Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-10-19T10:29:28-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
NA ESTEIRA DA VACINA

Beneficiada por venda de imunizante contra covid-19, Johnson & Johnson lucra mais que o esperado no 3º trimestre

Depois dos grandes bancos, agora é a vez de a J&J surpreender positivamente o mercado, impulsionada por sua divisão farmacêutica

19 de outubro de 2021
10:27 - atualizado às 10:29
Johnson & Johnson
Johnson & Johnson - Imagem: shutterstock

A temporada de balanços corporativos dos Estados Unidos ganha força com mais uma grande empresa norte-americana reportando resultado melhor que o esperado para o terceiro trimestre de 2021.

Depois de os maiores bancos dos EUA terem superado as expectativas já otimistas dos analistas na semana passada, agora é a vez de a Johnson & Johnson (J&J) surpreender positivamente o mercado, impulsionada pela venda de vacinas para fazer frente à covid-19.

A empresa apurou lucro líquido de US$ 3,67 bilhões no terceiro trimestre de 2021, uma alta de 3,2% em relação a igual período de 2020. O resultado equivale a um ganho por ação ajustado de US$ 2,60, superando a previsão de analistas consultados pela FactSet, de US$ 2,35.

De acordo com o documento, as vendas totais da empresa subiram de US$ 21,082 bilhões entre julho e setembro do ano passado para US$ 23,338 bilhões no mesmo intervalo do exercício atual. Neste caso, o saldo ficou ligeiramente abaixo do consenso do mercado, de US$ 23,642 bilhões.

Os ganhos da companhia foram impulsionados pela divisão farmacêutica, embalada pelas vendas de sua vacina contra o coronavírus.

Embora o produto seja comercializado sem objetivo de lucro, ele trouxe US$ 502 milhões aos cofres da J&J no terceiro trimestre de 2021. As ações da empresa subiam 0,3% no pré-mercado em Nova York.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

NOVATA NA FINAL

Não estranhe: patrocinadora da final entre Palmeiras e Flamengo é a nova corretora de criptomoedas do Brasil; conheça Crypto.bom

A exchange resolveu investir no segmento de esportes e patrocina Fórmula 1, NBA e até o campeonato europeu

Raio-X

Análise: Por que a alta da inflação pode ameaçar o pacote de infraestrutura de Joe Biden?

O presidente americano tem ambiciosos planos pela frente, mas a alta da inflação e gargalos estruturais da economia podem alterar o rumo

A SEMANA EM GRÁFICOS

Covid-19 pressiona aéreas, turismo, Ibovespa e bitcoin, mas inflação avança no mundo: entenda a última semana com estes gráficos

As companhias aéreas sofreram perdas significativas na bolsa esta semana e nem o bitcoin (BTC) conseguiu se salvar

O MELHOR DA SEMANA

Piora da covid no mundo e criptomoedas além do bitcoin (BTC): 5 assuntos mais lidos no Seu Dinheiro esta semana

O mercado já trabalhava amplamente com a visão do verdadeiro normal. Mas os mercados globais voltaram a entrar em pânico com a covid-19

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies