⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2021-09-14T19:20:41-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
Canadá verde e amarelo?

Com gestão brasileira, Aura Minerals (AURA33) lidera ranking de valorização da Bolsa de Toronto; conheça a mineradora

A mineradora de cobre e ouro garantiu a liderança do ranking com uma valorização de 1.125% no período sob o comando do CEO Rodrigo Barbosa

14 de setembro de 2021
19:19 - atualizado às 19:20
Aura Minerals
A Aura Minerals opera na produção de ouro e cobre no Brasil, México e Honduras.

Tem um gostinho brasileiro no primeiro lugar da Aura Minerals (AURA33) no Ranking TSX30, que traz as 30 ações que tiveram o melhor desempenho da Bolsa de Toronto (TSX) nos últimos três anos. 

A mineradora de cobre e ouro garantiu a liderança do ranking com uma valorização de 1.125% no período e conta com uma gestão brasileira nos negócios, sob o comando do CEO Rodrigo Barbosa. A classificação leva em consideração a performance do preço das ações ajustado pelos dividendos.

Junto às outras empresas do ranking, a companhia liderou US$ 248 bilhões em crescimento de capitalização de mercado e trouxe retornos médios ajustados aos acionistas de mais de 300%. "É sensacional ver o resultado do time Aura reconhecido e em destaque no mercado canadense” comentou Barbosa.

A mistura do Brasil com o Canadá

A Aura Minerals já é listada na bolsa de Toronto (TSX), no Canadá, desde 2006, e opera na produção de ouro e cobre no Brasil, México e Honduras. Controlada pela Northwestern Enterprises - que pertence ao empresário Paulo Carlos de Brito -, a abertura de capital na B3, a bolsa brasileira, ocorreu em 2020.

Com valor de mercado de R$ 3,9 bilhões, na época, a Aura levantou R$ 790,1 milhões com o BDR precificado a R$ 820 e tornou-se a primeira fabricante de ouro na bolsa brasileira. 

A companhia registrou lucro líquido de US$ 21 milhões no segundo trimestre deste ano, um resultado sete vezes maior do que o reportado no mesmo período de 2020, de US$ 3,9 milhões.

Conheça o ranking

Segundo Guillaume Legare, Head da Toronto Stock Exchange & TSX Venture Exchange na América Latina, o objetivo do ranking TSX30 é destacar o sucesso das principais empresas da Bolsa de Toronto “ao mesmo tempo em que apresenta a robustez e a diversidade do ecossistema do mercado de capitais do Canadá”.

“As empresas do ranking apresentaram crescimento surpreendente e desempenharam um papel importante na criação de empregos e no incentivo à atividade econômica”, destaca o executivo.

Das 30 empresas que compõem a lista, 14 são da indústria de mineração e cinco são do setor de tecnologia. O ranking completo está disponível aqui.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

CAÇADOR DE TEDÊNCIAS

Day trade na B3: Oportunidade de lucro acima de 5% com ações da Minerva Foods (BEEF3); confira a recomendação

6 de outubro de 2022 - 8:08

Identifiquei uma oportunidade de swing trade baseada na análise quant – compra dos papéis da Minerva Foods (BEEF3). Veja os detalhes.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa ao som de Guns N’Roses: Eleições, expectativas com as big techs, temporada de balanços e outras notícias que mexem com o seu bolso

6 de outubro de 2022 - 8:06

Os investidores brasileiros iniciam a quinta-feira em busca de gatilhos capazes de manter o Ibovespa descolado das bolsas estrangeiras.

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Confira as agendas de campanha de Lula e Bolsonaro nesta quinta-feira

6 de outubro de 2022 - 8:02

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

DE OLHO NA BOLSA

Esquenta dos mercados: Eleições pressionam Ibovespa enquanto bolsas no exterior aguardam ata do BCE e dados de emprego nos EUA

6 de outubro de 2022 - 7:39

Os investidores aguardam os números de emprego nos Estados Unidos antes do payroll de sexta-feira

ESTRADA DO FUTURO

Uma nova safra de balanços vem aí: o que esperar dos resultados das maiores empresas de tecnologia do mundo?

6 de outubro de 2022 - 6:39

Há uma enorme diferença entre as expectativas para Amazon, Apple, Google e Microsoft; o mais importante é o que elas têm a dizer sobre os próximos trimestres

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies