualdade social na sede da Bolsa

Militantes do movimento por moradia entraram no saguão da bolsa de valores em ato contra as altas no desemprego e na inflação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies