Menu
2021-04-16T15:18:00-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Chama o doutor

Após desconto em IPO, ações da Mater Dei estreiam em queda na B3

A situação atual do mercado e a fila de companhias de saúde prontas para abrirem o capital prejudica a rede de hospitais

16 de abril de 2021
15:17 - atualizado às 15:18
Mater Dei
Imagem: Divulgação

A trajetória da Mater Dei (MATD3) na bolsa de valores começou com o pé esquerdo. As ações da rede de hospitais privados de Minas Gerais operam em queda desde os primeiros negócios e chegaram a recuar mais de 5% nas mínimas.

No início da tarde, o apetite pelos papéis da empresa teve uma leve melhora e, por volta das 14h45, a queda era de  2,81%, a R$ 16,95.

Antes mesmo da estreia a companhia já havia encontrado obstáculos para a conclusão de sua Oferta Pública Inicial (IPO, da sigla em inglês). Com a pressão de potenciais investidores durante o período de reserva de ações, a companhia deu um desconto de 20% na faixa indicativa e precificou os papéis em R$ 17,44.

Mesmo assim, a empresa conseguiu levantar R$ 1,4 bilhão com a operação. Os recursos serão destinados à compra de hospitais e construção de novas unidades.

A cerimônia que marca a estreia das ações da Mater Dei vai acontecer antes do fechamento do pregão desta sexta-feira da B3, às 16h45. Você pode conferir no vídeo abaixo.

Pressão por todos os lados

O valor do IPO ficou abaixo das expectativas da Mater Dei – o plano era arrecadar algo em torno de R$ 1,9 bilhão – por dois fatores. O primeiro é a situação atual do mercado. Com a alta volatilidade e incertezas econômicas, os investidores estão um pouco mais cautelosos em seus aportes, especialmente quando se trata de uma novata.

Fora que muitos estrangeiros migraram seus recursos para outros locais, principalmente os Estados Unidos, cuja economia dá sinais de retomada.

O segundo ponto tem a ver com a dinâmica do segmento de saúde. Há uma fila enorme de companhias deste mercado prontas para entrar na B3, ou que estrearam recentemente. Temos outras duas redes hospitalares com ofertas na praça, o Hospital Kare e a Kora Saúde, além da farmacêutica Blau.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Reduzindo a participação

CSN começa a se desfazer de suas ações da Usiminas

Aproveitando o bom momento do setor siderúrgico na bolsa, a CSN vendeu mais de 50 milhões de ações preferenciais da Usiminas

O melhor do Seu Dinheiro

A limonada da bolsa e do dólar, as ações mais indicadas do mês e outros destaques da semana

A semana que passou tinha tudo para ser bem azeda para os investidores. No cardápio de notícias dos últimos dias tivemos: A alta da taxa básica de juros e a sinalização de que novos ajustes vêm por aí; Muito barulho político com a CPI da Covid; O projeto da reforma tributária de volta à estaca […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies