🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
temporada de resultados

Amazon aumenta lucro em 48%, a US$ 7,7 bilhões, mas decepciona analistas e ações caem

Empresa revelou receita de US$ 113, bilhões, em uma alta de 27%, mas abaixo do esperado pelo mercado, que também se decepcionou com as projeções da companhia

Kaype Abreu
Kaype Abreu
29 de julho de 2021
18:06 - atualizado às 19:48
Jeff Bezos, fundador da Amazon
Jeff Bezos, fundador da Amazon - Imagem: Divulgação

As ações da Amazon (AMZN) caem mais de 6%, a US$ 3.372,20, após a empresa revelar que teve receita de US$ 113,08 bilhões no segundo trimestre, em uma alta de 27% — mas abaixo do esperado pelo mercado.

Analistas previam US$ 115,2 bilhões em receita, segundo dados da Refinitiv. Além de abaixo do esperado, o crescimento desacelerou: há um ano essa linha do balanço disparou 41%, em meio à pandemia de covid-19.

Para o terceiro trimestre, a companhia indicou que espera contabilizar algo entre US$ 106 bilhões e US$ 112 bilhões. O número representaria uma alta anual de 10% a 16%, mas seria abaixo do atual do consenso do mercado, de US$ 119,2 bilhões.

O chamado guidance da empresa ainda comandada por Jeff Bezos — que deve deixar o cargo de CEO no terceiro trimestre — ecoa o que foi projetado por Apple e Facebook. Ambas falam em futura desaceleração.

Ainda no segundo trimestre, a Amazon teve lucro por ação de US$ 15,12 — contra US$ 12,30 projetado pelo mercado, de acordo com dados da Refinitiv, e US$ 16,10 estimado, segundo dados da Bloomberg.

O lucro líquido da companhia foi de US$ 7,7 bilhões, uma alta de 48% sobre US$ 5,8 bilhões do segundo trimestre de 2020.

Conquiste a sua medalha de investidor com as nossas dicas de onde investir no segundo semestre de 2021 neste ebook gratuito.

Ainda vale a pena investir em Amazon?

Em relatório antes da publicação do balanço, o Credit Suisse manteve a recomendação de compra para as ações da Amazon (AMZN). O banco elevou o preço-alvo para os papéis em 12 meses: de US$ 4000 para US$ 4850.

A nova projeção para as ações da Amazon já considera que a empresa triplicou os investimentos na capacidade do e-commerce entre o primeiro trimestre de 2019 e os três primeiros meses deste ano, para cerca de US$ 10 bilhões.

"Nossas conversas com a empresa sugerem que ela também está adicionando recursos de entrega no meio e na última milha", disse o Credit Suisse.

Para o banco, a consequência do investimento acelerado será a retomada da expansão da entrega Prime em um dia (que atingiu apenas 50% antes da pandemia).

Os analistas da instituição veem a possibilidade de em breve a Amazon anunciar uma opção de entrega ainda mais rápida, visto que a empresa normalmente implanta novos ativos de abastecimento durante o terceiro trimestre.

A entrega Prime em um dia desencadeou a aceleração do volume unitário / crescimento do GMV para a Amazon - o que, na visão do Credit Suisse, deve continuar acontecendo neste ano e "provavelmente em 2022".

Em outras palavras, a Amazon deve entrar em um ciclo de 'colheita' de intensos investimentos, disse o banco.

Os analistas apontam que a empresa vai expandir sua margem operacional no segmento de comércio eletrônico, pode ter um crescimento de fluxo de caixa mais rápido do que o esperado anteriormente e ainda registrar alta nas receitas da AWS.

Compartilhe

LONGE DOS ESCRITÓRIOS

Na contramão de Elon Musk: Amazon, empresa de Jeff Bezos, não tem planos de retorno ao trabalho presencial

8 de setembro de 2022 - 16:50

A gigante de tecnologia adotou o modelo de trabalho remoto no ano passado, em que a quantidade de idas ao escritório é determinada pelos gerentes dos setores

ESTRADA DO FUTURO

Por que você deveria ter as ações (ou BDRs) da Amazon entre as maiores posições do seu portfólio

4 de agosto de 2022 - 5:57

Muita coisa precisa dar errado para que, em longo prazo, esse seja um ponto de entrada ruim para as ações ou BDRs da Amazon (AMZO34)

JEFF BEZOS RINDO À TOA

Amazon vende mais que o projetado no segundo trimestre e dispara mais de 10% na bolsa

28 de julho de 2022 - 17:12

A Amazon teve prejuízo no trimestre, mas as vendas ficaram acima do que o mercado previa — e, assim, as ações sobem forte no after market

ROTA DO BILHÃO

Jeff Bezos revolucionou o mundo dos livros e disputa o espaço com Elon Musk; saiba como o dono da Amazon se tornou o terceiro homem mais rico do mundo

24 de julho de 2022 - 8:16

O bilionário foi o homem mais rico do planeta por três anos consecutivos, antes de ser desbancado por Elon Musk; Bezos também teve o divórcio mais caro do mundo

SALÁRIOS MILIONÁRIOS

CEOs das maiores empresas do mundo ganham 324 vezes mais do que o salário médio dos funcionários; confira

19 de julho de 2022 - 12:30

Expedia, Amazon e Intel são as empresas, que compõem o S&P 500, que possuem os maiores salários de CEOs; no Brasil, as maiores remunerações são pagas pelo Santander, Vale e Itaú

Amazon

Amazon anuncia dia do ‘Amazon Prime Day’, evento de vendas com promoções; grupo específico de clientes terá ofertas antecipadas

16 de junho de 2022 - 12:13

Amazon tem “black friday fora de época” em mais de 20 países; saiba mais detalhes

TEMPOS DE VAGAS MAGRAS

Elon Musk, Jeff Bezos e Bill Gates perderam US$ 115 bilhões em cinco meses; saiba por quê

29 de maio de 2022 - 16:22

Os homens mais ricos do mundo acumulam perdas em ações das empresas; Elon Musk, por exemplo, vendeu ações da Tesla para comprar o Twitter

ESTRADA DO FUTURO

Resultado da Amazon pode ter decepcionado o mercado, mas a gigante do e-commerce tem a joia da coroa do setor de tecnologia

5 de maio de 2022 - 6:12

Atenções estão voltadas para a AWS, divisão de infraestrutura em nuvem da Amazon, que deve começar a atrair cada vez mais investimentos

BRIGA DE GIGANTES

Corrida das big techs: Google, Apple e Microsoft fizeram a Amazon (AMZO34) comer poeira?

3 de maio de 2022 - 17:58

Saiba como a gigante do comércio eletrônico dos EUA pode dar a volta por cima após um trimestre decepcionante com prejuízo bilionário

Criptomoedas

A “loja de tudo” está de olho no mundo cripto. CEO da Amazon abre portas para empresa vender NFT no futuro

14 de abril de 2022 - 14:21

Andy Jassy aposta em crescimento significativo dos tokens não-fungíveis; ele também falou sobre a possibilidade de a Amazon aceitar pagamentos em criptomoedas no futuro

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar