Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-02-12T15:30:44-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
BOAS NOTÍCIAS

Azul recupera capacidade doméstica para níveis acima de 2019

Companhia aérea acredita na retomada total da capacidade operacional em 2021, diz CEO

9 de fevereiro de 2021
7:39 - atualizado às 15:30
Avião da Azul
Imagem: Shutterstock

A Azul (AZUL4) iniciou 2021 repetindo a tendência vista no final do ano passado, das operações domésticas puxando a retomada das atividades. E com uma novidade: a capacidade dos voos internos já está acima dos níveis de 2019.

A companhia divulgou na segunda-feira (8) à noite que o tráfego de passageiros doméstico (RPKs) aumentou 13,2% em relação a janeiro de 2019, frente a um aumento de 17,6% na capacidade doméstica (ASKs), resultando em uma taxa de ocupação de 79,3%, recuo de 3,1 pontos percentuais (p.p.). A companhia não divulgou dados para comparar com janeiro de 2020.

Em relação a dezembro de 2020, o tráfego doméstico cresceu 14% e a capacidade subiu 16,3%, com a taxa de ocupação caindo 1,5 p.p., para 79,3%.

“Iniciamos o ano de uma forma muito positiva, como uma das poucas companhias aéreas do mundo, se não a única, a recuperar a capacidade doméstica para níveis acima de 2019”, disse, em nota, o CEO da Azul, John Rodgerson.

O resultado consolidado, porém, permanece sendo prejudicado pela parte internacional na comparação com janeiro de 2019. O tráfego total foi 10,9% menor, enquanto a capacidade foi 5,5% inferior.

Em relação a dezembro, o desempenho geral foi positivo, com o tráfego subindo 13% e a oferta avançando 14,8%.

“Seguimos monitorando de perto os avanços da pandemia e o impacto positivo do esforço de vacinação, e permanecemos confiantes na retomada total da nossa capacidade no ano de 2021”, afirmou o CEO da Azul.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O futuro está no céu

A acirrada corrida pelo ‘carro voador’

Além de chamar a atenção no mercado de capitais, as startups de “carros voadores” estão atraindo talentos e parceiros de setores mais tradicionais da economia

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies