Menu
2021-01-05T19:06:05-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
pegou mal

Barata, mas arriscada: Credit Suisse recomenda venda de units da Sanepar

Decisão repercute reajuste tarifário abaixo do esperado anunciado pela agência reguladora do Paraná, que foi mal recebida pelo mercado

5 de janeiro de 2021
10:03 - atualizado às 19:06
sanepar
Imagem: Sanepar/Divulgação

A decisão da autoridade regulatória do Paraná de aprovar um reajuste menor que o esperado das tarifas da Sanepar (SAPR11) continua repercutindo mal no mercado.

Citando aumento dos riscos de interferência estatal, o Credit Suisse anunciou nesta terça-feira (5) que rebaixou a recomendação para as units da empresa de saneamento de neutro para venda, reduzindo o preço-alvo de R$ 29,30 para R$ 27,10.

Na semana passada, a Sanepar divulgou que a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) redefiniu seu reajuste anual da tarifa de água e esgoto, que estava suspenso desde setembro, em 5,11%. O aumento passará a valer a partir de 5 de fevereiro.

O problema é que ele ficou abaixo do que a própria Agepar tinha definido em agosto, uma alta de 9,62%. Este reajuste estava previsto para começar em outubro, mas o governo do Paraná suspendeu sua aplicação em setembro.

Barata, mas arriscada

Para reduzir o reajuste da tarifa, a Agepar excluiu provisoriamente a parcela do diferimento referente à revisão tarifária periódica de 2017, que era de 3,4439%. Essa porcentagem corresponde à quarta parcela da recomposição do congelamento tarifário ocorrido entre 2005 e 2010.

A autarquia também substituiu o Índice Geral de Preços Mercado (IGP-M) pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para realizar os reajustes.

Os analistas Carolina Carneiro, Rafael Nagano e João Rodrigues avaliam que a decisão da Agepar ofusca o fato de as units da Sanepar estarem descontadas, o potencial de investimentos criado pelo novo marco de saneamento e a possibilidade de novas revisões para cima das tarifas.

“A decisão de interferir em uma metodologia válida para tarifas ao não aplicar a fórmula tarifária com o deferimento, como acertado em 2017, e as grandes baixas contábeis para a base de ativos regulatórios é um risco elevado que não deveria ser ignorado pelo mercado, em nossa opinião”, diz trecho do relatório do Credit Suisse.

Repercussão

No dia seguinte ao anúncio da decisão, 30 de dezembro, as units da Sanepar fecharam com queda de 6,41%. Na segunda-feira (4), primeiro pregão de 2021, os papéis continuaram sentindo as consequências – caíram 3,42%, a R$ 25,11. Hoje, as units caíram mais 3,35%, a R$ 34,27.

Além do Credit Suisse, o Bradesco BBI foi outro banco que rebaixou sua recomendação para a Sanepar, de compra para neutro. "Em nossa visão, o regulador parece preocupado em evitar uma tarifa ‘alta’, o que nunca é um bom sinal ou política para investidores", diz trecho do relatório assinado pelos analistas Francisco Navarrete, Bruno Reis e Jonny Oda.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

seu dinheiro na sua noite

Expectativa vs. realidade

Quando eu estava na terceira série do ensino médio, o coordenador do curso deu um alerta aos alunos: em geral os estudantes agem como se o vestibular fosse o objetivo final, e quando passam têm aquela sensação de “ah! Nunca mais vou precisar estudar!” Mas é depois do vestibular que a coisa começa a ficar […]

mudança nas estruturas

Acionistas da Cosan aprovam reorganização societária

Com isso, Cosan Logística e Cosa Limited serão incorporadas pela Cosan

FECHAMENTO DA SEMANA

Ano novo, vida velha: Ibovespa recua e dólar sobe mais de 2% com piora do cenário fiscal e avanço da covid-19

Semana foi negativa para os mercados brasileiros mesmo após a aprovação de vacinas e entusiasmo com Biden no exterior

preocupação

Ex-BCs dizem que atraso na vacinação preocupa por pressão fiscal

Carlos Viana disse não ver uma mudança estrutural no processo inflacionário no País, onde, assim como a atual direção do BC, vê como temporário os choques de preços

pandemia

Anvisa aprova segundo lote da vacina CoronaVac

Diferença da análise do segundo lote para o primeiro está no fato de que o envase e os processos de rotulagem e embalagem ocorrem no Instituto Butantan

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies