Menu
2021-05-28T15:58:24-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS HOJE

Ibovespa sobe mais de 1% e atinge novo recorde intraday; dólar recua a R$ 5,21

No Brasil, o IGP-M acelerou mais de 4% em um mês. Lá fora, a economia americana segue dando sinais mistos, o que eleva o apetite por risco dos investidores

28 de maio de 2021
10:41 - atualizado às 15:58
brinde-taças-champanhe
Imagem: Shutterstock

Será que o chefe libera uma gelada no meio da tarde? É que o Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, acaba de renovar a sua máxima histórica intraday e caminha para fechar o dia com um novo recorde de fechamento. 

Impulsionado pela alta vista nos mercados internacionais e o bom desempenho das ações da Petrobras, o Ibovespa rompeu o nível recorde por volta das 14h40. E o índice vem renovando as máximas desde então. Por volta das 16h, a alta era de 1,01%, aos 125.625 pontos. 

O apetite por risco também reflete no câmbio e no mercado de juros. O dólar reverteu o seu sinal de alta no exterior após a divulgação da proposta de Orçamento do governo Biden para 2022 e o real ampliou a sua valorização. No mesmo horário, a divisa recuava 0,76%, a R$ 5,2156. 

Em resposta à aceleração do IGP-M, que veio acima do esperado pelos analistas, os contratos de DI dispararam na abertura, mas reduziram o ímpeto e passaram a recuar e renovaram as mínimas na parte da tarde. A exceção é o contrato para janeiro de 2022, que segue pressionado. Confira:

  • Janeiro/2022: de  4,99% para 5,02%
  • Janeiro/2023: de 6,58% para 6,57%
  • Janeiro/2025: de 7,89% para 7,81%
  • Janeiro/2027: de 8,52% para 8,43%

Bateria de números

Em uma semana marcada por uma bateria de números, o mercado busca sinais do futuro das decisões de política monetária já que a alta dos preços é uma preocupação em diversos pontos do globo e a inflação foi o grande destaque do dia.

Depois da prévia divulgada ontem, hoje foi a vez de conhecer os números do PCE, índice de inflação utilizado como referência para as decisões de política monetária do Federal Reserve. Os gastos com consumo do país subiram 0,5% em abril. No começo da tarde, foi a vez do PMI, que serve como termômetro da atividade econômica, e os números vieram acima do projetado pelos analistas, mas a renda média dos americanos recuou 13%. Os sinais mistos da economia americana sustentam os índices americanos em alta. 

Ainda falando de mercado externo, o anúncio do Orçamento de 2022 dos Estados Unidos segura o ímpeto dos negócios. O governo Biden propôs gastos na ordem dos US$ 6 trilhões e prevê um déficit de US$ 1,8 trilhão em 2022.

Já o IGP-M, aqui no Brasil, o indicador conhecido como a inflação do aluguel, teve uma forte aceleração de 4,10% em maio. A taxa é a maior desde o início do Plano Real, levando o indicador a avançar 37,04% em 12 meses.

Sobe e desce

As ações da Petrobras avançam forte após um relatório do JPMorgan indicar um potencial de alta de 45% para a companhia. Confira as maiores altas do dia: 

CÓDIGONOMEULTVAR
PETR3Petrobras ONR$ 26,715,78%
WEGE3Weg ONR$ 34,174,15%
PETR4Petrobras PNR$ 26,974,09%
LAME4Lojas Americanas PNR$ 19,973,04%
CVCB3CVC ONR$ 25,002,67%

Na ponta contrária da tabela, vemos um movimento de realização dos lucros recentes. Mas a ponta fica com a Sabesp, após informações de que o governo de São Paulo pode não seguir com a capitalização e privatização da companhia. Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEULTVAR
SBSP3Sabesp ONR$ 40,11-4,39%
AZUL4Azul PNR$ 42,97-3,70%
GOLL4Gol PNR$ 26,42-3,65%
IRBR3IRB ONR$ 6,06-2,88%
KLBN11Klabin unitsR$ 26,04-2,29%
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

de olho na reabertura

Vacina no braço e compra de ações: por que o UBS (o banco suíço) agora recomenda a bolsa brasileira

Banco suíço cita as revisões de crescimento para a economia brasileira, menor risco fiscal, expectativa de lucro das empresas e preços em patamares “convidativos”

seu dinheiro na sua noite

Anitta no conselho do Nubank, mais ofertas de ações e o ponto de inflexão do minério de ferro

Acostumado a fazer barulho no mercado, o Nubank fez, nesta segunda-feira, mais um anúncio que deu o que falar: a contratação da cantora e empresária Anitta para integrar o conselho de administração da empresa. A garota do Rio, nascida no bairro suburbano de Honório Gurgel e alçada à fama pelo funk carioca, ocupará uma cadeira […]

linhas 8 e 9

CCR assina acordo de acionistas com RuasInvest no Consórcio Via Mobilidade

Acordo prevê os porcentuais de participação de 80% da CCR e de 20% da RuasInvest no Consórcio ViaMobilidade Linhas 8 e 9

Microcaps

Panvel (PNVL3): é hora de investir?

A rede Panvel é queridinha no Sul do país. Sua recuperação tem mostrado que ela pode ser uma gema entre as microcaps da Bolsa. Descubra se vale a pena investir nela no Chama o Max de hoje.

sinal verde

Câmara aprova texto-base da MP que viabiliza privatização da Eletrobras

Placar foi de 258 votos contra 136; texto já havia sido aprovado pela Casa, mas voltou depois de alterações no Senado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies