⚽️ Brasil enfrenta a Coreia do Sul na próxima fase; confira os dias dos próximos jogos

Cotações por TradingView
2021-03-08T08:21:53-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Os Segredos da Bolsa

OMS faz alerta sobre pandemia no Brasil e avanço desenfreado do vírus deve pesar esta semana

Enquanto as bolsas no exterior reagem À aprovação do pacote fiscal, o Brasil toma puxão de orelha para levar pandemia a sério

8 de março de 2021
8:02 - atualizado às 8:21
covid-19 paciente
Unidade de Terapia Intensiva, UTI, Hospital, pacientes, tratamento, internação, equipamento hospitalar - Imagem: Agência Brasil

Depois de encerrar uma semana com ganhos na casa de quase 5%, a bolsa brasileira deve sentir o peso do noticiário do fim de semana. Com o avanço desenfreado da pandemia no país e a saída de investidores estrangeiros com o aumento do risco de países emergentes, o Ibovespa pode não se sustentar, mesmo se o cenário externo for favorável.

Para Carla Argenta, economista-chefe da CM Capital, o valor do auxílio emergencial, aprovado na semana passada, foi um dos fatores que animou a bolsa na semana passada. Entretanto, o limite de R$ 44 bilhões para a nova rodada foi muito menor do que o valor disponibilizado para o benefício em 2020.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) repreendeu a atuação do Brasil no combate à pandemia, afirmando que o país pode virar um “celeiro de novas variantes” e que o país deve tratar a doença com seriedade. Além disso, o atraso na vacinação preocupa os economistas por aqui, tendo em vista que, para uma retomada econômica mais resistente, é preciso que boa parte da população esteja vacinada. 

Somado a isso, as novas medidas de isolamento social e o lockdown em diversas cidades devem aprofundar a crise na base da pirâmide social, que é composta pelos trabalhadores mais afetados pela pandemia. A votação da PEC emergencial na Câmara está marcada para a quarta-feira (10) desta semana.

As perspectivas do mercado também têm sido ajustadas para um cenário mais pessimista. Nesta semana, estão previstos para serem divulgados dados do Índice Geral de Preços (IGP-DI) nesta segunda-feira (08) e do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) referente ao mês de fevereiro, na quinta-feira (11).

Com o aumento da inflação, o foco brasileiro deve ficar na reunião do Copom da próxima semana (terça-feira, 16), com uma pressão maior para a elevação da taxa básica de juros.

O mercado já esperava um aumento da Selic para os próximos anos, mas a disparada da inflação brasileira dos últimos meses fez as instituições ouvidas pelo Banco Central (BC) e relatadas no Boletim Focus reverem suas perspectivas e esperarem uma taxa de juros mais alta ainda este ano.

Pacote de Joe Biden

O Senado americano aprovou, com certo sufoco, o pacote de estímulos fiscais de US$ 1,9 trilhão (aproximadamente R$ 10,8 trilhões) para aliviar as consequências econômicas da pandemia de covid-19. 

A Secretária do Tesouro de Biden, Janet Yellen, comentou que “o mercado de trabalho pode levar dois anos para alcançar o nível pré-pandemico”. "É por isso que nosso país precisa de um ambicioso projeto de lei de alívio para ajudar os americanos a suportar os últimos meses desta crise; colocar comida na mesa, cheques no correio e vacinas nos braços", disse a secretária do Tesouro.

Esse foi o primeiro teste de fogo de Joe Biden no Senado, com a apertada votação por 50 votos dos Democratas contra 49 dos Republicanos. O pacote prevê um auxílio semanal de US$ 300 até setembro e dinheiro para a ampliação de distribuição de vacinas e testes de covid.

Apesar dessas notícias, o investidor estrangeiro deve ficar de olho no avanço dos Treasuries, com o temor de que o pacote de estímulos pressione e acelere a inflação do país. Além disso, a política acomodatícia do Federal Reserve, o Banco Central americano, é mal vista, ao menos neste momento, por Wall Street. 

Bolsas pelo mundo

Enquanto as bolsas da Ásia fecharam em baixa em decorrência da difícil recuperação econômica dos EUA e China, os índices da Europa abriram com ganhos, elevando o otimismo pela aprovação do pacote de estímulos fiscais.

Já nos índices futuros dos EUA, a perspectiva com o aumento da inflação e o avanço dos juros futuros, que influenciam no preço dos títulos do Tesouro norte-americano, que também estão se valorizando, também estão operando no vermelho.

Por volta das 8h, o Dow Jones futuro operava em leve queda de 0,08%, enquanto o S&P 500 futuro caía 0,53% e o Nasdaq futuro recuava com mais força, aos 1,46%.

Agenda da semana: fique por dentro de tudo

Segunda-feira (8)

  • Europa: produção industrial da Alemanha (4h)
  • Ásia: PIB do 4º trimestre do Japão; Congresso Nacional do Povo - China 
  • Brasil: IGP-DI (8h)

Terça-feira (9)

  • Europa: PIB do 4º trimestre da zona do euro (7h)
  • EUA: Estoque de petróleo e derivados (18h30)
  • Ásia: Índices de inflação CPI e PPI - China (22h30), Congresso do Povo - China
  • Brasil: Crescimento do setor de serviços (09h)

Quarta-feira (10)

  • EUA: Índice de inflação CPI (10h30), estoques de petróleo (12h30)
  • Ásia: Congresso Nacional do Povo - China

Quinta-feira (11)

  • Europa: Decisão de política monetária do Banco Central Europeu (09h45), relatório mensal sobre mercado de petróleo da Opep 
  • EUA: Pedidos semanais de auxílio-desemprego, relatório de empregos Jolts de janeiro (12h)
  • Brasil: IPCA (9h)

Sexta-feira (12)

  • Europa: CPI (04h), produção industrial da zona do euro (7h)
  • EUA: índice de sentimento do consumidor (12h)
  • Brasil:IBC-Br (9h), vendas no varejo (9h)

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: IPCA de novembro e última reunião do Copom em 2022 são destaques da semana

4 de dezembro de 2022 - 8:11

A agenda econômica estará cheia no Brasil, com a reunião do Copom e dados de inflação; lá fora, destaque para o PIB da zona do euro

DE OLHO NAS REDES

Perdeu, Globo? A Copa do Mundo revelou um adversário de peso à emissora; descubra detalhes

4 de dezembro de 2022 - 7:00

Com a transmissão do jogo no Brasil na Copa do Mundo, este streamer fez história e venceu até Elon Musk – é ameaça para a Globo?

MELHOR OU PIOR

O passarinho de Musk vai voar? Twitter vai usar automação para filtrar conteúdo danoso, diz agência

3 de dezembro de 2022 - 16:51

Segundo a agência Reuters, a plataforma está restringindo de forma mais agressiva hashtags e resultados de pesquisa propensos a abuso em áreas que incluem exploração infantil, independente de potenciais usos “benignos” dos termos

A FONTE VAI SECAR?

A revanche de Putin: Rússia diz que vai deixar países sem petróleo se teto de preços for mantido

3 de dezembro de 2022 - 15:36

Os europeus fixaram na sexta-feira (02) o limite para o barril russo em US$ 60 e indicaram que esse valor será revisado regularmente, mantendo-se pelo menos 5% abaixo do preço médio de mercado

ALIANÇA DE BILHÕES

Bolsonaro, Lula e Biden? Saiba o que um dos homens de confiança do presidente dos EUA vem fazer no Brasil

3 de dezembro de 2022 - 14:24

O conselheiro de Segurança Nacional, Jake Sullivan, irá até Brasília na segunda-feira (05) e deve se reunir com a equipe de transição do novo governo e com membros da administração atual

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies