Menu
2021-05-06T14:09:19-03:00
Estadão Conteúdo
Melhorias no ar

Azul divulga projeções e aposta em recuperação total no início de 2022

A companhia aérea foi a única das Américas a aumentar seu caixa em 2020 e aposta em um Ebitda de cerca de R$ 4 bilhões no próximo ano

6 de maio de 2021
14:09
Avião da Azul
Imagem: Shutterstock

A Azul anunciou nesta quinta-feira (6) suas projeções para 2021 e 2022. A previsão da companhia aérea é de alcançar um Ebitda de cerca de R$ 4 bilhões em 2022. Em 2019, o indicador ficou em R$ 3,6 bilhões.

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa lembra que em 2020, o Brasil teve uma das recuperações de demanda mais aceleradas do mundo.

"Embora o País tenha sido impactado por uma segunda onda da pandemia, a vacinação está acelerando e acreditamos que isso terá o mesmo efeito positivo que vemos em outros países à frente em seus esforços de vacinação", diz a empresa.

A companhia afirma ainda acreditar que, com isso, iniciará 2022 com sua operação totalmente recuperada. "Combinado com o crescimento da receita da Azul Cargo, nossas iniciativas de redução de custos e um ambiente competitivo racional, esperamos gerar Ebitda de aproximadamente R$ 4 bilhões em 2022 em comparação com R$ 3,6 bilhões em 2019."

Liquidez

A empresa também anunciou projeções de liquidez, estimando encerrar 2021 com liquidez imediata, incluindo caixa e equivalentes de caixa, investimentos de curto prazo e recebíveis de pelo menos R$ 3,0 bilhões.

A Azul ressalta que foi a única companhia aérea nas Américas a aumentar seu caixa em 2020 antes de levantar capital, graças à sua eficiente gestão de custos e diferimentos de pagamento negociados com arrendadores, fornecedores e bancos.

"Também provamos nosso acesso ao mercado de capitais a taxas competitivas mesmo em tempos de volatilidade. Estamos confiantes de que, à medida que a demanda se recupere, geraremos mais caixa e usaremos nossa forte liquidez para desalavancar através de pagamentos aos nossos stakeholders e investimentos no futuro. Essas premissas devem nos permitir encerrar o ano com pelo menos R$ 3,0 bilhões de liquidez imediata, mantendo nossa liderança para aproveitar a recuperação da demanda", diz.

Cargo

A Azul espera dobrar a receita da Azul Cargo no ano de 2021 comparado com 2019, totalizando aproximadamente R$ 1,0 bilhão em receitas. "A Azul Cargo vem crescendo rapidamente, alavancando as vantagens competitivas como a maior malha aérea do Brasil, a frota mais flexível e a melhor pontualidade", afirma.

A empresa destaca ainda que a Azul oferece uma ampla e única gama de serviços logísticos, com prazos de entrega reduzidos a preços competitivos. Assim, esperamos dobrar nossa receita de cargas em 2021 comparado com 2019, principalmente devido ao crescimento do comércio eletrônico no Brasil", diz.

As estimativas são preliminares e excluem eventos não recorrentes e impactos adicionais da pandemia.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

seu dinheiro na sua noite

IPO da Smart Fit: vai sair da jaula o monstro!

Eu nunca fui muito de academia, confesso. Já tive meus tempos de malhar regularmente, mas nunca consegui tomar gosto pela coisa. Exercícios repetitivos não me cativam, meu negócio sempre foi dançar, de preferência em turma, com professor e horário, se não eu falto. Como você deve imaginar, entre meus colegas jornalistas não é muito diferente. […]

atenção, acionista

Vale eleva valor de dividendo a ser em pago em 30 de junho para R$ 2,189 por ação

No dia 17 de junho, a empresa tinha informado o pagamento de R$ 2,177 de dividendo por ação; demais condições da distribuição não serão alteradas

de olho na inovação

Moeda digital é nova forma de representação da moeda já emitida, diz Campos Neto

Segundo ele, ela não se confunde com os criptoativos, como o bitcoin, que não têm característica de moeda, mas sim de ativos

em audiência

Yellen diz esperar apoio do G-20 para proposta de imposto corporativo global

Grupo das 20 maiores economias do mundo se reúne em julho e deve debater o assunto

retomada

PIB da Argentina sobe 2,6% no 1º trimestre

Na comparação com igual período do ano passado, o avanço foi de 2,5%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies