Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-11T13:33:40-03:00
Renato Carvalho
Subindo de colocação

BofA recomenda mais exposição ao Brasil e eleva preço-alvo para Petrobras

Banco passou a classificação do país de marketweight para overweight, e elogia o desempenho operacional da estatal, apesar dos riscos políticos

11 de junho de 2021
13:29 - atualizado às 13:33
dividendos da petrobras 2021
Petrobras (PETR4) pagou 20% de dividendos aos acionistas em 2021 - e tem potencial para mais - Imagem: Shutterstock

O PIB brasileiro do primeiro trimestre parece realmente ter mudado a forma dos estrangeiros olharem para o mercado de ações do país.

Depois de revisar suas projeções para o crescimento do PIB brasileiro de 3,4% para 5,1%, depois do resultado do primeiro trimestre de 2021, o Bank of America (BofA) elevou também a recomendação de exposição ao Brasil, de marketweight (em linha com o desempenho médio dos mercados) para overweight (acima da média).

Enquanto melhorou a recomendação para o Brasil, o BofA piorou sua avaliação para o Chile, passando de overweigth para underweight (desempenho abaixo da média).

O banco norte-americano justificou seu posicionamento como consequência do momento que a economia brasileira vive, impulsionado pela reabertura das atividades, avanço da agenda de reformas e ruídos políticos mais sutis. 

Os analistas citam ainda que os ativos brasileiros estão baratos neste momento, já que desde o início da pandemia, têm apresentado desempenho abaixo da média de seus pares globais.

Em relação a setores, o BofA prefere aqueles que estão correlacionados com a inflação, e produtores de commodities. O banco inclusive voltou a colocar a Petrobras no radar, com a diminuição dos ruídos políticos.

Por falar na gigante estatal de petróleo, o preço-alvo das ações da companhia foi de R$ 29 para R$ 30, mas a recomendação continua neutra. Pouco depois das 13 horas, o papel caía cerca de 1%, para R$ 28,40.

Os analistas do BofA reconhecem que o desempenho operacional da Petrobras tem sido bom, e o ritmo de venda de ativos está dentro do que o mercado espera. “Temos a expectativa de aumento no pagamento de dividendos a partir de 2023”, diz o banco.

Mas o que impede uma melhor recomendação é o fato da Petrobras ser uma estatal, e por isso, o risco de intervenção governamental é praticamente constante. “A percepção de risco pode piorar à medida que a eleição de 2022 se aproxima”, afirma o BofA.   

Na lista de preferência do BofA estão também os setores de varejo tradicional, distribuição de combustível, construção e pagamentos.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

PEC DOS COMBUSTÍVEIS

Tesouro pode perder até R$ 240 bilhões com PEC dos Combustíveis e inflação pode ir para 1% — mas gasolina ficará só R$ 0,20 mais barata; confira análise

Se todos os estados aderirem à desoneração, a perda seria de cifras bilionárias aos cofres públicos, de acordo com a XP Investimentos

Seu Dinheiro no Sábado

E a bolsa ainda pulsa: os grandões do Ibovespa brilham e puxam o índice — mas e as demais empresas?

Além do ciclo aquecido das commodities e da entrada de recursos estrangeiros, também vale lembrar o desconto nos ativos domésticos

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) aprofunda queda da semana e é negociado aos US$ 35 mil hoje pela primeira vez em seis meses; criptomoeda já caiu 17% em sete dias

Especialista dá dicas de como sobreviver ao momento de “sangria” do mercado de criptomoedas — e o que não fazer no desespero

Dê o play!

A bolsa ainda pulsa, mas será um último suspiro? O podcast Touros e Ursos discute o cenário para o Ibovespa

No programa desta semana, a equipe do Seu Dinheiro discute o cenário para o Ibovespa e os motivos que fazem a bolsa brasileira subir

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O respiro da bolsa brasileira, o tropeço do bitcoin e o vazamento de dados do PIX: confira as principais notícias do dia

Para quem não aguentava mais ver a bolsa brasileira apanhando enquanto Wall Street renovava recordes, este início de ano está sendo o momento da revanche. Ou melhor, de o Ibovespa “correr atrás do prejuízo”. Nesta terceira semana de janeiro, o principal índice da B3 mais uma vez contrariou o exterior e enfileirou altas, enquanto as […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies