A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2021-06-21T19:28:24-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Mercados hoje

Dirigente do Fed ‘amansa’ discurso e puxa recuperação das bolsas globais; Ibovespa sobe com commodites e dólar recua

As falas dos dirigentes do Fed ganham destaque e devem calibrar as expectativas do mercado nos próximos dias. Puxado pelas commodities, o Ibovespa retornou aos 129 mil pontos. O dólar recuou 1%

21 de junho de 2021
18:34 - atualizado às 19:28
cachorro
Imagem: shutterstock

O reposicionamento de marca anda em alta entre as empresas brasileiras e não lembro mais a última semana que não tivemos pelo menos um anúncio do tipo. Mas essa não parece ser uma exclusividade local. Lá fora, parece que o movimento também é tendência entre os dirigentes do Federal Reserve. 

Na semana passada, não foram só as projeções mais duras dos dirigentes do Banco Central americano com relação à inflação e a retomada da alta dos juros (em 2023) que pressionaram o mercado. James Bullard, presidente da distrital do Fed de St. Louis, chacoalhou Wall Street dois dias depois da decisão do Fed, em um momento em que os investidores começavam a se acomodar com a nova leitura de cenário. 

Na sexta-feira, Bullard defendeu uma mudança na política monetária para que a inflação de fato recue. Hoje, o dirigente voltou a se pronunciar e apresentou uma mudança significativa no discurso. Ele afirmou que as autoridades monetárias "estão apenas no início" do processo de discussão e que "levará algum tempo" até que o processo seja colocado em andamento.

Mostrando que o assunto está longe de ser um consenso, Robert Kaplan, do Fed de Dallas, defendeu a discussão de um aperto monetário, mas o mercado decidiu focar em Bullard. Esse novo posicionamento foi o combustível para que as bolsas globais buscassem se recuperar da queda expressiva da semana passada. Nos Estados Unidos, o Nasdaq avançou 0,79%, o S&P 500 subiu 1,40% e o Dow Jones teve alta de 1,76%. 

Por aqui, o Ibovespa também teve contribuições positivas do setor de commodities. Ainda que o minério de ferro tenha tido mais um forte recuo na China, a Vale e as siderúrgicas buscaram uma recuperação. O petróleo também impulsionou as ações da Petrobras. Não dá para deixar de citar também a Eletrobras, que teve um novo dia de alta enquanto aguardava o desfecho da discussão, na Câmara, da MP que abre caminho para a sua privatização. 

O principal índice da bolsa brasileira teve alta de 0,67% aos 129.264 pontos. Com um recuo do Dollar Index e mais um dia de forte entrada de fluxo estrangeiro, o dólar à vista caiu 0,91%, a R$ 5,0227.

Depois de uma semana de alta intensa, os principais contratos de DI fecharam em queda. Confira as taxas do dia:

  • Janeiro/2022: de 5,63% para 5,58%
  • Janeiro/2023: de 7,22% para 7,11%
  • Janeiro/2025: de 8,31% para 8,35%
  • Janeiro/2027: de 8,78% para 8,82%

O dia das commodities

O tombo do minério de ferro na China pressionou, mas não deixou a Vale e as siderúrgicas no vermelho nesta segunda-feira. Ao invés de seguir o movimento internacional, as companhias avançaram, buscando uma recuperação após as quedas recentes. 

O gigante asiático segue tentando controlar o mercado da commodity. A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China (NDRC) segue tentando reprimir a especulação no mercado à vista de minério de ferro. Para isso, a entidade abriu investigações para punir as irregularidades, com o objetivo de manter o bom funcionamento dos negócios. 

O petróleo também teve um dia positivo, o barril do WTI para agosto teve alta de quase 3%. O Brent subiu quase 2%, puxando as ações da Petrobras. 

É hoje?

Com a agenda de indicadores esvaziada, as atenções dos investidores locais se voltaram mais uma vez para Brasília, onde a MP da Eletrobras voltou a ser discutida na Câmara. 

O prazo está apertado e o tema deve ser aprovado até amanhã ou o texto perderá a validade. A plenária que deu início ao tema começou no fim da tarde. A expectativa é que a pauta seja aprovada depois dos dias difíceis e placar apertado no Senado.

Atualização: após o fechamento do mercado, a Câmara aprovou o texto-base da MP.

Sobe e desce

As ações do GPA são puxadas pela notícia de que Michael Klein, da Via, começou a montar posição acionária na companhia. A informação é da coluna do jornalista Lauro Jardim, do jornal "O Globo". Após o fechamento do mercado, a Broadcast informou que o grupo francês controlador da companhia, o Casino, contratou um banco para se desfazer da sua parte na empresa. 

De olho no desdobramento das discussões em Brasília, as ações da Eletrobras tiveram mais um dia de forte alta. Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
PCAR3GPA ONR$ 40,357,80%
CVCB3CVC ONR$ 28,255,06%
COGN3Cogna ONR$ 4,784,60%
VVAR3Via Varejo ONR$ 15,733,69%
ELET6Eletrobras PNBR$ 47,563,73%

Com exceção da Eletrobras, o setor elétrico esteve sob intensa pressão no pregão de hoje. A notícia de que a tarifa da bandeira vermelha pode ter uma alta de 60% pressiona as companhias. A medida deve ter um impacto negativo no já alto índice de inflação e aumentar os efeitos negativos da crise hídrica. Confira também as maiores quedas do dia:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
GNDI3NotreDame Intermédica ONR$ 84,74-2,24%
CRFB3Carrefour Brasil ONR$ 21,68-1,83%
ENBR3Energias do Brasil ONR$ 18,83-1,77%
CMIG4Cemig PNR$ 13,04-1,73%
B3SA3B3 ONR$ 17,08-1,73%
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sobe, mas perde o protagonismo para o ethereum (ETH); entenda

12 de agosto de 2022 - 20:29

Além de aproveitar a inflação dos EUA mais branda, o que ajudou as criptomoedas em geral, o ETH se beneficiou dos progressos na direção do The Merge

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Magalu (MGLU3) dispara, BC amigo das criptomoedas e outros destaques do dia

12 de agosto de 2022 - 19:07

O mercado financeiro começou a semana olhando aterrorizado para os céus. Já era esperado que os dias fossem marcados pelo avistamento de dragões no ar, mas não se sabia ao certo o tamanho da encrenca que precisaria ser enfrentada.  Com traumas dos episódios recentes, quando a cada mês a ameaça se mostrava maior e mais […]

FECHAMENTO DO DI

Alívio com inflação leva Ibovespa a subir 6% na semana; Magazine Luiza (MGLU3), Hapvida (HAPV3) e Via (VIIA3) disparam após balanço

12 de agosto de 2022 - 18:41

Os indicadores melhores do que o esperado deram um respiro para o Ibovespa nesta semana; dólar caiu quase 2%

SEMANA EM CRIPTO

Ethereum (ETH) rouba a cena e dispara 14%, mas bitcoin (BTC) encerra semana acima dos US$ 24 mil; saiba o que esperar das criptomoedas

12 de agosto de 2022 - 17:56

O otimismo com a atualização do éter, as sanções ao Tornado Cash e o real digital são alguns dos destaque da semana

FEBRABAN TECH 2022

Setor financeiro melhora planos para o metaverso e já fala em criptomoedas como ‘espinha dorsal’ do processo — mas isso vai levar algum tempo; entenda

12 de agosto de 2022 - 17:40

O Febraban Tech 2022 foi realizado entre os dias 9 e 11 de agosto, em São Paulo; confira alguns destaques

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies