Menu
2021-01-11T17:50:08-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
reestruturação

BB anuncia revisão das operações, com fechamento de agências e demissões

Redimensionamento da estrutura organizacional deve resultar em uma economia de anual com despesas de R$ 2,7 bi até 2025

11 de janeiro de 2021
9:50 - atualizado às 17:50
Banco do Brasil
Imagem: Divulgação

O Banco do Brasil (BBAS3) divulgou ao mercado nesta segunda-feira (11) um plano de revisão e redimensionamento de sua estrutura organizacional, que envolverá fechamento de agências e a criação de planos de demissão incentivada aos funcionários.

A maior parte das medidas deve ser implementada ao longo do primeiro semestre deste ano. Entre elas estão:

  • a desativação de 361 unidades, sendo 112 agências, sete escritórios e 242 Postos de Atendimento (PA);
  • a conversão de 243 agências em PA e outros oito PA serão transformados em agências;
  • a transformação de 145 unidades de negócios em Lojas BB, que não possuem guichês de caixa, com maior vocação para assessoria e relacionamento;
  • a relocalização compartilhada de 85 unidades de negócios e;
  • a criação de 28 unidades de negócios, sendo 14 Agências Especializadas Agro e 14 Escritórios Leve Digital (unidades especializadas no atendimento a clientes com maturidade digital), com aproveitamento de espaços existentes, não envolvendo contratação ou locação de novos imóveis.

A expectativa é de que estas medidas resultem em uma economia líquida anual de R$ 2,7 bilhões até 2025 com despesas administrativas, sendo R$ 353 milhões apenas em 2021.

“A reorganização da rede de atendimento objetiva a sua adequação ao novo perfil e comportamento dos clientes e compreende, além das medidas de otimização de estrutura descritas acima, outros movimentos de revisão e redimensionamento nas diretorias, áreas de apoio e rede, privilegiando a especialização do atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais”, diz trecho do comunicado.

Demissões incentivadas

O BB anunciou ainda a aprovação de duas modalidades de desligamento incentivado aos funcionários:

  • o Programa de Adequação de Quadros (PAQ), que visa otimizar a distribuição da força de trabalho, equacionando as situações de vagas e excessos nas unidades e
  • o Programa de Desligamento Extraordinário (PDE), disponível a todos os funcionários do BB que atenderem aos pré-requisitos, não informados no comunicado.

A estimativa é que cerca de 5 mil funcionários venham a aderir aos dois programas.

O banco informou que o número final de adesões e o impacto financeiro serão anunciados após o encerramento dos períodos de adesão, em 5 de fevereiro.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Os três mosqueteiros do varejo e outros destaques da noite

Na bolsa e no setor de varejo, a máxima do “um por todos e todos por um” não se aplica. Empresas competem umas com as outras e investidores buscam as melhores aplicações — o “cada um por si” tem bem mais adeptos. Mas, quem diria, três mosqueteiros juntaram suas espadas para comemorar os bons resultados […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sobe puxado pelo minério de ferro e encosta nos 123 mil; NY fecha o dia no vermelho

Com a economia chinesa aquecida, a demanda por commodities segue em alta e sustenta bons níveis para o Ibovespa.

Seleção Empiricus

🔴 AO VIVO: Quais são os investimentos para o segundo semestre? | Seleção Empiricus

Caminhando para o fim do primeiro semestre, nosso time do Seleção Empiricus de hoje discute o que podemos esperar da Bolsa para os próximos meses. A escalação do jogo de hoje conta com Max Bohm, Matheus Spiess, Cris Fensterseifer e Marcos Queiroz.

Segure seus bitcoins

Golpistas se passam por Elon Musk e roubam dinheiro de investidores de criptomoedas

Os criminosos usaram perfis falsos do CEO da Tesla para levar ao menos US$ 2 milhões de entusiastas do bitcoin e outras moedas digitais

Orçamento apertado

Segmentos mais impactados de comércio e serviços tiveram perdas de R$ 225,7 bi em 2020

Montante é maior que o total produzido por países como Sérvia e Tunísia. Varejo de roupas perdeu 10% do seu tamanho no ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies