Menu
2020-01-07T18:48:17-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Altas e baixas

Azul, Cemig e Petrobras: os destaques do Ibovespa nesta terça-feira

As ações PN da Azul aparecem entre as maiores altas do Ibovespa após a companhia reportar dados operacionais mais fortes em dezembro; Cemig e Petrobras também estão em foco nesta terça-feira

7 de janeiro de 2020
16:04 - atualizado às 18:48
Azul
Imagem: Divulgação

As ações da companhia aérea Azul fecharam em alta nesta terça-feira (7) e despontaram entre as maiores altas do Ibovespa, assim como a estatal mineira Cemig. Na ponta negativa, destaque para as baixas vistas nos papéis da Petrobras, que devolveram os ganhos da véspera.

Azul PN (AZUL4) subiu 3,31%, com o mercado reagindo positivamente aos dados operacionais da empresa em dezembro. Ao todo, a demanda de passageiros no último mês do ano subiu 27,2% na base anual, enquanto a oferta de assentos aumentou 26,5%.

Assim, a taxa de ocupação das aeronaves da Azul teve alta de 0,5 ponto em dezembro, chegando a 83,5% — números que agradaram os investidores.

Vale lembrar, ainda, que a queda nas cotações do petróleo nesta terça-feira deu força extra aos papéis da companhia, uma vez que a baixa da commodity implica em gastos menores com combustível de aviação. Esse fator também impulsionou para Gol PN (GOLL4), que subiu 0,58%.

Por fim, as baixas expressivas registradas nos papéis de ambas as companhias aéreas no pregão de segunda-feira (6) abriu espaço para um movimento de recuperação das ações.

Venda de participação

Outra ação que apresentou desempenho positivo foi Cemig PN (CMIG4), em alta de 3,66%. De acordo com o jornal Valor Econômico, a estatal mineira já teria contratado o Bank of America para estruturar a venda de sua fatia de 21,68% na Taesa.

Nesta tarde, a Cemig foi evasiva ao comentar a matéria do Valor. Em comunicado ao mercado, a empresa disse apenas que constantemente avalia sua carteira de ativos, mas que, até agora, ainda não foi tomada nenhuma decisão envolvendo vendas de participação.

Também integrantes do Ibovespa, as units da Taesa (TAEE11) caíram 0,84%.

Petrobras em queda

Ainda na ponta negativa do índice, Petrobras PN (PETR4) caiu 0,39% e Petrobras ON (PETR3) recuou 1,36%, devolvendo parte dos ganhos acumulados no pregão anterior. O mercado continuou acompanhando de perto as tensões no Oriente Médio e as possíveis implicações para a empresa.

Com as recentes turbulências entre Estados Unidos e Irã, o mercado teme que conflitos militares sejam deflagrados na região, uma das principais produtoras de petróleo do mundo. Assim, as cotações da commodity deram um salto nos últimos dias, o que pode mexer com o preço dos combustíveis no mundo.

Nesse contexto, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, disse não ter sido pressionado pelo governo para mexer na política de preços da estatal, de modo a compensar eventuais pressões vindas do lado do petróleo — declarações que trouxeram alívio momentâneo aos mercados.

Assim, os papéis da Petrobras apenas caíram em linha com o comportamento do petróleo hoje, sem um movimento de pânico por parte dos investidores.

Top 5

Confira abaixo os cinco papéis de melhor desempenho do Ibovespa nesta terça-feira:

  • Cemig PN (CMIG4): +3,66%
  • Azul PN (AZUL4): +3,31%
  • B3 ON (B3SA3): +3,23%
  • Marfrig ON (MRFG3): +3,07%
  • Eletrobras ON (ELET3): +2,57%

Veja também as cinco maiores quedas do índice:

  • Cia Hering ON (HGTX3): -4,00%
  • NotreDame Intermédica ON (GNDI3): -3,41%
  • Cielo ON (CIEL3): -2,91%
  • Hapvida ON (HAPV3): -2,75%
  • Braskem PNA (BRKM5): -2,60%
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

mercado de ações

A B3 vai ter concorrência, mas não hoje: os riscos e oportunidades dos desafiantes ao monopólio da bolsa brasileira

Autorização para a empresa Mark2Market operar como central depositária de títulos volta a esquentar debate sobre atuação da B3, mas mercado vê quebra de monopólio improvável no curto prazo

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies