Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-30T12:11:00-03:00
Renato Carvalho
Cerveja em alta

Com crédito tributário, Ambev lucra quase R$ 3 bilhões no segundo trimestre

Decisão do STF levou a um impacto positivo de R$ 1,6 bilhão no resultado final, mas fabricante de bebidas apresentou crescimento de 19% nos volumes

29 de julho de 2021
7:36 - atualizado às 12:11
shutterstock_1767092699

A venda de bebidas foi bastante afetada pela pandemia de covid-19. Afinal, com bares e restaurantes fechados ou com horários restritos, e as pessoas passando mais tempo em casa, a cervejinha do happy hour foi suspensa, em muitos casos.

Mas esse período de seca parece estar ficando para trás. Pelo menos é essa a impressão passada pelos números da Ambev no segundo trimestre de 2021.

A fabricante de bebidas teve lucro líquido de R$ 2,9 bilhões no período, alta de 130% na comparação com o segundo trimestre de 2020. No critério ajustado, o avanço foi de quase 116%.

É bem verdade que este número teve um impacto positivo importante de um crédito tributário de R$ 1,6 bilhão, contabilizado no balanço. A Ambev explica que o número é resultado da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de considerar inconstitucional a inclusão do ICMS na base de cobrança do PIS/Cofins.

Assim, o lucro ficou bastante acima da projeção do mercado, que era de R$ 1,976 bilhão, segundo o consenso Bloomberg.

No primeiro semestre, o lucro acumulado pela empresa é de R$ 5,6 bilhões, no critério contábil, e de R$ 5,7 bilhões no ajustado, crescimento superior a 120% na comparação com 2020.

Veja aqui cinco ações que podem impulsionar sua carteira:

O Ebitda ajustado da Ambev fechou o período entre abril e junho em R$ 5,289 bilhões, um avanço reportado de 58%, e orgânico de 24%. O número também ficou acima das projeções, que eram de R$ 4,3 bilhões.

A receita líquida da Ambev ficou em R$ 15,7 bilhões no trimestre, um crescimento superior a 35% na comparação anual.

Em seus comentários sobre os números, a Ambev destaca que o volume de 39,8 milhões de hectolitros produzidos no segundo trimestre foi o maior da história para o período, com crescimento de 19% na comparação anual.

“Ao olhar para os volumes consolidados de 12 meses acumulados, estamos agora nos níveis mais altos de todos os tempos, 5 milhões de hectolitros acima do nosso pico em 2015”

Jean Jereissati, CEO da Ambev

Destaque para o crescimento dos volumes no mercado América Central e Caribe, de 62,7% na comparação anual. No Brasil, o aumento foi de 15,7%, na mesma base de comparação.

No primeiro semestre, o volume consolidado cresceu 15%, para 83,3 milhões de hectolitros.

Se olharmos só para a produção de cerveja, principal produto da Ambev, o crescimento no segundo trimestre, levando em conta o mercado brasileiro, foi de 12% em relação ao mesmo período de 2020.

A empresa destaca dois pontos no mercado local de cervejas. Segundo a Ambev, as inovações já representam 20% do faturamento, lideradas pela marca Brahma Duplo Malte. E as marcas premium tiveram crescimento de 35% no período.

Enquanto isso, os volumes de bebidas não alcoólicas da Ambev no Brasil cresceram mais que o dobro em relação à cerveja, com 26% em relação ao segundo trimestre do ano passado.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Exile on Wall Street

O que faz as empresas falharem? Conheça as cinco “assassinas silenciosas” que podem impactar nos seus investimentos

O verdadeiro início da derrocada de uma empresa não pode ser devidamente noticiado pelas finanças ou pelas operações, mas somente dentro do núcleo de cultura corporativa

CAPTAÇÕES BILIONÁRIAS

Localiza, Unidas e Movida vão a mercado em busca de R$ 5 bilhões com emissões de debêntures

Locadoras de veículos se recuperaram rapidamente da crise da covid-19 e buscam recompor o caixa em meio à escassez de componentes no setor automotivo

De olho no dragão

Ministério da Economia eleva expectativa para inflação em 2021; veja qual a nova projeção

A pasta também atualizou as estimativas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor, utilizado para a correção do salário mínimo

MERCADOS HOJE

Com precatórios e queda do minério de ferro no radar, Ibovespa opera em queda de 1%; dólar avança

Em Brasília, os investidores acompanham de perto as discussões em torno do pagamento dos precatórios e repercutem mais uma queda expressiva do minério de ferro

Logística

MSC quer comprar controle da Log-In (LOGN3), que tem a gestora Alaska como maior acionista; papéis disparam

A proposta da MSC Mediterranean equivale a R$ 25 por ação LOGN3 e pode chegar a R$ 1,8 bilhão; Alaska e Tarpon estão entre os principais acionistas da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies