Menu
2020-03-19T11:42:03-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
Compre estas

BTG Pactual recomenda compra de Vale, JBS e Minerva para navegar a crise

Companhias aéreas, varejistas e empresas com dívida em dólar sem proteção à variação cambial devem sofrer mais os impactos da crise, diz o BTG

19 de março de 2020
11:42
A mineradora Vale
Imagem: Shutterstock

Vale, JBS e Minerva são as escolhas preferenciais do BTG Pactual no mercado acionário do Brasil em meio à forte valorização do dólar, alimentada pela crise do novo coronavírus, escreveram Carlos Sequeira e Osni Carfi em relatório.

Neste cenário, manter papéis de exportadoras específicas — que se beneficiam da situação porque tem seus custos em real, mas suas vendas em dólar — na carteira como forma de exposição à variação da moeda é recomendado, disseram os analistas.

Segundo o BTG, "faz sentido" da mesma maneira estar exposto a ações de empresas ligadas à China, já que o país, epicentro inicial do coronavírus, também será o primeiro a se recuperar do choque negativo do coronavírus.

A demanda pelos produtos dessas três empresas, no caso, "é relativamente inelástica e o mundo não tem oferta de carne suficiente", diz o BTG. "Elas também diminuíram a alavancagem e melhoraram a liquidez do balanço patrimonial nos anos recentes."

Enquanto isso, companhias aéreas como Gol e Azul são as mais prejudicadas por um dólar alto, uma vez que o grosso de seus custos é em dólar, mas as suas vendas ocorrem em real — além de sofrerem com uma massiva redução na demand apor seus serviços.

A M. Dias Branco também deve sofrer o impacto da alta da moeda, posto que a maioria de seus custos em dinheiro são dolarizados, enquanto seus produtos são vendidos localmente, diz o banco. Entre as varejistas, Renner (com custo de produtos vendidos de 25%) e C&A (de 28%) também devem ter suas margens pressionadas, considerando que possuem parte de seus custos em dólar.

Outros perdedores da crise são companhias com dívida denominada em dólar sem proteção à variação cambial. Este é o caso de empresas como Oi (com 53% da dívida em dólar), Sabesp (49%) e Cemig (43%), diz o BTG.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

o melhor do seu dinheiro

Efeito Lula livre na bolsa – 2022 já começou?

No Brasil morre-se de tudo – inclusive morre-se muito de covid -, mas não se morre de tédio. Os mercados locais começaram o dia castigados pelos temores dos investidores em relação ao avanço da pandemia no país, hoje no seu pior momento. Como se todas as incertezas em relação ao combate ao coronavírus por aqui […]

balanço 4º tri

Magazine Luiza vê lucro ir a R$ 219 milhões no 4º tri e supera expectativas do mercado

A varejista Magazine Luiza encerrou o quarto trimestre de 2020 superando as expectativas do mercado. A companhia divulgou na noite desta segunda-feira (08) o seu resultado trimestral, com umacom alta de 30,6% no lucro líquido, para R$ 219,5 milhões. No acumulado do ano passado, o resultado encolheu 57,5%, para R$ 391,7 milhões. No critério “ajustado”, […]

Desidratação à vista?

Bolsonaro: Lira e relator vão discutir PEC Emergencial, podem criar PEC paralela

Na entrevista, Bolsonaro afirmou que a PEC deve ser votada pela Câmara na quarta-feira, 10. De acordo com ele, ao votar a medida, os deputados federais darão o sinal verde para retomada do auxílio emergencial em cinco dias

Fechamento do dia

São tantas emoções! ‘Efeito Lula’ aprofunda incertezas locais e faz Ibovespa cair 4%; dólar fecha a R$ 5,77

Mercado doméstico já operava em queda firme antes da decisão do ministro Fachin; aumento das incertezas pesou sobre bolsa, dólar e juros

REVIRAVOLTA

Ibovespa recua 3% e dólar vai a R$ 5,78 após STF anular condenações de Lula na Lava Jato

Diante de um cenário já negativo, a decisão aumenta o nível de incertezas domésticas, segundo analistas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies