Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-29T17:18:13-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
possível oferta

Cemig avalia vender participação na Taesa e vê lucro crescer 136,2% no 4º tri

No início do ano, empresa vendeu participação na Light, enquanto no final de 2020 ela foi beneficiada pelo resultado financeiro da Cemig GT

26 de março de 2021
19:51 - atualizado às 17:18
Cabos de energia
Imagem: shutterstock

A Cemig (CMIG4), companhia energética de Minas Gerais, avalia vender sua participação na Taesa, de transmissão de energia elétrica, de acordo com comunicado desta sexta-feira (26).

Segundo a companhia, o processo de desinvestimento está em em fase de identificação, por parte da diretoria, das alternativas disponíveis. A Cemig diz contar com auxílio de assessores especializados.

"Assim que as análises acerca do modelo e da estrutura para o potencial desinvestimento da participação da companhia na Taesa forem finalizadas, a matéria será submetida para apreciação do conselho de administração", disse a empresa.

A companhia mineira é dona de 36,97% das ações ordinárias da Taesa, a holding Isa Brasil detém outros 26,03%, enquanto 37% dos papéis estão em circulação no mercado. Na bolsa, a Taesa vale R$ 12,4 bilhões.

Em janeiro, a Cemig embolsou R$ 1,37 bilhão com um desinvestimento na distribuidora de energia Light, com os papéis da empresa vendidos a R$ 20 — as ações eram negociadas acima de R$ 24 dias antes da operação.

Lucro forte no trimestre, mas baixo em 2020

Em paralelo, a Cemig divulgou na madrugada de sábado (27) que obteve lucro líquido de R$ 1,332 bilhão no quarto trimestre de 2020, montante 136,2% maior do que o lucro de R$ 563,962 milhões (reapresentado) no mesmo período de 2019.

A Cemig listou uma série de fatores que influenciaram o resultado líquido do trimestre.

Entre eles está o lucro operacional medido pelo Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) da Cemig GT, no valor de R$ 599,226 milhões. Esta linha contou com efeito positivo da uniformização de práticas contábeis na transmissora.

O lucro do quarto trimestre de 2020 também contou com efeito positivo no resultado financeiro da Cemig GT de R$ 615,077 milhões, relacionado a dívida de eurobonds e instrumento de hedge correspondente, e a reversão da perda acumulada no ano do investimento na Light, com impacto positivo da remensuração no valor R$ 270,267 milhões, correspondendo a um valor líquido de tributos de R$ 178,376 milhões.

Outro ponto foi o melhor resultado na linha de equivalência patrimonial, com ganho de R$ 94 milhões, principalmente em função do aumento da equivalência da Taesa.

A Cemig lembrou ainda que, em janeiro deste ano, fez alienação da participação remanescente na Light, com entrada de R$ 1,372 bilhão no seu caixa.

Apesar do resultado mais forte no quarto trimestre, a Cemig fechou o ano de 2020 com queda de 10,3% no lucro líquido na comparação com 2019, passando para R$ 2,864 bilhões.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 1,653 bilhão no trimestre, alta de 79,1%, e totalizou R$ 5,694 bilhões no ano, crescimento de 29,7%.

Já o Ebitda no critério ajustado - que exclui itens considerados não recorrentes - atingiu R$ 1,187 bilhão no trimestre, alta de 23,6%, e totalizou R$ 4,875 bilhões no ano, expansão de 7,1%.

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

De volta ao jogo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 6,25%

Renda fixa “voltou ao jogo”, mas ainda não dá para ficar rico. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

entrevista

BC briga para recuperar a credibilidade e poderia ter acelerado alta da Selic, diz economista-chefe da gestora Garde

Para Daniel Weeks, BC passou mais tempo do que o necessário com a sinalização de que manteria taxa de juros muito baixas; ele avalia que aumento poderia ter sido de 1,25 ponto e que discussão sobre fim do ciclo de ajustes ainda não acabou

Seu Dinheiro na sua noite

Seguindo a rota planejada

Decisão da Selic pelo Copom, juros nos Estados Unidos, dólar em alta e muitas outras notícias que mexeram com o mercado hoje

Vai mudar

Ultrapar (UGPA3): Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan, assumirá como CEO em janeiro de 2022

Lutz já era membro do conselho de administração da Ultrapar (UGPA3) e, após o período como CEO, deve virar presidente do colegiado

Bota para subir

Após nova alta da Selic, FMI apoia aperto monetário adotado pelo Banco Central para combater inflação

Os diretores do órgão também aprovam o compromisso do BC intervenções limitadas para conter condições desordenadas de mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies